in

Trilhas e Cachoeiras em Ilhabela – SP

Pico do Baepi – De grande dificuldade, esta trilha pode ser percorrida em 4 horas de caminhada até atingir-se os 1058 metros de altitude, de onde pode se avistar a panorâmica da cadeia de montanhas da Ilha, o canal de São Sebastião e boa parte da Serra do Mar. Exige-se um guia com experiência e conhecimento da região para ser bem sucedido na escalada do Pico.

Trilha da Água Branca – Localizada no início da estrada de Castelhanos esta trilha é de fácil acesso, bem demarcada e possui uma guarita no início dos limites do Parque Estadual de Ilhabela. Três caminhos conduzem a várias cachoeiras de águas cristalinas, com piscinas e duchas e área de piquenique.

Cachoeira da Lage Preta – Conhecida também por Véu da Noiva esta cachoeira fica a leste da Ilha, em Castelhanos. Por ser de difícil acesso apenas um guia ou morador local com prática deve ir até o final da cachoeira. A caminhada dura cerca de 2 horas.

Trilha da Cachoeira Grande – Essa trilha começa com a aventura da viagem até a Praia dos Castelhanos. É a partir do lado esquerdo da praia (para quem olha o mar) que tem início a caminhada. Não se aconselha essa trilha sem a presença de um guia. A duração da caminhada varia entre 50 minutos e uma hora. O grau de dificuldade é considerado médio por causa das subidas, mas vale a chegada à cachoeira Grande, com cerca de 50 metros de altura que termina numa piscina natural.

Castelhanos e Serraria – Possui 22 km, que constituem a estrada que corta o Parque Estadual de Ilhabela. Pode ser percorrida a pé, de bicicleta e também de automóvel, dependendo da condição da estrada. Cortando riachos, morros e toda a mata. Após 6 horas de caminhada chega-se a praia de castelhanos.

ilhabela-sp-8

Trilha do Estevão – Sai da metade do caminho que leva a Castelhanos e atinge a comunidade isolada do Bonete. Está fora de uso há muitos anos e é evitada até mesmo por quem anda constantemente na mata.

Trilha da Cachoeira do Gato – Quem chegou a Castelhanos, de jipe ou de barco, e deseja aprofundar ainda mais o contato com a natureza, deve mergulhar na Mata Atlântica e encarar os 25 minutos de caminhada até a cachoeira do Gato. Ficar sob a maior cachoeira da Ilha, que despenca de um paredão rochoso de 80 m de altura, é uma experiência inesquecível. O percurso começa no canto esquerdo da praia de Castelhanos. A mata é bem fechada e a trilha, de pequena inclinação. Aos poucos a inclinação vai se acentuando, e a mata fica cada vez mais úmida, cada vez mais cerrada. Não se vê céu aberto até chegar às pedras por onde passa a queda d’água, 25 minutos depois de começar a caminhada. É aconselhável estar acompanhado de um guia que conheça bem a região.

Trilha do Bonete – Na trilha que liga a Ponta da Sepituba à Praia do Bonete ficam duas das principais cachoeiras da Ilha, a Lage e o Areado. A trilha corresponde a um largo caminho entre as árvores, com uma pequena picada ao centro, onde a vegetação rasteira não cresce devido ao vai e vem dos habitantes do Bonete e dos visitantes das duas cachoeiras. Em alguns trechos de ladeiras mais fortes, em que a antiga estrada foi construída sobre aterramentos malfeitos, a chuva levou embora a terra e o cascalho despejados pelos tratores, deixando cicatrizes de erosão profundas. Isso dificulta bastante a caminhada. Bicicleta, aqui, só nas costas. Outros trechos da trilha complicam particularmente quando chove, o que não é raro, tornando o piso escorregadio, sendo quase imposível evitar escorregões. Essas são algumas das dificuldade e encantos da trilha para quem pretende passear aqui sua mountain bike. No total, da Sepituba ao Bonete, essa trilha leva entre 3 a 3h30min para ser percorrida.

Saco do Sombrio – O Saco do Sombrio é a opção mais abrigada para quem quer pernoitar na Baía de Castelhanos, no lado oceânico da Ilha. Esta região é marcadas por costões com até 100 metros de altura e mar agitado. Há uma base de apoio do Yacht Clube de Ilhabela e uma comunidade de caiçaras que há anos vive isolada. A região do Saco do Sombrio é o local onde supõe exista um valioso tesouro escondido pelo famoso pirata Thomas Cavendish, o segundo inglês a dar a volta ao mundo. Muitos grupos de aventureiros buscam pista de tal tesouro, que seria indicado pelo conhecido mapa da Trindade.

Trilha do Bonete e Anchovas – No extremo sul da Ilha vivem aproximadamente 250 pessoas em uma comunidade isolada constituída de famílias de pescadores. O local não dispõe de luz elétrica, mas é aconchegante para quem gosta de acampar, tomar banho de cachoeira, nadar e surfar na praia com ondas de mais de 1 metro. Esta trilha foi outrora uma estrada, cujo acesso máximo fica na Ponta da Sepituba, onde há um estacionamento para automóveis. Dali são 15 km até o Bonete, passando por diversas cachoeiras e riachos.Apesar de bem marcada a trilha exige boa forma física para encarar subidas e terreno acidentado durante as 4 horas de pecurso.

Trilhas das Praias: Mansa, Vermelha e Figueira – Partindo de Castelhanos pode-se chegar até estas três praias através de uma trilha que sai do lado sul da Baía. São 30 minutos até a primeira praia Através da mata, seguindo por mais 45 minutos atinge-se a praia Vermelha. A cerca de mais 2 horas fica a praia da Figueira. São habitadas por gente que vive da pesca e artesanato.

Pico de São Sebastião – Localizada ao sul da ilha esta trilha conduz ao ponto mais alto do arquipélago, atingindo 1379 metros. Várias trilhas de caçadores tornam o caminho muito difícil. Apenas guias experientes percorrem esta parte da ilha.

Trilha da cachoeira dos Três Tombos – De fácil acesso, se constitue em uma trilha com extensão de menos de 500 metros, na entrada do bairro da Feiticeira. Pode-se visitar as três quedas da cachoeira local.

Cachoeira do Veloso – Três quedas d’agua com aproximadamente 50 m de altura, resultado da bifurcação de um rio numa área com vários paredões rochosos, oferecendo um visual paradisíaco. A primeira queda pode ser alcançada por uma trilha de nível fácil em cerca de 35 minutos de caminhada. Ela despenca sobre um poço de cerca de 70 m2 que chega a 1,70 m de profundidade, e permite alcançar com facilidade a base da parede de rocha. A trilha para alcançar as demais quedas é bem mais íngreme e perigosa. É necessário enfrentar mais 40 minutos montanha acima, sendo preciso engatinhar em muitos trechos. Há duas grandes quedas no alto, uma para baixo do rio, num precipício de 50 m com vista do canal e da Serra do Mar. A segunda queda, para o alto do rio, mostra outro paredão com mais de 50 m por onde a água desce da montanha. No início da caminhada, perto do local onde é preciso estacionar o carro, é possível avistar o paredão rochoso dessa queda mais alta, que fica logo abaixo da pedra do Rodamonte.

ilhabela-sp-2

Trilha da Cachoeira da Toca – A cachoeira da Toca é a mais conhecida de Ilhabela. Tem uma ducha forte, com cerca de 3 m de altura, e um grande escorregador com cerca de 50 m de extensão. A Toca, que dá nome ao local, é uma grande gruta ao lado da qual a cachoeira cai. O rio passa por dentro da gruta, desembocando num pequeno escorregador. A entrada é paga e custa 4 reais. A entrada para a cachoeira da Toca fica logo no início da estrada de Castelhanos. Há varias placas indicando o caminho.

Trilha da Cachoeira da Laje – Seguindo ao sul, até onde a estrada alcançar, a cachoeira da Laje vai ficando próxima de uma trilha. Cerca de uma hora de caminhada depois do estacionamento da Ponta da Sepituba, pela mesma trilha que leva ao Bonete, chega-se ao local. Uma grande piscina e tobogãs naturais na pedra sã ses encantos naturais.

Trilha do Bonete e Anchovas – No extremo sul da Ilha vivem 250 pessoas na comunidade isolada constituída de famílias de pescadores do Bonete. Local se luz elétrica, mas aconchegante para quem curte acampar, tomar banho de cachoeira,nadar e surfar na praia com ondas de mais de 1 metro. Esta trilha foi outrora uma estrada, cujo acesso máximo fica na Ponta da Sepituba, onde há um estacionamento para automóveis. Dali são 15 km até o Bonete, passando por diversas cachoeiras e regatos.Apesar de bem marcada a trilha exige boa forma física para encarar subidas e terreno acidentado durante as quatro a cinco horas de pecurso.

Trilha do Poço – Fica no final da estrada ao norte da ilha. Após a praia do Jabaquara, seguindo por 4 horas em uma trilha próxima à costeira atinge-se a praia do Poço, onde uma cascata despenca nas areias, formando uma piscina de água doce.

Cachoeiras do Couro do Boi e Friagem – Localizada ao norte a partir da praia do Viana uma trilha se bifurca conduzindo ás cachoeiras do Couro do Boi e da Friagem. Estas ficam a 3 horas de caminhada, mas precisam de um guia experiente para serem alcançadas.

Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este site é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.
  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.
  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.
  • GANHE 130 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$130 de desconto na sua primeira reserva acima de R$250. Aproveite!
  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.
  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM



Denunciar

Curtiu essa matéria?

Escrito por Mauricio Oliveira

Maurício Oliveira é social media expert, fotógrafo, videomaker, consultor de turismo, blogueiro, influenciador e empreendedor. CEO do Trilhas e Aventuras, conta suas experiências de viagens no blog Viagens Possíveis e criador de inovadoras ações de marketing de turismo, o BlogTur e o VIPBloggers. Ama o que faz no seu trabalho e nas horas vagas também gosta de viajar. Siga no Instagram e no Twitter, curta no Facebook, assista no Youtube e circule Mauricio Oliveira e Trilhas e Aventuras no Google Plus.

Comentários

Deixe um comentário
  1. Olá,

    gostaria que você pudesse me indicar alguns guias do local, pois tenho um grupo de amigos e gostaríamos de neste dia 26/05/2016, emendando todo o feriado neste local, executando boa parte destas aventuras listadas.

    Grato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

Estrada Real: um presente da corte portuguesa para o Brasil

Montanhismo em Ilhabela: Trilha ao Pico do Baepi – SP