in , , ,

Roteiro de viagem da Cidade do México

A Cidade do México vai te surpreender

Hummmm… Por que passar as férias em uma cidade com trânsito caótico, poluição, clima seco e alta densidade populacional? No caso do aventureiro do Trilhas e Aventuras gostar de história, cultura, monumentos, museus e igrejas, poderá passar facilmente por cima desses inconvenientes, comuns às grandes cidades do Brasil, e se surpreender com o que a Cidade do México tem a oferecer.

UM RESUMÃO DA ENORME CIDADE
Conhecendo a Cidade do México

Nada melhor do que começar a visita pelo centro histórico da cidade, que tem como marco principal a praça Zócalo, localizada onde em tempos pré-hispânicos ficava Tenochtitlán, capital da civilização asteca, destruída pelos espanhóis. A praça é rodeada por prédios coloniais espanhóis e edifícios administrativos, como a sede do Poder Executivo Federal, e o edifício do Governo do Distrito Federal, sede do Poder Executivo.

cidade-do-mexico02O monumento mais importante é a Catedral Metropolitana da Cidade do México, cuja construção começou em 1573 e levou mais de dois séculos para ser finalizada. Ao lado da catedral ficam as ruínas do Templo Maior, construído pelos astecas e descoberto somente em 1978.

No Zócalo o turista pode fazer uma limpeza espiritual, oferecida por descendentes de índios, que benzem os interessados com lavanda e plantas, como o copal – resina extraída de um pinheiro e que, segundo a lenda local, foi retirada da árvore da vida que o Deus da Terra presenteou para a humanidade em forma do sangue vital.

Bem próximo ao centro histórico está o belíssimo Palácio de Bellas Artes, palco de exposições e peças de teatro. Com uma bela fachada em mármore branco, a cúpula do prédio é coberta com uma cortina de mosaicos, da centenária joalheria Tiffany, com mais de um milhão de peças de cristal. Na Torre Latinoamericana, edifício com quase 200 metros e 44 andares, tem-se a melhor vista da cidade.

A maior prova do fervor religioso dos mexicanos acontece na Basílica de Guadalupe, erguida em homenagem à santa que no México tem o mesmo status de Nossa Senhora Aparecida no Brasil. Em 12 de dezembro, dia de Nossa Senhora de Guadalupe, a basílica recebe cerca de 7 milhões de fiéis. Em dias normais, o local vira praticamente um acampamento de fiéis, que passam o dia na área externa – onde se encontra a antiga basílica, a nova e ainda uma capela, além de um belíssimo jardim.

cidade-do-mexico03A antiga basílica, escorada em seu interior por estruturas metálicas, está em restauração e pode-se facilmente ver que está inclinada, como a Torre de Pisa, na Itália. A igreja já afundou cerca de quatro metros. Praticamente todos os monumentos históricos da Cidade do México passam por reformas.

Construída onde antes ficava um vale repleto de lagos, a cidade está afundando lentamente. Grande parte dos artefatos encontrados em escavações arqueológicas pode ser vista no Museu Nacional de Antropologia, localizado no enorme Parque de Chapultepec, outro ponto turístico imperdível.

Mas o grande ponto turístico próximo à Cidade do México são as Pirâmides de Teotihuacan, um sítio arqueológico localizado a 40 quilômetros da capital. Declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1987, e maior cidade conhecida da época Pré-Colombiana na América, o local é composto por duas grandes pirâmides (da Lua e do Sol), e pela calçada dos mortos, além de museus e lojas.

Não é exagero dizer que o povo mexicano e tão ou mais fanático por futebol do que o brasileiro, o que pode ser visto nas camisas usadas nas ruas e também nas conversas com os mexicanos. Mas além do futebol, os mexicanos são fissurados por luta livre, mistura de esporte e teatro.

O Estádio Coliseu – uma espécie de La Bombonera da luta livre – fica lotado nas tardes de domingo pela fanática torcida. Na rua, dezenas de ambulantes vendem fotos e réplicas das máscaras usadas pelos lutadores. O grande astro do momento – adorado por crianças e adultos – é o lutador Místico, que pode ser visto em camisetas, faixas e máscaras, e realmente dá um show no ringue, esbanjando habilidade.

Para quem gosta de fazer compras, a dica é o belo e arborizado bairro Zona Rosa, onde estão as lojas das mais famosas grifes. O La Condesa é o bairro boêmio, com bares, restaurantes e pubs.

cidade-do-mexico01

CENTRO HISTÓRICO
Política, Igreja e Ruínas

A Plaza de la Constituición, ou Zócalo, o centro histórico e marco zero da Cidade do México, não é só uma das maiores praças do mundo, mas contém todos os símbolos históricos, políticos e sociais do país.

A praça ostenta uma imponente bandeira mexicana no centro e é rodeada pela Catedral Metropolitana, pelo Palácio Nacional, além de outros prédios públicos, restaurantes, lojas e feiras. Ao lado há um templo asteca e as ruas estão repletas de ambulantes vendendo todo tipo de produto típico do folclore mexicano.

A sede do governo é o símbolo da dominação do espanhol Hernán Cortés sobre a cidade asteca de Tenochtitlán e seu imperador, Montezuma. Cortés soterrou o palácio de Montezuma e construiu a sua casa em cima, em modelo renascentista.

No interior do prédio que abriga o gabinete do presidente estão pintados diversos murais de Diego Rivera, que retratou entre 1929 e 1935 sua visão da história do país.

As obras foram feitas após a Revolução Mexicana e os murais mostram uma visão engajada da história, ilustrando um conflito entre “heróis” (povos pré-hispânicos, líderes da independência e revolucionários) e “vilões” (colonizadores, conservadores e capitalistas).

Nos fundos do palácio há mais uma representação do país. O jardim tem exemplares de todas as espécies de cacto do México.

A Igreja representa o poder do catolicismo no país, onde nove em cada 10 habitantes são católicos. Ela, assim como várias outras construções da região, está sofrendo afundamento.

Em uma das esquinas do Zócalo está o Templo Mayor, que foi aterrado, assim como a casa de Montezuma, para a construção da cidade espanhola em 1521.

O templo ficava no centro de Tenochtitlán e só foi descoberto em 1978. O edifício religioso foi construído pelos astecas nos séculos 14 e 15, no local onde, segundo a lenda, eles haviam visto uma águia comendo uma serpente em cima de um cacto. O trio está representado na bandeira do país.

Os dois templos que ficam no topo da construção homenageiam os deuses da guerra, Huitzilopochtli, e da chuva e da água, Tlaloc. Diz a lenda que os astecas costumavam “acalmar” os deuses com sacrifícios humanos.

Pelos calçadões da praça se espalham os camelôs vendendo desde as mais típicas lembrancinhas do país a filmes fotográficos e aparelhos eletrônicos.

Pessoas tocando músicas locais, índios com incenso e até mesmo uma barraquinha do Exército Zapatista de Libertação Nacional (EZLN), do sub-comandante Marcos, também estão presentes. Qualquer semelhança com o viaduto do Chá e a praça da Sé não é mera coincidência.

cidade-do-mexico13

Ruínas astecas

Tenochtitlán, a capital do império asteca, foi construída em uma ilha do lago Texcoco. Ao ser invadida e conquistada pelos espanhóis, ela foi destruída para a construção da nova cidade. O local se tornou a Plaza de la Constituición, ou Zócalo, e guarda embaixo de seus edifícios as ruínas astecas.

Os espanhóis usaram as pedras de Tenochtitlán para fazer as novas obras e acabaram aterrando o lago para ampliar o território.

O ato expansionista causou um dos principais problemas da cidade: ela está afundando. O aterramento do Texcoco criou um solo instável e frágil. A terra não suporta o peso das construções e vários prédios, igrejas, monumentos e até mesmo as ruas apresentam desnível e rachaduras.

Os danos se estendem por toda a cidade. No Paseo de la Reforma, por exemplo, o monumento a la Independencia submerge 2 cm por ano e já afundou 36 metros. Quando foi erguido, em 1910, a base ficava à beira da rua. Com o desnível, o governo começou a colocar degraus de pedra embaixo do monumento para retardar seu afundamento.

Até mesmo a Basílica da Virgem de Guadalupe e as demais igrejas do local, que ficam ao norte da cidade e no fim do lago, apresentam trechos com desnível.

Mas o Zócalo é mesmo a região mais afetada. Atrás da Catedral há vários prédios com fortes rachaduras causadas em razão dos problemas do solo e também em decorrência do terremoto de 1985, que matou 9.000 pessoas na cidade.

AS PIRÂMIDES
As famosas construções Astecas

cidade-do-mexico04As famosas pirâmides do México podem ser encontradas a 50 km ao norte da capital, em Teotihuacan, cujo significado é “o local onde os homens se tornam deuses”. A cidade é uma das mais impressionantes do mundo antigo, foi fundada antes da era cristã e chegou a ter mais de 125 mil habitantes.

Os teotihuacanos, como foram chamados pelos astecas [até hoje não se sabe muito sobre este povo], foram um das civilizações mais avançadas daquele tempo e do posterior também. As técnicas de construção de pirâmides, a expansão territorial e o comércio foram passados até os astecas.

O ápice ocorreu nos anos 400 e 500, mas por volta dos anos 650 ela sucumbiu. Não se sabe muito bem o que causou seu lento desaparecimento, mas aparentemente a cidade esgotou os seus recursos ou foi atacada por povos nômades.

Quando os astecas chegaram à região, consideraram Teotihuacan uma cidade sagrada construída pelos deuses ou por gigantes. Os templos e pirâmides do sítio arqueológico refletem a grandiosidade desse povo, mas ainda não revelou a história deles.

Para explorar o local, os visitantes devem estar dispostos a caminhar por terrenos irregulares e subir escadas a uma altitude de 2.300 metros, sem contar o sol forte que ilumina Teotihuacan quase todos os dias. No verão é possível também pegar chuva.

Não se esqueça do protetor solar, do chapéu e de sapatos confortáveis. A caminhada é grande e as escadas que levam ao alto das pirâmides parecem não acabar, mas vale a pena. A vista é deslumbrante e você se sente no meio da história dos teotihuacanos lá de cima.

Diz a lenda que a pirâmide da Lua suga a energia das pessoas e a do Sol, revigora. Portanto, comece o trajeto pela Lua e depois, pelo Sol. Quem sobe percebe a diferença. A segunda é cerca de 20 metros maior que a primeira, mas elas praticamente têm a mesma altura em razão do desnível do solo.

A Pirâmide do Sol foi encontrada pelos arqueólogos em 1971 e em 98 foram achados vestígios humanos e oferendas na pirâmide da Lua.

Mas antes de fazer a escalada, conheça as ruínas das casas e também o Palácio Quetzalpapalotl, um labirinto de templos e residências que foi se formando com o passar dos séculos. Os pesquisadores descobriram que todas as construções tinham belas pinturas com fortes cores, mas, com o tempo, sobrou pouca coisa.

HISTÓRIA ASTECA
Um povo pouco conhecido

Reza a lenda que uma tribo nômade de Aztlán, norte do México, vagava em busca de uma terra ideal, que um dia seria um grande império. Os astecas foram aconselhados pelo deus Huitzilopochtli a se fixar em um local onde encontrassem uma águia pousada em um cacto devorando uma serpente.

A lenda conta que a imagem, hoje reproduzida na bandeira do México, foi vista em uma ilha no meio do lago Texcoco, cercado pelos vulcões Iztaccíhuatl e Popocatépetl. Assim nasceu, em 1325, Tenochtitlán, a cidade sagrada dos astecas e hoje a Cidade do México.

O povo guerreiro, que acreditava ser incumbido de uma missão divina, logo expandiu seu território e se tornou um império centralizado, hierarquizado e com um código de guerra.

cidade-do-mexico07Os astecas dominaram o sul, o leste e passaram a controlar grande parte do centro do país. Os prisioneiros dos permanentes conflitos eram sacrificados para agradar os deuses, o que servia para aterrorizar os inimigos e sustentar o império.

Quando os primeiros espanhóis chegaram ao país, encontraram mais de 3.000 anos de história de um povo totalmente consolidado. Os primeiros habitantes, os olmecas, haviam feito suas primeiras aldeias por volta de 2.000 a.C e o império asteca, na ocasião, era enorme.

Os espanhóis se uniram aos povos dominados e, liderados por Hernán Cortés, seguiram para Tenochtitlán, onde foram capazes de derrotar o poderoso império de Montezuma 2.

A Cidade do México foi criada em 1521 após os conflitos sangrentos. Cortés ordenou que toda a cidade fosse destruída e que uma nova fosse construída com as pedras das obras astecas. E para completar o seu imperialismo, Cortés ainda destruiu o palácio de Montezuma e ergueu o seu em cima.

O povo mexicano passou os 300 anos seguintes absorvendo o modo de vida espanhol. Os índios foram subjugados, aceitaram o deus cristão sem abandonar suas antigas crenças, trabalhavam em fazendas espanholas e ainda pagavam impostos.

Somente no século 19, com a influência das guerras napoleônicas, foram desencadeadas lutas pela independência no México, alcançada em 1821.

Quase um século depois, em 1910, foi feita a Revolução Mexicana, que destronou o presidente Porfírio Dias após 16 mandatos seguidos. Dias havia causado insatisfação ao tirar as terras dos camponeses. A revolta popular foi liderada por Emiliano Zapata e Pancho Villa.

Até hoje, o índio, apesar de ser maioria do país, ainda é inferiorizado. Sua cultura é preservada, até pela importância turística que ela tem, mas os índios vivem marginalizados e México tem sérios problemas sociais em razão disso.

ROTEIRO COMPLETO
Leve este guia debaixo do braço

A lista é grande, mas não assusta. A Cidade do México é assim mesmo: grande, confusa e extremamente instigante. Vale a pena a visita em grande parte dos lugares que vamos sugerir abaixo. Confira:

Antiguo Colegio de San Ildefonso
Um edifício colonial, inicialmente foi uma escola Jesuíta para os filhos de ricos no século 18. Hoje um excelente museu. US$ 3,50, de graça às terças. Ter-Dom 10-18. Zócalo. Calle Justo Sierra, 16. tel. 55/5789-0485

Bosque de Chapultepec
Espaço de 1.600 acres, traz muitas pessoas para aproveitar o verde, já tendo sido habitado por Astecas.

Casa de Los Azulejos
Vale a pena conhecer a arquitetura dessa construção. Hoje é ocupada pela Sansborns, restaurante e loja. Diariamente 7-1 madrugada. Bellas Artes. Calle Madero, 4 tel. 55/5512-9820 ext 103

Castillo de Chapultepec
Já foi palácio Asteca, hoje aberto a visitação, incluindo um museu. USD 3,70 Ter-Dom 9-16:30, Section 1, tel. 55/5241-6224

Catedral Metropolitana
A maior e mais antiga catedral da América Latina, construída no século 16, mistura estilos barrocos e neoclássicos. Tem 5 altares e 14 capelas. Ela começou a afundar por conta da fundação, e foi estabilizada em 2000. Diariamente 7-19. Zócalo.

Centro de la Imagen
Museu de Fotografia. Entrada Franca, Ter-Dom 11-18, Balderas. Plaza de la Ciudadela, 2 tel. 55/9172-4724

El Papalote, Museo del Niño
Museu com 5 seções, dividido em: Mundo, Corpo Humano, Ciência, Comunicação e Expressão. Tem cinema iMAX, loja e restaurante. USD 6,00. Seg-Sex 9-13 e 14-18, Sab-Dom 10-14 e 15-19. Constituyentes, Av. Constituyentes, 268, Section 2, tel. 55/5237-1781 / 1700

Iglesia de San Francisco
No local onde foi o primeiro convento Mexicano em 1524, foi construída no século 18. Diariamente 7-20:30, Bellas Artes, Calles Madero e 16 de Setembro.

Jardin Centenario
Jardim com árvores, fonte e cafés, um local agradável para sentar e olhar o movimento. Entre Calle Centenario. Av. Hidalgo e Caballo Calco.

Monumento a la Independencia
Coluna Coríntia com um anjo de ouro em seu topo, construído para celebrar o centenário da guerra da independência. Sob o pedestal estão os restos mortais dos heróis. Insurgentes.

Museo de Arte Carrilo Gil
Coleção privada com pintores mexicanos e alguns europeus. USD 1,50. Ter-Dom 10-18. MA de Quevedo, Av. Revolución, 1608, tel. 55/5550-1254

Museo de Frida Kahlo
Museu que tem pinturas de Kahlo, sendo que 55 auto-retratos. USD 3,00. Ter-Dom 10-17:45. Viveros, Londres, 247 na Calle Allende, tel. 55/5554-5999

Museo de Leon Trotsky
Foi onde Leon Trotsky viveu e foi assassinado, um dos maiores figurões russos. A porta para seu quarto requer que você abaixe para entrar, e tem marcas de balas da primeira tentativa de assassinato. USD 3,00. Ter-Dom 10-17, Viveros, Rio Churubusco, 410 tel. 55/5658-8732

Museo del Anahuacalli
Museu de Diego Rivera, com artefatos pré-Colombiano. USD 3,00. Ter-Dom 10-18, Calle del Museo, 150, tel. 55/5617-4310 ou 3797

Museo José Luis Cuevas
Museu com mostras de arte moderna. USD 1,00. Ter-Dom 10-17:45. Zócalo, Academia 13, Calle Moneda, tel. 55/5522-0156

Museo Mural Diego Rivera
Museu que tem o Mural Controverso, que sobreviveu ao terremoto de 1985. USD 1,00. Ter-Dom 10-18, Hidalgo, Colón 7, na Calle Balderas, tel. 55/5510-2329

Museo Nacional de Antropologia
Das melhores coleções do mundo. Para visitá-lo com calma, no mínimo um dia inteiro é necessário. USD 3,80, Ter-Dom 9-19, Auditorio. Paseo de la Reforma, Calle Gandhi, Section 1, Tel. 55/5286-2923

Museo Nacional de Arte (Munal)
Museu de arte, num edifício neoclássico, abrange praticamente todos os períodos da arte mexicana. Entrada Franca. Ter-Dom 10:30-17:30. Bellas Artes ou Allende. Calle Tacuba, 8 Tel. 55/5130-3400

Museo Nacional de Culturas Populare
Museu muito bom, com performances de danças, apresentações. Entrada Franca. Ter-Qui 10-18, Sex-Dom 10-20, Viveros. Av. Hidalgo, 289, Calle Allende, tel. 55/9172-8840

Museo Tamayo Arte Contemporâneo
Museu que tem obras de artistas Mexicanos, e da coleção pessoal de Tamayo, contendo Picasso, Miró entre outros. USD 1,50, Ter-Dom 10-18, Chapultepec, Paseo de la Reforma, Calle Gandhi, Section 1. Tel. 55/5286-6519

Museu Casa Estudio Diego Rivera Y F
Museu dedicado a esses pintores, a casa em si é de arquitetura notável. USD 1,00. Ter-Dom 10-18, Calle Diego Rivera, tel. 55/5616-0996 / 1518 / 1189

Palacio de Bellas Artes
Casa de shows construída no começo de 1900, de mármore branco. Só terminou 30 anos depois do início de sua construção. USD 3,00. Ter-Dom 10-17:50, Bellas Artes. Eje Central Lázaro Cárdenas e Av. Juarez, tel. 55/5512-3633

Palacio de Iturbide
Construído em 1780, em estilo barroco, foi residência de um dos heróis da independência, Agustin de Iturbide. Diariamente 10-19, entrada franca. Bellas Artes, Calle Madero, 17. Tel. 55/1226-0281

Palacio Nacional
Datado de 1693, hoje é casa do governo. Entrada Franca, leve um documento. Seg-Sab 9-18, Dom 9-14, Zócalo.

Plaza de Santo Domingo
Foi o centro intelefctual na era colonial. Hoje abriga o Portal de los Evangelistas, o Palacio de la Escuela de Medicina Mexicana e a igreja Santo Domingo.

Plaza San Jacinto
No coração de San Angel, tem o Bazar Sábado que ocorre todos os sábados. MA de Quevedo.

Templo Mayor
As ruínas Astecas foram descobertas por engano por operários telefônicos. Interessantíssimo. USD 3,80. Ter-Dom 9-17. Zócalo, Seminario 8, tel. 55/5542-4784

Torre Latinoamericana
Esse arranha céus de 47 andares, o maior da capital, foi construído em 1956. Tem um aquário no 38 andar, com tubarões e crocodilos. USD 4,00, diariamente 9:30-22. Bellas Artes. Eje Central Lázaro Cárdenas 2, Calle Madero. Tel. 55/5521-0844
Zócalo 3.9 Essa praça é a maior do hemisfério oeste da terra.

Zoológico de Chapultepec
Aberto em 1920, foi onde houve o primeiro Panda nascido em cativeiro, fruto de casal que foi presente da China. Entrada Franca, Ter-Dom 9-16, Auditório. Section 1, tel. 55/5553-6263 ou 5256-4104

LOCAIS PARA SE HOSPEDAR
Opções para todos os bolsos

cidade-do-mexico15Muito embora os melhores hotéis estejam localizados no Centro Histórico, na zona ROSA, no PASEO DE LA REFORMA e nas imediações do Bosque de Chapulpec, existem outras possibilidades ao sul da cidade ou nos bairros residenciais mais centrais. A hospedagem tem um toque da hospitalidade Mexicana combinada com a excelente infra-estrutura do primeiro mundo.

El Cenote Azul
Na parte sul da cidade, perto da Universidade do México. Restaurante, estacionamento, intenet, lavanderia, transfer, bar, toalhas, lockers, cozinha, telefone, 24 horas.

Hostal Cactus
Região tranquila, próxima ao aeroporto. Se não gostar, eles te levam de graça a outro local. Café da manhã incluso, restaurante, estacionamento, internet, lavanderia, toalhas, lockers, cozinha, telefone, sem curfew, churrasqueira, 24 horas.

Hostal Casa Vieja
Numa região agradável e segura da cidade. Café da manhã incluso, estacionamento, internet, lavanderia, transfer, toalhas, lockers, cozinha, telefone, 24 horas, sem curfew.

Hostal San Sebastian
Na Zona Rosa. Café da manhã incluído, restaurante, internet, lavanderia, toalhas, cozinha, telefone, 24 horas, sem curfew.

Hostel Cathedral
No centro da cidade. Café da manhã incluso, restaurante, internet, lavanderia, bar, lockers, cozinha, telefone, 24 horas, sem curfew, bicicletas.

Hostel Home
Perto da Insurgentes, avenida grande, tem internet, transfer, cozinha, telefone, 24 horas, sem curfew.

Hostel Moneda
Ótimamente conceituado, bem no centro da cidade. Café da manhã incluso, restaurante, internet de graça, lavanderia, transfer, bar, toalhas, lockers, cozinha, telefone, 24 horas, sem curfew,

La Villa H
Na Zona Rosa. Aceitam animais, café da manhã incluso, internet, lavanderia, toalhas, cozinha, telefone, 24 horas, sem curfew.

Las Dos Fridas Hostel
Na Zona Rosa. Internet, lavanderia.

Mansion Havre
Na zona Rosa, parte de negócios e diversão no centro da cidade, região segura. Café da manhã incluso, restaurante, internet, lavanderia, transfer, toalhas, cozinha, telefone, 24 horas.

Youth Hostel Virreyes
No centro da cidade, café da manhã incluso, restaurante, internet, estacionamento, lavanderia, bar, toalhas, lockers, cozinha, telefone, academia.

COMO SE LOCOMOVER NA CIDADE
Cuidado com o metrô e os táxis de rua

Não tente pegar o metrô do aeroporto. É perigoso, embora sejam muito próximos. A grande maioria dos endereços inclui Colonia, que é o bairro em que se encontra. O sistema de ônibus é largamente utilizado, mas jamais abra sua carteira nele. Separe troco nos seus bolsos, até no máximo 10 pesos, pois tem muitos trombadinhas. Isso vale para as Vans também. Dirigir aqui é uma loucura. Metrô é baratíssimo e bom, note que nas horas de pico há vagões exclusivos para mulheres e crianças, para evitar assédios.

Item (em língua local) Custo Onde Comprar
Ônibus USD 0,40 no próprio
Vans (Peseros, Combis, Micros ou Rut) USD 0,30 no próprio
Metrô USD 0,20 Guichês
Táxi Jamais pegue táxi na rua. Pegue sempre nos pontos.
Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este site é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.
  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.
  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.
  • GANHE 179 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$179 de desconto na sua primeira reserva acima de R$250. Aproveite!
  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.
  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM



Denunciar

Curtiu essa matéria?

Escrito por Mauricio Oliveira

Maurício Oliveira é social media expert, fotógrafo, videomaker, consultor de turismo, blogueiro, influenciador e empreendedor. CEO do Trilhas e Aventuras, conta suas experiências de viagens no blog Viagens Possíveis e criador de inovadoras ações de marketing de turismo, o BlogTur e o VIPBloggers. Ama o que faz no seu trabalho e nas horas vagas também gosta de viajar. Siga no Instagram e no Twitter, curta no Facebook, assista no Youtube e circule Mauricio Oliveira e Trilhas e Aventuras no Google Plus.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

Viajando barato pela Europa é em albergues

Viajando barato de mochila pela Europa

Estações de ski são diversão garantida

8 Estações de Esqui na Argentina e Chile