in

Equipamentos e acessórios para Trekking

Acessórios, pela própria etimologia da palavra, são objetos que dão melhor acesso para uma determinada atividade ou ação. Ou seja, alguns facilitadores para que seu trekking ou sua grande a viagem sejam mais confortáveis, seguros, hábeis e ideais.

Em acessórios, podemos incluir as roupas utilizadas no trekking nos mais diversos casos: sol, chuva, frio, neve. Os tecidos especiais e fios sintéticos utilizados para melhor proteção e durabilidade são com certeza um avaço no mundo moderno. Calçados e meias também são importantes. Algumas boas marcas que são facilmente encontradas no mercado de aventura.

O que vestir

A roupa deve ser leve, confortável, de fácil absorção da transpiração e, se possível, igualmente fácil evaporação da mesma. Que seja quente no frio, sem muitas camadas de malhas para não dificultar a locomoção e acumular peso na mochila, e fresca no calor.

Difícil, não? Nem tanto. Algumas marcas produzem roupas esportivas que utilizam fios especiais para facilitar a evaporação do suor e ventilação do corpo, como os fios da Coolmax e Supplex (da DuPont) e Gore-tex (da WL Gore). Do mesmo modo, há tecidos desenvolvidos para proteger partes dos corpo que podem ser alvo de raspões e que têm mais atrito, como a Cordura (DuPont) em muitas coberturas de joelhos em calças.

A boa e velha camiseta de algodão, calça jeans, a bailarina de algodão e Lycra (também da DuPont) para as meninas, além das bermudas de sarja constituem um bom vestuário de aventureiro.

Lembre-se também dos casacos de frio, como anoraks (de tecido sintético, fechado, sem zíper ou abotoadura frontal, que se veste passando pela cabeça; serve apenas para evitar o vento) e parkas (agasalho mais longo, aberto, normalmente com zíper; serve para manter o corpo aquecido).

Shell Gear: um capítulo à parte. Para um abrigo ser classificado como Shell, ele deve ser a prova d’água e vento, além de transpirável, com costuras seladas para garantir essas qualidades. Muitos fabricantes subdividem essa categoria em Technical Shell (para alta montanha) e Rain Wear (verão ou meia estação).

O tecido deve ter fios especiais que o torne, ao mesmo tempo, transpirável e a prova d’água. Isso acontece por meio da aplicação de uma resina que possua microporos, tão pequenos que a água não passe (mesmo sob a pressão de cerca de 2 metros de coluna d’água!) devido a tensão superficial, mas que permita às moléculas de água, em forma de vapor, saírem com relativa facilidade, mantendo o interior da roupa sempre seco.

Isto foi conseguido em 1990, quando a empresa japonesa Unitica e a americana Lowe Alpine System patentearam o Triple Point Ceramic (TPC), uma resina com micro partículas de cerâmica que funcionam como estrutura de resistência e transpirabilidade. Qualquer roupa externa, independente da categoria, possui algumas classificações técnicas. Basta conferir a etiqueta.

Waterproofness: tem de ser impermeável em condições de chuva ou tempestade. Para isso, há testes de resistência à jato d’água, em que ocasionalmente são adicionados ventiladores, para evitar que o fluxo de água seja apenas gravitacional. Se os sensores de umidade espalhados em lugares estratégicos do manequim ficarem molhados, o produto não passa no teste de qualidade. Possuir costuras seladas é outra condição obrigatória.

Windprofness: à prova de vento significa passar por um teste semelhante ao anterior, só que sem água. Nesse caso, as costuras não precisam ser seladas e o tecido não necessita ser resinado.

Shower Resistence: são roupas que resistem a chuviscos, mas não são impermeáveis. Normalmente são também à prova de vento.

Wind Brakers: modelos mais leves.

Obs.: Nos produtos microporosos resinados (TPC) ou com membranas (Gore-Tex) pode acontecer dos poros ficarem entupidos definitivamente se em contato por muito tempo com gorduras (incluindo as do corpo), sprays químicos vários (incluindo repelentes contra insetos) e ação de solventes.

Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este site é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.
  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.
  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.
  • GANHE 179 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$179 de desconto na sua primeira reserva acima de R$250. Aproveite!
  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.
  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM



Denunciar

Booking.com

Curtiu essa matéria?

Escrito por Mauricio Oliveira

Maurício Oliveira é social media expert, fotógrafo, videomaker, consultor de turismo, blogueiro, influenciador e empreendedor. CEO do Trilhas e Aventuras, conta suas experiências de viagens no blog Viagens Possíveis e criador de inovadoras ações de marketing de turismo, o BlogTur e o VIPBloggers. Ama o que faz no seu trabalho e nas horas vagas também gosta de viajar. Siga no Instagram e no Twitter, curta no Facebook, assista no Youtube e circule Mauricio Oliveira e Trilhas e Aventuras no Google Plus.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Dicas de Calçados para Trekking

As cavernas e seus perigos