in , ,

Roteiro da Grécia – O que fazer em Atenas

Aos pés do imponente Parthenon

Quando planejamos uma viagem à Grécia, a ansiedade em conhecer as famosas ilhas gregas e suas praias paradisíacas é grande, porém, não podemos deixar de fora uma visita à capital do país, Atenas, uma cidade encantadora, repleta de cultura e história. Confesso que nossa expectativa em conhecer Atenas era tão alta quanto à expectativa de conhecer as ilhas, e ela não nos decepcionou. Vou apresentar bons motivos para incluí-la em seu roteiro e super dicas de o que fazer em Atenas.

Nós ficamos no total 4 noites na cidade, duas no início da viagem assim que chegamos, e duas no final, pois como nosso vôo de volta para o Rio era num domingo muito cedo pela manhã, fiquei com medo de voltar da última ilha, Mykonos, sábado a noite e caso tivesse algum problema de atraso, cancelamento ou greve, perder o voo de volta ao Rio. Na ida, como chegaríamos de madrugada e em Atenas o aeroporto é distante da cidade, resolvemos ficar logo por lá duas noites e conhecê-la no início da viagem, quando a temperatura estava também mais amena.

Dicas pra economizar em Atenas

Pesquise e reserve hotéis em Atenas com descontos de até 80%
Faça um orçamento do seguro viagem obrigatório na Europa
Tenha Internet na Grécia com chip internacional
Alugue um carro com desconto em Atenas
Reserve os melhores passeios na Grécia

Como sair do aeroporto de Atenas

Essa é a principal dica que temos para dar nessa matéria. Como nosso voo chegaria de madrugada, por volta de 3h da manhã e eu conheço alguns amigos que foram assaltados no metro de Atenas, resolvemos que não iríamos sair de lá de metro. Pensei em pegar um taxi, mas também li alguns relatos de taxistas que enrolavam os turistas, pois o aeroporto é bem longe da cidade (apesar de que agora que conheci o povo grego, não acho isso um comportamento típico deles, mas de qualquer forma ainda acho a nossa opção a melhor e mais segura) e a maioria cobrava preços tabelados e altos.

Sendo assim, perguntamos ao nosso hotel se teria algum tipo de transfer e eles nos indicaram a empresa Welcome Pickups. Assim que saímos do aeroporto, já estavam lá nos esperando, com garrafinhas de água (Atenas é muito seco), mapas da cidade e bolsas de cortesia.

Além do transporte aeroporto-hotel, hotel-aeroporto, nós compramos com eles dois chips de internet para ter acesso à internet no celular por lá, já que usaríamos muito GPS pelo celular nas ilhas e foi a melhor coisa que fizemos, usamos muito a internet, pois em muitos lugares o GPS do carro não pegava. Você também já pode sair do Brasil com seu chip internacional habilitado.

Onde ficar em Atenas

Atenas como toda cidade grande, tem uma variedade imensa de opções de hospedagem, desde os mais luxuosos hotéis até os mais simples, incluindo também os albergues. Na hora de escolher onde se hospedar é interessante lembrar que a maioria dos atrativos turísticos fica concentrada numa mesma região, sendo possível se deslocar entre eles a pé. Sendo assim, dependendo de onde você vai se hospedar, não precisará de transporte para se deslocar. Dentro desse contexto, escolhemos nos hospedar na região de Plaka.

Plaka é o bairro mais turístico de Atenas, localizado aos pés da Acrópole e de lá é possível também se deslocar a pé para os demais pontos turísticos, como o Arco de Adriano, Templo de Zeus, Museu da Acrópole, Templo de Hefesto, dentre outros. Nós fizemos tudo, absolutamente tudo a pé, mas nós somos bons de caminhada e quando estou viajando adoro conhecer as coisas a pé. Mas caso você não curta caminhar grandes distâncias, o bairro tem várias linhas de ônibus e uma estação de metrô (Akropoli), sendo fácil se deslocar de lá para qualquer outro lugar.

A região de Plaka é alegre, bem movimentada, cheia de turistas, policiamento, casinhas com arquitetura típica, restaurantes, lojinhas, bares e cafés. Achei que valeu muito a pena se hospedar por lá. Na primeira passagem por Atenas nos hospedamos no Hotel Byron, um hotel simples, mas aos pés da Acrópole, em uma rua bem movimentada. Eu adorei esse hotel e principalmente sua localização. O café da manhã era servido em um rooftop com uma linda vista da Acrópole e à noite era possível jantar por lá, com vista para a Acrópole toda iluminada, aberto também a não hospedes.

Café da manhã com direito a iogurte grego original e vista para Acrópole
Café da manhã com direito a iogurte grego original e vista para Acrópole

Na nossa segunda passagem por Atenas, resolvemos escolher um hotel um pouco mais confortável, pois a ideia era “descansar” da viagem antes de encarar o vôo de volta para o Brasil. Escolhemos o Hotel Herodion, também em Plaka. Apesar deste, ser bem mais luxuoso que o primeiro, era numa rua mais escura e não gostei do atendimento do hotel e principalmente do rooftop dele. A gerente era extremamente desagradável, o cardápio era restrito e caro, não achei que valia a pena jantar ali. Uma vantagem do Herodion é que ele tem uma hidromassagem no terraço, com água quentinha e vista para a Acrópole, foi uma delícia relaxar ali no final da viagem relembrando todos os bons momentos que tínhamos vivido naqueles dias.

Hidromassagem no terraço do hotel Herodion
Hidromassagem no terraço do hotel Herodion

O que fazer em Atenas

Juntando as nossas duas estadas em Atenas, nós ficamos um total de 3 dias inteiros na cidade, sendo assim, vamos preparar um roteiro de 2 ou 3 dias, dependendo da sua disponibilidade!

Dia 01

Acrópole

Começamos nossa visita pela Acrópole e caso você vá fazer isso também, o ideal é chegar bem cedo, quando as filas da bilheteria ainda não estão tão grandes. Tínhamos lido que pela manhã costuma ser mais cheio e mais quente, mas a ansiedade em conhecer aquele lugar era tanta que arriscamos começar por ela. Não pegamos fila nenhuma na bilheteria, mas realmente foi um passeio bem quente, isso porque nem estávamos ainda no verão, fomos meados de maio.

O ingresso custa €12,00 e além da Acrópole da direito também a entrada no Templo de Zeus, Ágora Romana, Biblioteca de Adriano, Ágora Antiga e Templo de Hefesto. Pode ser comprado em qualquer um desses pontos. Caso você esteja indo na alta temporada, realmente vale a pena começar por um desses, todos mais vazios que a Acrópole.

Acrópole, que significa cidade alta, é um dos sítios arqueológicos mais famosos e importantes do mundo e sua localização, no alto de uma colina, permite que ela seja vista praticamente de todos os pontos da cidade. Lá dentro passamos por diversos monumentos, como o Teatro Dionísio, Teatro Herodes Atticus, Templo de Atenas, Templo Erechtheion e o famoso Parthenon.

O templo de Parthenon é o mais impressionante e imponente da Acrópole e um dos mais característicos da civilização da Grécia antiga. Foi construído no século V A.C., em homenagem à deusa Atenas, considerada deusa protetora da cidade. A decoração com as esculturas foi finalizada no ano de 432 antes de cristo e até hoje está lá de pé, podendo ser visitado por nós. É realmente um privilégio poder conhecer esse lugar!

Teatro Herodes Atticus
Teatro Herodes Atticus
Aos pés do imponente Parthenon
Aos pés do imponente Parthenon

Horário de funcionamento da Acrópole: de 08:00h às 20:00h de abril a outubro, nos demais meses, de 08:00h às 15:00h.

Booking.com

Ágora Romana e Biblioteca de Adriano

Saindo da Acrópole fomos caminhando até esses dois monumentos, que ficam atrás da Praça Monastiraki. Os ingressos para visitação estão incluídos no ingresso da Acrópole. Ágora Antiga foi construída entre 19 e 11 a.c., com doações de Julio Cesar, substituindo a ágora antiga, como centro administrativo e comercial após invasão de inimigos. Já a biblioteca de Adriano foi construída em 132 d.c., pelo imperador Adriano.

Remanescentes da Ágora Romana no meio do bairro de Plaka
Remanescentes da Ágora Romana no meio do bairro de Plaka

Ágora Antiga e Templo de Hefesto

Continuando nossa caminhada, chegamos à Ágora Antiga, que é um dos espaços mais importantes da antiguidade. Eram ali que ficavam os prédios da administração pública, atividades comerciais e sociais. A maioria dos prédios, hoje em ruínas, são do século II d.c. Além dessas ruínas, é possível visitar ali a Estoa de Átalo, um grande prédio que hoje abriga um museu com peças e esculturas da antiguidade e o Templo de Hefesto, que é o templo grego mais bem preservado do mundo, conservando até hoje colunas e teto originais. Foi um dos mais lindos na minha opinião!

Templo de Hefesto
Templo de Hefesto

Rua Adrianou

Saindo dali caminhamos pela Rua Adrianou, uma rua agradável e cheia de restaurantes e acabamos almoçando por ali, num restaurante barato e extremamente gostoso.

Praça Monastiraki

Seguindo nossa caminhada, passamos pela Monastiraki, uma das principais praças de Atenas, onde de um lado tem uma igreja ortodoxa e do outro um mercado de pulgas. O mercado, nada mais é que um grande bazar ao ar livre, onde é possível comprar dos mais diversos suvenires. Apesar de achar que valeu a pena ter conhecido o mercado, os vendedores eram um pouco chatos e insistentes, além disso, achei a frequência meio estranha nessa região, valendo ficar alerta nas bolsas!

Praça Monastiraki
Praça Monastiraki

Museu da Acrópole

Por último, nesse primeiro dia, fomos fazer uma visita ao Museu da Acrópole. Uma visita ao museu antes ou depois de uma visita à Acrópole ajuda a entender a grandeza de tudo que se vê nessa cidade, cercada de história por todos os lados. No térreo do museu, um piso de vidro mostra que o museu foi construído sobre escavações de antigas casas de atenienses que moravam na parte baixa da cidade.

O acervo do museu consiste basicamente de achados arqueológicos da própria Acrópole, que começaram a ser reunidos com escavações no século XIX. O primeiro andar é dedicado a monumentos pertencentes aos templos de Erecton e de Atena Nike. Já o terceiro andar é todo dedicado ao Partenon, com peças inteiras de paredes e esculturas que com o tempo foram sendo removidas do templo. Nesse andar tinha também uma sala de vídeo, onde passava um pequeno filme que contava a história do Partenon, mostrando como ele era originalmente, com cores vivas e a grande estátua de Atena. O vídeo mostra também como cada invasão deixou sua marca no templo, até ele chegar ao que vemos hoje.

No segundo andar do museu tem um restaurante, praticamente aos pés da Acrópole. Ao término da visita paramos ali para tomar um chocolate gelado e apreciar o anoitecer!

Assim terminou nosso primeiro dia! À noite fomos jantar no rooftop do nosso hotel, que foi mais um programa muito gostoso, fechando bem esse primeiro dia!

Dia 02

Arco de Adriano e Templo de Zeus

No segundo dia, saímos do hotel e caminhamos em direção ao Arco de Adriano, mais um cartão postal de Atenas, um grande portal, construído em homenagem ao imperador Adriano, por volta de 132 d.c.

Ao lado do arco fica o templo de Zeus (o ingresso para o templo é o mesmo ingresso da Acrópole). Chegamos ao templo bem cedo, por volta de 9h e foi a melhor coisa que fizemos, pois além de ainda estar vazio a essa hora, a região é bem quente e sem nenhuma sombra, então aconselho visitá-lo pela manhã, pois o sol em Atenas é de rachar.

Templo de Zeus
Templo de Zeus

Jardim Nacional e Syntagma Square

Saindo do templo de Zeus, fomos caminhando pelo jardim nacional, o maior parque público de Atenas. Lá dentro, passamos pelo Zappeion, um imponente edifício, que funciona como um centro de convenções, onde geralmente acontecem reuniões e cerimônias.

Continuando a caminhada chegamos até a praça Syntagma. A praça, além de ser um dos pontos turísticos de Atenas, é uma das principais praças da cidade, servindo de palco de muitas manifestações populares, por estar localizada em frente ao Parlamento. Além disso, diariamente é possível obervar ali a troca da guarda, que acontece a cada hora. Assim que chegamos tinha acabado de começar uma troca. Ficamos ali uns 10 minutos assistindo e continuamos nossa caminhada.

Troca da guarda em frente ao Parlamento
Troca da guarda em frente ao Parlamento

Monte Lycabettus

Saindo da Syntagma, caminhamos em direção ao bairro de Kolonaki, um charmoso bairro classe alta de Atenas, cheio de cafés, prédios residenciais e inúmeras flores, até chegar ao monte Lycabettus. Com 280m de altura, o monte é o ponto mais alto da cidade e oferece uma visão privilegiada de Atenas. Para chegar ao topo é possível ir a pé ou pegar um teleférico que custa €7,00. Nós preferimos pegar o teleférico, pois estava muito quente e já estávamos há muito tempo caminhando. Para chegar à bilheteria do teleférico, subimos por uma escadaria na Rua Ploutarchou, a partir da Avenida Leof. Vassilissis Sofia. Na verdade não é bem um teleférico, é uma espécie de bondinho e o trecho de subida é curto e fechado.

Lá em cima é possível ver todos os pontos turísticos da cidade, inclusive a Acrópole, com uma visão 360° da cidade. Além disso, tem uma linda capela do século XIX dedicada a São Jorge e um delicioso restaurante, Orizontes, onde é possível almoçar ou jantar vendo a cidade de cima. Tínhamos lido que é lindo assistir ao pôr do sol lá de cima, mas acabamos optando por ir mais cedo e assistir ao pôr do sol de outro lugar.

A comida no restaurante estava maravilhosa e o preço foi ótimo. Alexandre pediu um Souvlaki, típico “fastfood” grego, uma espécie de churrasquinho de frango servido com pão pita, salada, batata frita e molho tzatziki (a base de iogurte, pepino e alho, divino). Você não pode deixar de provar pelo menos um desse quando estiver pela Grécia. Já eu pedi um Dakos, uma espécie de “bruschetta” grega, um pão torrado, coberto por um delicioso queijo feta cremoso, tomates picados, azeitonas, azeite, orégano e um tempero maravilhoso que só os gregos sabem fazer.

No alto do Monte Lycabettus
No alto do Monte Lycabettus
Nosso delicioso Dakos no restaurante Orizontes
Nosso delicioso Dakos no restaurante Orizontes

Estádio Panatenaico

Quando descemos do Monte Lycabettus, caminhamos novamente margeando os Jardins Nacionais, até chegar ao Estádio Panatenaico. O ingresso para a visita custa €10,00 e foi um dos passeios mais legais que fizemos na cidade. O passeio é todo narrado em um áudio-guia, incluído no valor do ingresso, onde é possível se encantar ainda mais com a beleza e os segredos escondidos por trás do Estádio.

No alto da arquibancada do Estádio Panatenaico. Passeio imperdível em Atenas!
No alto da arquibancada do Estádio Panatenaico. Passeio imperdível em Atenas!

Monte Filopappos

Saindo do Estádio, fomos caminhando até o monte Filopappos, também conhecido como Monte das Musas. Localizado a sudoeste da Acrópole, é também um bom lugar para assistir ao pôr do sol. Preferimos assistir aqui ao invés do Lycabettus, pois já estaríamos mais perto da região do nosso hotel para voltar já à noite.

Para chegar ao alto do monte subimos uma pequena trilha, nada demais, cerca de 10 minutos caminhando por dentro de um parque e apesar de não ser muito sinalizado não tem como errar, vários caminhos levam ao topo! Ficamos ali um tempo apreciando a vista e esperando pelo pôr do sol, que foi lindo!

Vista do Monte Filopappos
Vista do Monte Filopappos

A noite saímos para jantar na região de Plaka mesmo, o que não faltam ali são bons restaurantes!

Dia 03

Caso você tenha mais um dia em Atenas, acho que vale a pena conhecer a região litorânea da cidade, que foi o que fizemos na segunda parte da nossa estada por lá. Mesmo depois de ter conhecido tantas praias nas ilhas gregas, eu ainda quis conhecer mais uma em Atenas e achei que valeu a pena!

No nosso terceiro dia na cidade, que foi no final da viagem, depois que retornamos das ilhas, resolvemos pegar aqueles ônibus turísticos “hop-on hop-off”. Existem basicamente 3 linhas desse ônibus, uma que faz os principais pontos turísticos históricos, que fizemos todos a pé nos primeiros dias, uma segunda que deixa no porto Piraeus e a terceira linha que leva para a região litorânea.

Como as praias são um pouco afastadas do centro resolvemos pegar esse ônibus, que foi ótimo, pois acabamos passando por todas elas e tendo uma visão geral do litoral de Atenas. Pagamos €13 num ticket válido por 24 horas (tinha também a opção de 48 ou 72 horas). Escolhemos parar na Kavouri Beach e ficamos a manhã toda por lá. Claro que as praias de Atenas não são tão bonitas quanto as praias das ilhas, mas foi uma experiência legal se você tiver um tempinho sobrando como a gente teve!

Um mergulho no mar de Atenas para fechar a viagem!
Um mergulho no mar de Atenas para fechar a viagem!

Na volta almoçamos novamente em Plaka e visitamos o Jardim Botânico de Atenas. Depois de caminhar um pouco por dentro do parque, retornamos ao nosso hotel e ficamos aproveitando a hidromassagem com vista para a Acropole!

Jardim Botânico
Jardim Botânico

No dia seguinte bem cedo pegamos nosso voo de volta ao Rio e assim encerrou essa viagem maravilhosa a esse pedaço do paraíso que é a Grécia. Um país que deixou muitas saudades e que com certeza voltaremos!

Agora que vocês já sabem o que fazer em Atenas, acompanhem todo o nosso roteiro de viagem na Grécia e participem deixando seus comentários. Vamos adorar responder.

Roteiro da Grécia – Índice de Posts

Guia Completo da Grécia – todas as matérias em um só lugar

Planejamento de viagem a Grécia – Como organizar seu roteiro

Roteiro da Grécia – O que fazer em Atenas

Guia da Kefalonia, uma ilha jônica especial na Grécia

Zakynthos e a icônica Navagio Beach na Grécia

Santorini: guia de praias e o mais lindo pôr do sol da Grécia

Roteiro das praias mais lindas de Milos, na Grécia

O que fazer na badalada Mykonos (praias e festas)

Curiosidades e Fatos Históricos da Grécia Antiga

Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este site é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.
  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.
  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.
  • GANHE 179 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$179 de desconto na sua primeira reserva acima de R$250. Aproveite!
  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.
  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM



Denunciar

Curtiu essa matéria?

Escrito por Mariana Macedo

Mariana Macedo é dentista, carioca, uma pessoa alto astral, de bem com a vida, que ama estar com os amigos. Apaixonada por fotografia, pôr do sol, mar, natureza, trilhas e novas experiências, não pensa duas vezes quando o assunto é viajar. Seu lema é aproveitar ao máximo cada momento! Siga no Instagram @mariandrademacedo

Comentários

Deixe um comentário

3 Pings & Trackbacks

  1. Pingback:

  2. Pingback:

  3. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0
Esse pôr do sol da Grécia vai deixar saudades, esse da Megali Ammos Beach foi um dos melhores da viagem

Como organizar uma viagem dos sonhos às Ilhas da Grécia

Chegando em Myrthos pela estrada já é possível ver toda sua beleza!

Roteiro da Grécia – O que fazer em Kefalonia