in , , , ,

Um roteiro encantador por 5 cidades do leste canadense

Leste Canadense - Hamilton, terra das cachoeiras no Canadá

Ao falarmos sobre o Canadá o que logo vem a nossa mente, além das belezas naturais, é a riqueza cultural proporcionada não somente pela influência americana como também pela francesa, o que faz o país ter duas línguas oficiais (inglês – oeste/leste – e francês – leste), bem como uma diferença perceptível na arquitetura e no estilo de vida de seus cidadãos.

Em 2007, quando decidi fazer a minha primeira viagem internacional por conta própria a um país onde a língua inglesa é predominante, com o objetivo de viver todas aquelas experiências que li sobre hospedagem em casa de família, cursos, passeios, etc, senti que no Canadá eu teria a oportunidade de superar as minhas expectativas. E foi realmente assim que aconteceu.

Fiz um intercâmbio de curta duração em Vancouver (veja uma sugestão de roteiro de 2 dias em Vancouver) uma das cidades mais encantadoras que já conheci, e de lá pude visitar Whistler, Victoria, Toronto e Niagara Falls. Minha experiência em casa de família rendeu uma bela amizade, enchendo meu coração de carinho pelas pessoas que me receberam tão bem em sua residência e em suas vidas (por conta disso repeti a experiência na Nova Zelândia, cuja experiência foi melhor ainda!).

Montreal - Biosphère, no Parc Jean Drapeau
Montreal – Biosphère, no Parc Jean Drapeau

Mas a minha ligação com esse país foi além da vida de intercambista. Em 2013 fiz amizade com um árabe que estava visitando a minha cidade e que desde a sua infância vive no Canadá. Pelo fato de eu morar em uma cidade não muito grande e também por pessoas não falarem inglês fiz o meio de campo para deixá-lo confortável, e pelo visto funcionou. Em 2014 ele retornou para uma visita durante a Copa do Mundo e, em Fevereiro de 2015 recebi o convite de seu casamento (em London, no Canadá).

Não pensei duas vezes e então dei início ao procedimento para a emissão do visto (um pouco complexo para entender o passo a passo no site do Consulado, mas tranquilo no final das contas. E será mais fácil a partir das mudanças previstas para o ano de 2017) e também para organizar o roteiro, o qual foi focado no lado leste do país: Toronto, Ottawa, Montreal e London, havendo a inclusão de mais uma cidade (Hamilton), pois conheci uma família de brasileiros na Ilha de Toronto em que o filho morava naquela cidade e me cedeu hospedagem por um dia, quando tive a possibilidade de conhecer as famosas cachoeiras e histórias dessa cidade encantadora.

Praticamente em todo meu roteiro me hospedei via couchsurfing, ou seja, me cadastrei no site de mesmo nome onde pessoas do mundo inteiro oferecem seus sofás ou quartos gratuitamente a viajantes que estejam interessados não somente em economizar no quesito hospedagem, mas ter um contato próximo com a realidade da cidade visitada. Tirando os dias de Toronto e a noite do casamento (quando me hospedei em albergue e hotel, respectivamente), em todos os demais lugares fui MUITO bem recebido e isso me deixou incrivelmente feliz e realizado.

Colocando as histórias pessoais um pouco de lado, o importante é repassar a vocês, leitores, dicas de algumas das principais cidades do leste canadense. Então vamos lá:

O que fazer em Toronto

Toronto é uma cidade incrível e pulsante, e o Maurício tem várias dicas de Toronto em seu blog. Meu roteiro foi bem parecido com o dele, portanto recomendo que vejam lá. As dicas são ótimas, com lindas fotos e muitos vídeos das viagens.

City Tour de ônibus em Toronto

Bike Tour em Toronto Islands

Ripleys Aquarium de Toronto

Caminhando pelo lado de fora da CN Tower

O que fazer em Ottawa

Partindo de trem diretamente da Union Station, em Toronto, pela empresa VIA Rail, você poderá comprar um ticket com destino a Montreal e fazer um stopover em Ottawa, a capital do país, sem custo extra (mas é preciso comprar a passagem diretamente no guichê e solicitar esta opção ao atendente – confirme se a opção está válida na hora da compra).

A viagem de trem no Canadá é muito tranquila e o vagão é bastante confortável, com serviço de wifi ótimo. Porém, não pense que fará uma viagem com vista para paisagens incríveis, pois a ferrovia não passa em pontos de relevância, mas sim entre campos e pequenas cidades. As estações são centrais e muito bem sinalizadas, o que facilita o trânsito para turistas.

Por ser a capital do país, Ottawa divide opiniões entre os que a adoram e aqueles que não se encantam com sua estrutura. Particularmente a cidade é fascinante, principalmente por estar localizada na divisa entre os estados de Ontario e Quebec e também por manter viva sua rica história através da arquitetura de seus prédios, a cor esverdeada de seus telhados (explicação de um amigo nativo: musgos que se proliferam devido à umidade) e os vários museus que são interessantes para conhecer um pouco mais de seu passado.

O principal ponto turístico de Ottawa é o Parlamento, onde é possível a visitação em dias específicos (dependendo da época do ano) e, entre os meses de Abril e Maio, os passeios pelos parques para admirar as milhares de tulipas, principalmente durante o Festival de Tulipas Canadense (Canadian Tulips Festival – geralmente de 8 a 18 de Maio). O evento tem como finalidade homenagear a família real holandesa que durante a Segunda Guerra Mundial foi abrigada pelo Canadá por ter fugido da invasão alemã em combate ao regime nazista. Assim, como agradecimento, o país europeu enviou cem mil tulipas a Ottawa e, desde então, o país celebra esta amizade que embeleza as ruas da maioria de suas regiões.

Estando na cidade, uma visita ao Parliament Hill (Colina do Parlamento) é imperdível, onde é possível perceber o estilo gótico de seus prédios, bem como a torre onde fica o relógio (Peace Tower). Próximo a ele está o Rideau Canal, um canal onde ficam as esclusas e que foi construído para ser uma ligação fluvial entre as cidades de Kingston e Ottawa (congela durante o inverno e se transforma em uma estação de patinação).

Imperdível também é conhecer a Notre Dame Cathedral Basilica, a National Gallery of Canada (onde há uma escultura de aranha gigante em frente ao prédio) e a região de bares, clubs e restaurantes conhecida como ByWard Market, além de uma visita ao Napean Point para assistir ao pôr-do-sol.

Se você gosta de museus, o Canadian War Museum é super bacana para conhecer um pouco mais da história do país durante as guerras.

O que fazer em Montreal

A cidade de Montreal (ou Montréal em francês) é uma das cidades que mantém um destaque especial justamente pelo seu incrível poder de unir duas características super bacanas: manter de forma firme o francês e o inglês como línguas oficiais; e a sua história antiga que está em cada prédio ou rua contando com detalhes a vida de uma cidade encantadora em seus tempos antigos.

Leia a matéria completa com mais dicas de Montreal.

O que fazer em Hamilton

Distante aproximadamente 1h (de carro) de Toronto e conhecida por ser uma cidade portuária no Lago Ontario, a cidade de Hamilton é dividida por uma “montanha” onde estão áreas de conservação e cachoeiras.

Como toda cidade canadense que se preze há museus para visitação. Porém, a nossa visita foi de um dia e a melhor opção, durante o verão, foi conhecer algumas das muitas (aproximadamente 120 no total) cachoeiras espalhadas por lá.

Das cachoeiras em Hamilton, Webster e Tews Falls são as mais famosas, sendo que esta possui 43 metros de altura e é poucos metros mais baixa que Niagara Falls, sendo a mais alta da cidade, e está localizada dentro do parque Spencer Gorge, uma área de preservação ambiental. Webster, no entanto, é a mais famosa das cachoeiras e fica apenas 20 minutos a pé de Tews Falls, com 22 metros de altura.

A parte antiga da cidade de Hamilton é super charmosa e faz parte do caminho para chegar às cachoeiras mencionadas, valendo a pena uma parada em um café para apreciar a beleza do lugar.

O que fazer em London

Localizada entre Toronto e Windsor, fazendo divisa com os Estados Unidos (Detroit), London é uma cidade tranquila e muito bem organizada. Muito fria no inverno (chegando a -35ºC) e com verão ameno.

É possível sair de Toronto de ônibus com a empresa Greyhound e visitar, então, alguns dos pontos turísticos, como os parques Ivery e Victoria Park, que permanecem abertos 24hs/dia.

Além de possui muitas opções de restaurantes e pubs e apesar de parecer calma, a cidade é bastante movimentada e alegre, fazendo valer a parada por lá.

Cidade de London, no Canadá
Cidade de London, no Canadá

E aí? Gostaram?

Depois disso tudo temos uma certeza: Canadá é, sem dúvida, aquele país que merece várias visitas (se você for a turismo), de forma alternada, para que cada lugar seja apreciado e vivido unicamente. Suas paisagens, o carisma e a educação de seu povo, além de sua cultura, são atrativos que não se encontra de forma fácil pelo mundo afora.

Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este site é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.
  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.
  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.
  • GANHE 130 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$130 de desconto na sua primeira reserva acima de R$250. Aproveite!
  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.
  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM



Denunciar

Curtiu essa matéria?

Escrito por Tiago Imperatori

Tiago Imperatori é um cara brincalhão, sempre de bem com a vida e com uma vontade enorme de conhecer tudo e todos. Advogado, mochileiro, viajante, apaixonado por fotografia e pelo mundo. Siga-o no IG: @imperatoriwanderlust

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

5 lugares para se visitar nos feriados prolongados de 2017

Trilha da Costa dos Mirantes em Fernando de Noronha

Trilha da Costa dos Mirantes em Fernando de Noronha