in

10 motivos para visitar Olinda – PE

Guarda-chuva típico do Carnaval de Olinda
Guarda-chuva típico do Carnaval de Olinda

Olinda está ali do ladinho de Recife, mas muita gente passa pela capital pernambucana sem conhecer uma das cidades coloniais mais preservadas do Brasil.

A lenda popular garante que Olinda teve seu nome escolhido depois que o fidalgo português Duarte Coelho, primeiro donatário da Capitania de Pernambuco, olhou em sua direção e disse, admirado: “Ó, que lindo lugar para se construir uma vila!”.

Lendas à parte, a verdade é que Olinda, a apenas sete quilômetros de Recife, é uma beleza rara. Segunda cidade brasileira a ser declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, em 1982, Olinda é também uma das cidades coloniais mais preservadas do Brasil.

Listamos abaixo dez motivos para você conhecer (e se encantar) por essa bela cidade.

1 – O Carnaval

A rivalidade com o também famoso Carnaval de Salvador é grande, mas a simplicidade que norteia a folia em Olinda, sem abadás caríssimos e afins, conquistou até o baiano Caetano Veloso, que nos últimos anos foi visto pelas ladeiras da cidade, no meio dos foliões. Aqui é proibido axé e a brincadeira é ao som do frevo e das marchinhas. Muitos blocos saem às ruas, com seus bonecos gigantes e suas fantasias irreverentes. Apesar da superfama de Caruaru, vale também curtir de perto o São João de Olinda.

Olinda-bonecos-gigantes

2 – Bater perna no centro histórico

É preciso muita disposição, mas o passeio vale a pena. Quase um terço da área total do município é tomado pelo centro histórico, um dos mais preservados do Brasi e declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1982. Entre as construções que valem uma visita estão a Catedral de Olinda (Igreja da Sé), o Mosteiro de São Bento, o Convento de São Francisco, a Igreja de Nossa Senhora das Neves, a Igreja de Nossa Senhora do Carmo, entre tantas outras.

3 – Comprar peças do belo artesanato

Não tem como visitar Olinda e não ter vontade de voltar para casa com, pelo menos, uma peça do colorido artesanato local. A cidade tem, ainda, muitos artistas que abrem seus ateliês à visitação, além dos que trabalham ao ar livre, para alegria dos turistas. Para visitar estandes com várias peças, vale ir a dois lugares: o Mercado da Ribeira (Rua Bernardo Vieira de Melo, s/n°), onde funcionam várias galerias de artesanatos, oficinas de entalhadores, gravuras e pinturas, e o Mercado Eufrásio Barbosa (Praça do Varadouro, s/n – Varadouro), com lojas de artesanato abertas de segunda a sábado, das 9 às 18h.

4 – Comer tapioca no Alto da Sé

No alto da Sé, ponto turístico obrigatório em Olinda, cerca de 35 mulheres vendem tapioca para todos os gostos. Vai ser impossível resistir, acredite. A tradicional tapioca, alimento de origem indígena a base de fécula de mandioca, é o sabor desse belo lugar da cidade, com direito a vista para o mar e para Recife. Vendida a cerca de R$ 5, a tapioca é servida com manteiga ou com queijo de coalho e coco ralado.

Olinda-tapioca

5 – Visitar o Museu do Mamulengo
Rua de São Bento, 344 / (81) 3429-6214

Com acervo formado por mais de 1500 bonecos mamulengos (bonecos rústicos feitos de madeira e manipulados com as mãos), o Museu do Mamulengo é parada obrigatória. Cerca de duas mil pessoas visitam o local todos os meses. As exposições são montadas de acordo com a época do ano. Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 10 às 17h.

6 – Passear no Largo do Varadouro

Reinaugurado em 2008, o Largo do Varadouro fica em frente ao Mercado Eufrásio Barbosa. O local, destinado a apresentações culturais, é também um passeio público. Localizado no Polígono Tombado do Sítio Histórico de Olinda, até o começo dos anos 80 era também o principal acesso a ele.

Booking.com

7 – Ver de perto os bonecos gigantes

Eles animam o Carnaval, aparecem no São João e são a cara de Pernambuco. Se sua visita não for em época de desfile dos bonecos pelas ladeiras de Olinda, vale uma esticadinha até Recife para visitar o museu onde eles ficam expostos.

8 – Curtir um sol na Praia do Bairro Novo

A Praia do Bairro Novo é a mais badalada de Olinda. O calçadão também é movimentado, usado pelos moradores da região para caminhadas e passeios de bicicleta. No final de semana, o trecho mais movimentado é o que fica próximo ao antigo quartel. Nas proximidades da praia, há pousadas, bares e restaurantes.

9 – Badalar na Rua do Amparo

Quer ver gente? Vá passear na Rua do Amparo. Restaurantes, bares, pousadas, ateliês e museus fazem parte do cenário dessa rua no centro histórico de Olinda.

10 – Voltar no tempo no Mosteiro de São Bento
Rua de São Bento, s/n – Varadouro.

Juntamente com a igreja de São Bento, o mosteiro forma um importante complexo arquitetônico barroco em Olinda. O segundo construído no Brasil, o Mosteiro de São Bento data do século 16. Sua sacristia é a mais rica entre as igrejas da cidade. Horário de visitação: das 8h30 às 11h30, e das 14h30 às 17h. Aos sábados tem missa às 6h30 e às 18h.

Mosteiro de São Bento em Olinda
Mosteiro de São Bento em Olinda

Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este site é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.
  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.
  • GANHE 179 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$179 de desconto na sua primeira reserva. Aproveite!
  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM



Denunciar

Curtiu essa matéria?

Escrito por Mauricio Oliveira

Maurício Oliveira é social media expert, fotógrafo, videomaker, consultor de turismo, blogueiro, influenciador e empreendedor. CEO do Trilhas e Aventuras, conta suas experiências de viagens no blog Viagens Possíveis e criador de inovadoras ações de marketing de turismo, o BlogTur. Especialista em Expedições na Rota das Emoções e Lençóis Maranhenses. Ama o que faz no seu trabalho e nas horas vagas também gosta de viajar. Siga no Instagram, curta no Facebook, assista no Youtube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Salto do Apucaraninha, em Londrina

10 motivos para ir a Londrina – PR

Praia dos Castelhanos, em Ilhabela

Praias, cachoeiras e o que fazer em Ilhabela