in , , ,

Roteiro de 4 dias pelo Deserto do Atacama

No topo da Duna do Valle de La Muerte os adeptos de sandboarding se preparam para a descida no Deserto do Atacama - Chile

Uma viagem totalmente diferente de todas que eu já tinha realizado e um sonho antigo realizado. O destino? O deserto mais alto e seco do planeta, por isso, se é aventura que você procura, chegou no lugar certo e tenho certeza que não irá se arrepender. Partiu Deserto do Atacama!

O Deserto do Atacama fica ao norte do Chile, fazendo fronteira com a Bolívia e Argentina. Para chegar em San Pedro de Atacama é preciso pegar um vôo para a cidade de Calama, saindo de Santiago. Na saída do aeroporto de Calama você pode comprar seu transfer nos guichês (comprando ida e volta tem desconto), e percorrer um pouco menos que 100km até San Pedro.

A  cidade possui muito mais Hostels do que Hotéis, seja qual for a sua opção, tente escolher na região central perto das ruas Caracoles, Toconao e Tocopilla, na volta dos passeios as agências costumam nos deixar por ali. San Pedro de Atacama é agradável com suas ruas de areia, coloridas apenas pelo artesanato local, movimentada por gente do mundo todo e com muitos restaurantes, bares, lojinhas e agências de turismo oferecendo seus passeios.

Preparados para uma experiência com paisagens exóticas, onde faz frio, faz calor e no fim do dia suas roupas estão cheias de areia? Mas, não se preocupe! Ao final deste roteiro de 4 dias pelo Deserto do Atacama, duvido você não ficar morrendo de vontade de embarcar no primeiro avião. Bora lá?

1º Dia – Lagunas e Valles

Reserva Nacional Los Flamencos Laguna de Chaxa

Laguna Altiplanicas Miscanti e Muniques

Valle de La Luna e Vigilante Três Marias

Reserva Nacional Los Flamencos Laguna de Chaxa
Reserva Nacional Los Flamencos Laguna de Chaxa

Como chegamos de noite, fechamos nossos passeios ainda no Brasil com um guia que conheci em minha primeira viagem a Santiago e que agora trabalha em San Pedro de Atacama. Confesso que minha preocupação foi não perder um minuto e já acordar partindo para a minha primeira aventura, mas não se preocupe, você pode fechar os seus assim que chegar, no centrinho existem muitas agências oferecendo o serviço.

Mesmo sendo um deserto, o Atacama além de possuir paisagens surpreendentes, de um lado as montanhas dos Andes com vulcões e de outro as lagoas de água salgada, conta também com uma vida selvagem composta por lhamas, alpacas, viscachas, inúmeras espécies de aves e os famosos flamingos que você encontra nas lagoas da Reserva Nacional Los Flamencos.

Laguna Miscanti Y Miñiques, não parece uma pintura?
Laguna Miscanti Y Miñiques, não parece uma pintura?

Ainda no mesmo passeio você vai perder o fôlego com a laguna Miscanti Y Miñiques, nem todas as imagens do mundo são capazes de descrever o que os nossos olhos são capazes de capturar, a guia teve que nos buscar pelo braço, eu não queria mesmo ir embora deste lugar fantástico.

Neste primeiro dia chegamos a 4.200 metros do nível do mar, algumas pessoas se preparam ingerindo chá de folha de coca para não enjoar, eu não achei necessário e não senti nada, a falta de ar ficou somente por conta de tanta beleza mesmo.

Valle de La Luna e seus paredões de rocha
Valle de La Luna e seus paredões de rocha

Na parte da tarde, partimos para o Valle de La Luna que é formado por rochas de sal, o passeio começa às 16h e se encerra por volta das 19h com o pôr do sol na Pedra do Coiote, vale tentar ser um dos primeiros da fila para uma belíssima foto, infelizmente, não tive essa sorte. O Vale está a 2.500 metros acima do nível do mar, por isso, não estranhe se você se sentir ofegante na caminhada de acesso à grande duna, seu corpo também vai sentir falta de água, por isso, vá preparado, não existem vendedores nos 20 minutos de subida.

Três Marias e eu querendo ser a quarta no Valle de La Luna
Três Marias e eu querendo ser a quarta no Valle de La Luna

2º Dia – Geiser e Dunas

Geyser del Tatio

Valle de La Muerte

Prepare-se pois é preciso acordar muito cedo e quanto mais cedo, mais frio, a temperatura pode chegar a -15 graus, dependendo da época do ano, meia calça, calça, segunda pele, blusas, casaco, touca e cachecol são mais que bem vindos. Os gêiseres se formam quando rios gelados subterrâneos entram em contato com rochas quentes, seu vapor pode chegar a 6 metros de altura e atingem até 85ºC. No local, é possível entrar em uma piscina de água quente, então, não esqueça sua toalha e roupa de banho.

Geyser e seus gases quentes
Geyser e seus gases quentes

Como o passeio para o Geyser é muito cedo, aproveitamos o resto do dia para ir até o Valle de La Muerte de bike, que alugamos facilmente na cidade com direito a um mapinha, é bem fácil de chegar e fica apenas 3km das ruas principais de San Pedro. A paisagem é intercalada por dunas de areia e montanhas, dizem que o vale recebe este nome, porque de tão seco nada nasce ali, em alguns trechos enfrentamos uma areia fofa que dificultou a passagem das bicicletas, mas nada que atrapalhasse o passeio.

O pessoal aproveita para praticar sandboarding nas dunas, se você for adepto, com certeza vale à pena se aventurar. Lá em cima venta muito, por isso vá com óculos escuros para proteger os olhos e preparado para voltar com areia da cabeça aos pés.

No topo da Duna do Valle de La Muerte os adeptos de sandboarding se preparam para a descida no Deserto do Atacama - Chile
No topo da Duna do Valle de La Muerte os adeptos de sandboarding se preparam para a descida no Deserto do Atacama – Chile

3º Dia – Lagoas de água doce e salgada

El Pukará de quitor

Laguna Cejar

Ojos del Salar

Laguna Tebinquince

El Pukará de Quitor foi outro passeio que fizemos de bike, Pukará é uma fortaleza de pedra que está localizada a 3km da cidade e foi proclamada monumento nacional em 1982.  Para explorar as ruínas é preciso enfrentar uma subida longa, deixando a bike na entrada, por isso vá com calçado adequado para caminhada, o esforço vale a pena pela vista, onde é possível enxergar o famoso vulcão Licancabur.

Ruínas de El Pukará de Quitor
Ruínas de El Pukará de Quitor

Você já pensou em estar em uma lagoa que de tão salgada não te deixa afundar? Esta é mais uma experiência que o Deserto do Atacama tem para oferecer. A Laguna Cejar em si é fechada por causa das formações de sal que podem cortar e machucar, mas bem próximo existe a Laguna de Piedra, com 80% de sal em sua composição, nem mesmo estando com uns quilinhos a mais se consegue afundar nesta lagoa que é mais salgada que o Mar Morto e tem 10 vezes mais sal que a água do mar.

Evite o contato da água com olhos, lábios e cabelo, ao sair poderá notar seu corpo branquinho de sal, mas fiquem tranquilos, o local possui estrutura com chuveiros para lavar o corpo com água doce. Não tem desculpa para deixar de viver algo único em sua vida, não é mesmo?

Laguna Cejar somente para fotos
Laguna Cejar somente para fotos

Ainda neste passeio, conhecemos Los Ojos del Salar, que são dois poços de água doce no meio do deserto. Como isso é possível? Confesso que eu não sei.

A última parada do dia é na Laguna Tebinquinche, um enorme lago de sal com o pôr do sol ao fundo, é de arrancar suspiros… e para melhorar, petiscos com direito a degustação da famosa bebida chilena pisco sour, melhor impossível. Um brinde ao Deserto do Atacama!

Laguna Tebinquinche, o Deserto só nos surpreende
Laguna Tebinquinche, o Deserto só nos surpreende

4º Dia – Relaxamento total

Termas Puritama

Termas Puritamas
Termas Puritamas

Deixamos as Termas Puritamas para o último dia, depois de tantos passeios cansativos, a intenção era relaxar, já que nosso vôo de volta seria naquela noite (todas choram!). Pudemos nos deliciar com 8 piscinas de águas termais que chegam a 35 graus Celsius e te fazem perder a noção do tempo, pela beleza e pela sensação de relaxamento que a água quentinha proporciona. Foi realmente para fechar a viagem com chave de ouro!

Uma das 8 piscinas e a difícil missão de ir embora
Uma das 8 piscinas e a difícil missão de ir embora

Espero que este post tenha passado um pouquinho do quão maravilhoso é o Deserto do Atacama e possa te ajudar na organização da sua viagem. Qualquer dúvida, sinta-se à vontade para deixar um comentário logo abaixo ou fazer contato direto comigo. Terei o prazer em ajudar.

Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este site é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.
  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.
  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.
  • GANHE 130 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$130 de desconto na sua primeira reserva acima de R$250. Aproveite!
  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.
  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM



Denunciar

Curtiu essa matéria?

Escrito por Janaína Santos

Janaína Santos é paulista, balzaquiana, jornalista e marketeira de mudança para Dublin, na Irlanda. A vida é muito curta para morar em um só lugar. Ama viajar, escrever, pôr do sol, fotografia, cultura e boa comida. Sempre em busca do que faz as veias pulsarem, os olhos brilharem e experiências para compartilhar. Siga no Instagram: @janassantos

Comentários

Deixe um comentário
  1. Que aventura! Amei as fotos, o texto e as suas dicas Jana! Espero um dia poder trilhar por este caminho e conhecer esses lugares de tirar o fôlego. 😉

  2. Matéria que realmente da vontade de pegar o primeiro avião rumo ao Atacama.
    Cobtinue nos dando dicas de aventuras e lugares lindos para visitar.

  3. Adorei Jana!!! A matéria, as fotos, tudo! Essa minha lista só aumenta mas preciso conhecer esse lugar! 🙂 Bom saber que dá pra aproveitar bem assim mesmo em 4 dias! Bjoos

  4. Sempre tive vontade conhecer o Atacama e agora depois desta sua matéria a vontade só aumentou. Ótima matéria e belas fotos. Vlw por compartilhar estes momentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

Caminho dos Faróis - Albardão - Foto Divulgacao

Caminho dos Faróis e a travessia da maior praia do mundo no Rio Grande do Sul

Bloco "Cordão Umbilical" que acontece no Humaitá - Foto: Pedro Serra

Agenda dos Blocos de Rua do Carnaval no Rio de Janeiro em 2017