in

Dica de roteiro na Ilha de Avalon, na Inglaterra

As Brumas de Avalon - Glastonbury Tor - Inglaterra

Marion Zimmer Bradley baseou-se em escritos antigos para criar As Brumas de Avalon. Nos registros de quase 900 anos atrás, fala-se sobre a Ilha de Avalon, hoje Glastonbury, para onde Morgana teria levado Rei Artur. Siga a rota, abra caminho entre as brumas e boa jornada na Inglaterra.

Esse roteiro na Ilha de Avalon pode ser feito em 2 ou 3 dias tranquilamente. Não faça com pressa. Pare, respire, aprecie, curta o momento, sinta a energia do local. É uma viagem transformadora. A jornada começa com a chegada a Glastonbury, uma cidadezinha peculiar do interior da Inglaterra, a 2 horas da capital. Alugue um carro em Londres e inicie a sua viagem.

Organize aqui a sua Viagem para Londres

+ Guia de Londres: Roteiro completo de 3 a 7 dias
+ Encontre Hotéis em Londres, até 80% OFF
+ Contrate um Seguro Viagem e vá tranquilo
+ Alugue um carro em Londres em até 12x e sem IOF
+ Compre um chip internacional e tenha internet 4G no celular
+ Compre passeios e ingressos de atrações em Londres

Glastonbury, a ilha de Avalon

O que nos traz aqui? Os escritos antigos. Os primeiros relatos sobre Rei Artur, Merlin e Morgana vieram do clérigo Geoffrey of Monmouth, nos anos 1100. No registro, ele escreve: “O que agora é conhecido como Glastonbury foi, em tempos antigos, chamado de Ilha de Avalon. É praticamente uma ilha, pois é completamente cercada por pântanos”. Mas Glastonbury não é uma ilha, certo? Hoje não, mas foi, no passado. Até hoje os campos em seu entorno precisam ser drenados quando chove.

À primeira vista, Glastonbury parece ser uma cidadezinha normal. Na rua principal, uma infinidade de lojas esotéricas. “É mais fácil comprar bolas de cristal do que camisetas por aqui”, me disse uma vez uma sacerdotisa. E é verdade. A realidade em Glastonbury parece ser outra. Aqui, assim como em As Brumas, é necessário abrir os olhos da alma para enxergar o que está além da ‘cidade dos padres’. A verdadeira Avalon não está no ver, mas no sentir.

Os templos da Deusa

Glastonbury é um convite à meditação. Para entrar neste universo mágico, comece pelo Chalice Well, o Poço do Cálice. Esta é a sagrada fonte d’água usada pelas sacerdotisas em As Brumas, e também o espelho por onde a Senhora do Lago acessava suas visões. O Chalice Well é sem dúvidas um dos santuários mais especiais de Glastonbury. Sentar em seus jardins ouvindo o som da água e dos pássaros, observando o Tor à distância é realmente mágico. Apenas entregue-se e ouça as mensagens que Avalon traz para você.

Aos pés do Glastonbury Tor (a colina sagrada de Avalon) o Chalice Well protege uma fonte de água avermelhada, rica em ferro. Não a toa representa o princípio feminino. Surpreendentemente, do outro lado da rua fica a White Spring, a Nascente Branca, considerada a água do princípio masculino. Acredita-se que ambas nascentes brotam do centro da colina sagrada. As composições químicas de uma são o contrário da outra – um verdadeiro convite à integração dos opostos.

Para ampliar ainda mais o seu contato com o Sagrado Feminino, siga para o Goddess Temple, um santuário mantido por sacerdotisas e aberto ao público. A entrada é gratuita.

As ruínas da Abadia e o túmulo de Rei Artur

Hora de visitar o Túmulo de Rei Artur na Abadia de Glastonbury, no centro da cidade. É fácil imaginar aqui o grande movimento de monges, como lemos em As Brumas de Avalon. E foram eles, os monges que nos anos 1190 anunciaram ter encontrado o túmulo de Rei Artur e Guinevere.

Antes mesmo que a ciência pudesse provar, tudo foi destruído – inclusive a própria abadia, na dissolução dos monastérios. Mas ainda é possível ver o local onde o túmulo de Rei Artur foi encontrado e saber mais sobre este lugar sagrado, considerado um dos berços do cristianismo na Inglaterra.

A chegada de José de Arimatéia

O motivo pelo qual a Abadia prosperou tanto na antiguidade é porque acredita-se que José de Arimateia, tio de Jesus, foi até Glastonbury. Quando desembarcou, fincou seu cajado no topo da colina Wearyall Hill (foto) e disse que ali fundaria a sua igreja. Segundo a lenda local, ele trazia consigo Maria Madalena e o Santo Graal, depositado no Poço do Cálice.

O cajado deu origem ao Holy Thorn, o espinheiro sagrado. Uma espécie que não era originária da região. Ele costumava florescer duas vezes ao ano – uma delas no Natal. Mas após um ato de vandalismo em 2010, o Holy Thorn perdeu suas folhas. O tronco permanece lá, enfeitado pelas fitinhas que chegam de todos os cantos do mundo.

Glastonbury Tor, a colina sagrada

Dominando todo o horizonte de Glastonbury está o Tor. A colina de formato ovalado, com suas misteriosas ‘camadas’ formando um labirinto é o ponto alto da cidade. É lá que as sacerdotisas de As Brumas de Avalon celebram o Beltane e tantos outros rituais sagrados. Mas para entrar em Avalon não basta subir a colina. É preciso senti-la, em cada passo que der. Suba com calma. Pare para contemplar. Segundo a mitologia celta, este é um dos portões de acesso ao reino das fadas. Permita-se sentir esta conexão.

E o Tor é mesmo cheio de mistérios. Estudos radiestésicos comprovaram uma grande concentração de energia no local. Segundo os autores do livro The Sun and The Serpent, que mapeia pontos sagrados da Inglaterra relacionando-os com vórtices de energia da Terra, no topo da colina do Glastonbury Tor, duas linhas energéticas se cruzam; são as linhas de ley. Uma é a linha de Maria, do princípio feminino. A outra é a linha de São Miguel Arcanjo, do princípio masculino. Este encontro formaria o chacra cardíaco do planeta.

Há alguns anos, senti o chamado para ir a Ilha de Avalon e saí transformada de Glastonbury. Desde então, sempre torno a voltar. Se você gosta das lendas arturianas, se encantou-se com As Brumas de Avalon, este é o seu lugar.

Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este site é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.
  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.
  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.
  • GANHE 130 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$130 de desconto na sua primeira reserva acima de R$250. Aproveite!
  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.
  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM



Denunciar

Curtiu essa matéria?

Escrito por Mauricio Oliveira

Maurício Oliveira é social media expert, fotógrafo, videomaker, consultor de turismo, blogueiro, influenciador e empreendedor. CEO do Trilhas e Aventuras, conta suas experiências de viagens no blog Viagens Possíveis e criador de inovadoras ações de marketing de turismo, o BlogTur e o VIPBloggers. Ama o que faz no seu trabalho e nas horas vagas também gosta de viajar. Siga no Instagram e no Twitter, curta no Facebook, assista no Youtube e circule Mauricio Oliveira e Trilhas e Aventuras no Google Plus.

Comentários

Deixe um comentário
  1. Estive lá este mês fui por conta própria e vi o que tive tempo de ver, é maravilhoso sentia o chamado há mais de 20 anos e só agora foi possivel, cheguei lá como se já conhece se tudo pois andei na google earth a investigar e o melhor é chegar lá e já levar tudo programado.
    Vale a pena aconselho é um lugar incrivel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

Seguro Viagem – Cupom de desconto Dia das Crianças e Férias

Orla Bardot - City tour em Búzios

City Tour em Búzios como um “Buziano”