in ,

Tailândia – Parte 3: Massagem e Culinária tailandesa

Carne de Pato assado com arroz! Com caldo a parte

Após exaltar a riqueza cultural da Tailândia e as belezas naturais das praias do sul do país, será discorrido um pouco, nesta terceira parte, sobre duas grandes referências mundiais: a massagem e a gastronomia tailandesa.

A massagem tailandesa

Ícone do revigoramento corporal no mundo inteiro, ela não é tão prazerosa assim como se acredita. Nós, brasileiros, estamos acostumados na realidade com massagens relaxantes, que se assimila muito mais a “alisar as costas” ou “apalpar um pouco os músculos”. Assim como, difere-se também das técnicas da massoterapia – uma terapia a fim de aliviar o stress/tensão, diminuir qualquer dor muscular e eliminar alguns traumas físicos.

A massagem tailandesa pertence a um dos ramos medicinais do país, sendo considerada a medicina através das mãos. No final do ano 200 a.C, um indiano criou os fundamentos da medicina, dividindo em 4: com ervas, nutricional, espiritual e manual (massagem). Segundo a lenda, Jivaka Kumarabhacca prestava sessões diárias da massagem sagrada ao grande mestre Buda.

Sessão de Massagem Tailandesa
Sessão de Massagem Tailandesa

É uma terapia curativa, que busca o equilíbrio corporal, no qual são usados os pés, polegares, palmas das mãos e cotovelos para exercer pressões, torções e alongamentos no corpo do paciente. São movimentos que desbloqueiam os nós energéticos que impedem a fluidez da energia vital, ou seja, é muito mais energético do que físico.

Tem-se o intuito de revigorar o sistema nervoso, rejuvenescer o corpo e a mente e trazer o equilíbrio da energia corporal (eliminar as toxinas). O movimento precisa de uma atmosfera calma e meditativa. E, antes ou após cada sessão, o terapeuta-discípulo realiza uma oração em agradecimento ao criador da técnica.

Massagem Tailandesa - Cabines
Massagem Tailandesa – Cabines

Confesso que durante a sessão, o terapeuta subiu em cima de mim, empurrou com pés, braços, cotovelos e joelhos, não foi nada confortante. Juro que esperava que fosse algo leve e gostoso, visto que tinha tido um dia muito puxado de passeios, e eu não conseguia relaxar com tanta pressão. Todavia, ao final veio o então grato alívio e relaxamento: o corpo se mostrou revitalizado após tanta “tortura”. Vale muito a pena!

Atenção, caso opte pela real massagem tailandesa, procure referências antes de ir. Muitas casas oferecem apenas a chamada “massagem relaxante” alinhada com… hum… vamos dizer…“brincadeiras de adultos”.

Experimentando a canja apimentada
Experimentando a canja apimentada

A gastronomia tailandesa

Quando falamos de culinária mundial, a Tailândia sai na frente com seu cardápio excêntrico. A base da sua gastronomia é o condimento forte. Regada em pimenta, as carnes que mais compõem o cardápio são as de pato, frango, porco e camarão, acompanhadas de arroz ou noodles. Que podem ser servidos mergulhados com o caldo do cozimento da carne.

Outra iguaria local é o “Pad Thai”, que são noodles de arroz, servidos com carne de sua preferência ou com vegetais (eu pedi com camarão e broto de feijão). Indico muito, principalmente acompanhado de um bom shake de côco ou uma cerveja Tiger (em Phuket, vá no restaurante Pirate’s House para almoço). De sobremesa, sugiro experimentar o “Mango Sticky Rice”, bem típico. É uma espécie de arroz doce de côco com manga. É divino!

Pad Thai com shake de côco
Pad Thai com shake de côco

Por toda a Tailândia, é bem comum nas ruas a exposição de barraquinhas ofertando todo tipo de iguaria. Ao primeiro momento, fica-se receoso por conta das condições higiênicas, e este foi o meu caso. Experimentei em apenas duas barraquinhas: em uma provei espeto de carne de porco (exigi que a carne fosse bem assada, quase tostada) e em outra uma espécie de canja de galinha (deliciosa, por sinal, bem apimentada).

No caso daqueles invertebrados: escorpião, besouros, grilos, enguias e afins, ficaram para outro momento. Como estava em um país do outro lado da minha casa, onde o inglês não é tão difundido, fiquei com medo de pegar uma infecção intestinal e estragar minha viagem que apenas estava no começo.

Barraquinhas na Rua
Barraquinhas na Rua

FATO SURPRESA: No hotel em que estava hospedado, em Phuket, o dono do estabelecimento falou sobre a leitura das mãos ligadas ao Budismo. Confesso que não sabia desta conexão, e então o senhor se ofereceu para ler a minha mão. Sou bastante cético a respeito, mas permiti.

Ele começou falando sobre minha personalidade e jeito de ser, fiquei na um pouco surpreso, pois era como se ele fosse meu amigo de anos, mas mesmo assim dei devidos créditos pois podia ser sorte. Foi então que veio algo que me deixou assustado: ele disse o ano exato que eu comprei o meu primeiro carro.

A partir deste instante, tudo mudou, ele me ganhou, e continuou falando depois sobre meu futuro e coisas que irão ocorrer. Bem, ainda não ocorreu nada do que foi dito, as coisas ainda estão no prazo. Prometo, que conto se realmente foi verdade ou não. Torcendo pra que sim!

Tomando sopa na tijela
Tomando sopa na tijela

Enfim, quando saí da capital Bangkok e comecei a explorar os seus arredores, tive a certeza do quanto a Tailândia é fascinante. Descobri que este país do sudeste asiático é uma mistura de uma vasta herança cultural milenar, com uma gastronomia exótica, somado a um povo extremamente simpático e com paisagens de extrema beleza natural. É simplesmente apaixonante! Merece a (re) visita de qualquer viajante do mundo.

E ai? Preparado(a) para o próximo destino? Iremos desvendar um pouco mais sobre os Malaios, conhecer sua cultura e apontar os principais pontos turísticos de sua capital.

Sabiam que os malaios celebram o ano novo três vezes? Informações e dicas como estas estarão na próxima matéria sobre Kuala Lumpur , na Malásia.

Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este site é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.
  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.
  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.
  • GANHE 179 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$179 de desconto na sua primeira reserva acima de R$250. Aproveite!
  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.
  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM



Denunciar

Curtiu essa matéria?

Escrito por Gil Cavalcante

Gil Cavalcante é pernambucano, administrador de empresas, professor, e viajante do mundo. Coleciona ímãs de geladeira das cidades por onde passa, e tem como meta: visitar e conhecer cada cultura deste planeta a fora. Sigam meus passos também no Instagram: @gilcav

Comentários

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

MUSA, o Museu Subaquático de Arte em Isla Mujeres

MUSA, o Museu Subaquático de Arte em Isla Mujeres

Intercâmbio na Irlanda - Crédito: Cláudia Soares

Governo da Irlanda anuncia novas regras para intercâmbio