in , , ,

Praias, trilhas, piscinas naturais e mergulhos em Noronha, por Nicole Nunes

Piscina natural de São José, em Fernando de Noronha, por Nicole Nunes

Gente, meu relato ficou gigante, rsrsrs. Mas fui escrevendo tudo que passei… O grupo Dicas de Noronha no Facebook ajuda muito a termos noção do que fazer, senão você acaba ficando perdido quando chega lá em Fernando de Noronha. Se tiverem dúvidas, podem perguntar. Estive na ilha de 15/09/15 (cheguei 15:20) a 21/09/15 (sai 16:30).

Peguei o receptivo de ida e volta pela Costa Blue, já agendado pela pousada… acho que foi porque fiz passeios com ele. Não teve demora nem na ida nem na volta.

Serviços que utilizei em Noronha

Pousada Tia Zetepousada simples em Noronha, mas aconchegante. Tia Zete é uma simpatia. Café da manhã muito bom, com muita diversidade. Alguns pratos fixos, mas com pratos variáveis todos os dias, além de tapioca doce e salgada e ovos.

Receptivo Costa Blue – Ilha Tour e mergulho (fechei com ela, mas foi executado pela Atlantis).

Passeio de Barco com a Trovão dos Mares

Guia Felipe – Atalaia Longa e Morro São José. Felipe é top. Atencioso, prestativo e super gente boa, além de ser fotógrafo… Agendou as trilhas para mim com antecedência. Contato: (81) 99654-8145. As vezes demora um pouco de responder ao Whatsapp, mas sempre responde.

Fernando de Noronha por Nicole Nunes 07

Meu Roteiro de 7 dias em Noronha

Dia 01 – 15/09: Praias da Vila dos Remédios

Como já havia pago todas as taxas pela internet, foi super rápida a chegada no aeroporto. As malas foram rápidas também, e o receptivo levou direto para pousada. Após se acomodar na pousada, fomos para a praia da Conceição assistir o por do sol. Passamos pelo guichê do ICMBIO e pegamos a carteira. Sem dificuldade, só apresentar documento de identidade e pagamento da taxa.

Passamos pela praia do Cachorro, do Meio e ficamos na Praia da Conceição. A beleza é demais, você quer tirar foto de tudo, mas depois acaba acostumando que todos os lugares vai ser bonito e vai ter muito o que tirar foto rsrsrs.

De noite, fomos jantar em frente a pousada mesmo, e para nossa surpresa era o Xica da Silva. Para mim, foi o melhor restaurante da Ilha. A comida é muito top e o atendimento excelente. Pedimos o carro chefe, que é o peixe grelhado com molho de manjericão (prato individual R$77,00).

Fernando de Noronha por Nicole Nunes 06

Dia 02 – 16/09: Ilha Tour

Estava com medo, pois li muita gente falando sobre o atendimento da costa blue, mas não tenho o que reclamar… Fui com o Guia Valmir e ele foi ótimo. Preferi fazer ilha tour com empresa, pois como estava só eu e uma amiga, achei que seria mais interessante compartilhar o dia com outros pessoas, e não me arrependi. O grupo foi top e o passeio super proveitoso.

Passamos em uma lojinha e aluguei nadadeira e colete (R$15,00). Máquina e snorkel eu levei. Fomos primeiro para a Cacimba do Padre já que os outros grupos foram pro Sancho. De lá, pegamos a trilha pequena para a Baía dos Porcos, e ficamos lá por 1h. Que delícia de praia. Na minha opinião, a mais bonita de todas… Como era o primeiro dia, acabamos demorando de entrar na água para fazer snorkel e não vimos algumas coisas, mas o pessoal viu até tartaruga.

Depois fomos para o Sueste. Preferi pegar um guia rebocador (R$ 40,00 por pessoa) já que não tenho tanta experiência com mergulho e foi a melhor coisa. Não ia ter tanta segurança em ir para os lugares mais longe sozinha. A visibilidade não é muito boa, mas tem muita tartaruga. A praia é muito cheia… Para mim, foi o “pior” lugar para mergulho (se é que tem pior lugar em Noronha rs). Passamos na Praia do Leão apenas para visitar, já que não pode tomar banho, nem descer. Praia linda.

Paramos para almoçar… Ponto fraco do passeio, o restaurante. Achei muito ruim, Delícias da Ná. Além da comida não ser boa, era cara (comparada aos outros) e o ambiente não era muito agradável. Depois que me situei que estava bem próximo da pousada, e tinham outras opções perto que poderia ter ido.

Após o almoço fomos para o Museu do tubarão. Paisagens legais, locais para tirar fotos e uma subida que de cima consegue ver vários tubarões. Tem o buraco da Raquel também.

Depois fomos para o tão esperado Sancho. A paisagem é algo indescritível. O guia tirou fotos super bonitas. A descida pela escada faz muito medo, mas acaba sendo um pouco tranquilo. O inconveniente é você descer de costa e com mochila, nadadeira… mas nada que não possa ser feita. A praia é realmente linda, a água transparente. O guia nadou até a Laje com o pessoal, conseguiram ver até tubarão. A subida das escadas na volta é cansativa, pois são 150 degraus, então, quem não tiver muita resistência é bom avaliar se vale a pena mergulhar e depois subir tudo de volta rsrsrs.

O final do passeio foi no Boldró para assistir o por do sol. Paramos em um “barzinho” com música ao vivo. Perfeito.

Booking.com

A noite fomos no Cacimba Bistrô, mas não jantamos. Comemos o pastel Bruno Gagliasso (porção com 4, R$43,00) e a sobremesa de Churros (porção com 2, R$27,00). Ambos maravilhosos como já foi dito aqui. Recomendo.

Fernando de Noronha por Nicole Nunes 01

Dia 3 – 17/09: Trilha do Morro São José

Dia mais esperado por mim rsrsrs, o dia da Trilha do Morro São José. Preferimos não sair de manhã e ir direto encontrar com Felipe, que tinha marcado meio dia no porto. Tomamos um café reforçado para almoçar apenas após o passeio.

Pegamos um ônibus até lá. O único inconveniente é que ele passa de 30 em 30 minutos e não tem horário definido. Então vc acaba perdendo um pouco de tempo.

Fomos andando em um primeiro momento e depois a nado, depois anda de novo sobre as pedras. A trilha é chata, mas é um pouco chatinha por causa das pedras. Tem que levar nadadeira e colete. Aluguei o colete com Felipe e a nadadeira no porto mesmo. O guia pode levar até 6 pessoas, quantidade que tínhamos no dia.

Fantástica. Uma piscina natural mesmo. Tiramos muita foto e ficamos curtindo a piscina por um bom tempo. Voltamos do mesmo jeito.. andando um pouco pelas pedras e nadando. A parte andando é feita de sandália.

Na volta, fomos de novo ao Museu do Tubarão experimentar o bolinho de Tubalhau que não tínhamos comido no dia anterior e comemos também uma arrumadinho de Peixe frito. A conta deu 45 reais para cada, com bebida. Não lembro os preços individuais.

Voltamos pra pousada e sairmos logo para tentar pegar o por do sol nas ruínas, mas o acesso era uma ladeira enorme rsrs, desistimos. Paramos no Muzenza, mas só tinha a gente… Comemos uma pizza pequena (R$38,00) que foi suficiente para duas pessoas.

No caminho de casa, paramos no Ginga para curtir um pouco. Achei esse bar bem aconchegante. Tinha som ao vivo, música boa, R$10 o couvert. Pedimos uma lula crocante que estava uma delicia e bem servida (o total deu R$57 para cada, bebemos algumas cervejas rs e já com o couvert).

Fernando de Noronha por Nicole Nunes 02

Dia 4 – 18/09: Trilha da Atalaia Longa

Tava com muito medo dessa trilha, porque soube que tinha uns penhascos rsrsrsrs. Marcamos com Felipe 11h, em um supermercado próximo do início da trilha. Tomamos café da manhã reforçado e foi suficiente até o final da trilha.

Passei o maior perrengue, pois levei um tênis velho achando que seria mais confortável, mas foi pior… ele começou a descolar logo depois que sai da pousada, comprei superbonder, mas não durou nem metade da trilha, rsrsrs. Felipe pacientemente me ajudou bastante, toda hora amarrando e apertando a fita que estava em volta do tênis.

Iniciamos com a trilha curta, descendo uma ladeira de barro, entre mata, mas bem tranquila, chegando na piscina natural que tem uma vida marinha bonita, mas que é vista em todo lugar também. É mais pelo efeito de ser um aquário de tão transparente. Acho que vale a pena pela experiência. Mas esperava mais.

Depois fomos para a longa. Tem algumas partes altas com mirantes de vistas deslumbrantes até chegar a segunda piscina natural. Mais funda do que a primeira. A descida é por um morrinho, mas achei tranquilo.

Não passamos 30 minutos na curta e saímos na frente das outras pessoas para pegar a segunda piscina vazia. Foi o melhor que fizemos. Quando estávamos saindo, chegaram todos os outros grupos de vez.

A parte mais chata é a volta, que é sobre muitas pedras. O guia também pode levar 6 pessoas, mas demos sorte que nesse dia Felipe estava só comigo e minha amiga, então foi ótimo. Iamos segurando ele nas partes que precisava.

Paramos em mais uma piscina na Caieiras, mas não ainda na maior, pois a maré ainda tava muito baixa, ela não tinha enchido.

O final da trilha é quase em frente ao porto. Então paramos para almoçar e assistir o por do sol no Restaurante Mergulhão. Lindo! Algumas pessoas acham caro, mas achei a mesma média dos outros (Cacimba e Xica da Silva).

Fernando de Noronha por Nicole Nunes 08

Dia 5 – 19/09: Mergulho

De manhã fomos curtir a praia do cachorro e o Buraco do Galego. Vale a pena tirar um tempinho para curtir essas praias que são uma delícia, a água é transparente. Como íamos mergulhar de tarde, preferimos não almoçar. Pegamos um petisco de isca de tubarão (a conta com bebida e a isca deu R$51 para cada) bem servido.

Fomos para a pousada esperar a Atlantis. Passaram 13:45h. Saimos do porto para o mergulho de Cilindro no Buraco do Inferno. O passeio (mergulho) é bem focado, vamos para o local, mergulhamos em dois grupos e depois voltamos. Vai um instrutor para cada pessoa, todos bem atenciosos. A água é transparente lá embaixo… Vi lagosta, polvo, peixinhos diversos, tartaruga… maravilhoso!!!

Não tive dificuldade pois já tinha mergulhando com cilindro antes, mas minha amiga demorou um pouco para se acostumar e o instrutor foi super paciente com ela, so foram quando ela estava se sentindo segura

Apesar de você mergulhar muito de snorkel, recomendo muito com cilindro, pois a sensação é outra rs. A visibilidade da agua é muito diferente do que todos os outros mergulhos. A profundidade é 12m.
De noite fomos ao festival Zé Maria. Achei interessantes, mas não voltaria.

Experimentei muita coisa, mas não achei todos saborosos. Tinha coisa muito boa, mas tinha coisa também sem gosto. As mesas são compartilhadas, então se você tiver com menos de 4 pessoas, pode ter que compartilhar a sua mesa com qualquer pessoa, vai de sorte rsrsrs Nossa companhia foi legal, não tivemos problema com relação a isso.

Ao contrário do que algumas pessoas falam, não tem briga por comida, e não falta nada. Você pode se servir a vontade, e no seu tempo. Se for logo depois que a mesa for liberada, pode ter uma pequena confusão, mas se esperar uns 10 minutos fica muito tranquilo. Fui na mesa 3 vezes, e não deixei de comer nada que queria.

A única coisa ruim é que não tem placa nos pratos, então depois fica ruim de você lembrar exatamente o que era… As bebidas são bem caras. A conta deu R$80 por pessoa. Pedimos um vinho (um dos mais baratos) + 1 cerveja e 1 drink. Vale a pena conhecer.

Fernando de Noronha por Nicole Nunes 04

Dia 6 – 20/09: Passeio de barco com o Trovão dos Mares

Achei bem interessante já que passa pelas praias do Mar de Dentro e vemos os famosos Golfinhos. Muitos!!! Rsrs. Paramos para tomar banho e almoçar no Sancho. Recomendo que levem nadadeira, pois com certeza vocês irão querer mergulhar. No barco tem colete, máscara, snorkel para quem quiser usar, sem custo.

Mergulhamos com Carlão, ele trabalha na Trovão e é guia também. Vimos muita vida. Mais tartaruga, arraia, peixes e mais peixes. Depois foi almoço. Achei muito bom. Tinha duas opções de peixe, pirão de peixe, de batata, de abóbora, saladas… e a paisagem linda do Sancho. Quem optou fazer o plana sub desembarcou e embarcou em outro barco.

Gente, esse passeio é top!!! É feito no porto e tem muita vida. Vale muita pena, principalmente para mim que ainda não tinha mergulhado no porto. Você controla sua prancha e pode ficar mergulhando ou só fazendo snorkel mesmo, o controle é seu. Na volta do passeio, descemos na Vila dos Remédios e fomos para o Bar do Meio assistir o por do sol.

Tem um DJ tocando músicas legais, ambiente bom. Achei os preços um pouco caros, ainda mais que as porções não eram bem servidas, mas a comida era boa também. Pedimos uma porção de Dadinho de Tapioca e um ceviche indiano + bebidas (conta R$100 para cada). Acho que foi o lugar mais caro. O por do sol é lindo demais também.

A noite fomos no Varandas comer o famoso Gratinado de Frutos do mar. O prato serve bem 3 pessoas e é delicioso. Acho que era R$140,00.

Fernando de Noronha por Nicole Nunes 03

Dia 7 – 21/09: Volta pra casa

Dia de voltar para casa rrsrs. Passamos na Atlantis para ver as fotos e a filmagem. Compramos 6 fotos, saiu por R$30 reais cada uma. Apesar de ter filmado com a gopro, a visibilidade não fica a mesma coisa pois não tenho a lente que melhora a cor… tem a lente original mesmo, por isso achei interessante comprar as fotos.

Ficamos um tempo na Praia da Conceição e é uma delícia. Ficava lá o dia todo, mas tinha que voltar para casa, rsrsrs.

Fotos Panorâmicas em Noronha

Panoramica em Noronha por Nicole Nunes 01 Panoramica em Noronha por Nicole Nunes 02 Panoramica em Noronha por Nicole Nunes 03 Panoramica em Noronha por Nicole Nunes 04 Panoramica em Noronha por Nicole Nunes 05 Panoramica em Noronha por Nicole Nunes 06 Panoramica em Noronha por Nicole Nunes 07 Panoramica em Noronha por Nicole Nunes 08 Panoramica em Noronha por Nicole Nunes 09

Links relacionados

Guia de viagem completo de Fernando de Noronha

Melhores pousadas em Fernando de Noronha

Dicas de restaurantes para todos os bolsos em Noronha

10 dicas práticas para quem pretende viajar para Noronha

Faça parte do grupo Dicas de Noronha no Facebook

Minhas super dicas de Noronha

– Acho que vale a pena pegar uma pousada com café da manhã, porque ai você aguenta ficar até o final do dia.
– Comprava sempre água no supermercado e enchíamos o squeeze. Ajudava muito durante o dia.
– Para quem gosta de comer bem, vale muito a pena gastar um pouco mais e conhecer os restaurantes de Noronha. Os pratos são feitos com muita qualidade. Comparado com os restaurantes que temos aqui em Salvador, não achei os preços exorbitantes não.
– O atendimento de todos da ilha é muito bom. Fiquei impressionada com a presteza de todos.
– Quem gosta de mergulhar, acho válido comprar snorkel, nadadeira e máscara, usei praticamente todos os dias.
– Vale a pena pagar a taxa do parque antes, e com 10 dias antes do passeio pedir para o guia agendar. Muita gente deixou para agendar na hora e não conseguiu vaga nos passeios.
– É importante aproveitar as praias Cachorro e Conceição, elas são uma delícia.
– Andava de mochila para cima e para baixo. Muito mais útil do que bolsa de praia para as mulheres.
– Levei uma gopro 4 e uma sony para as fotos.
– Não deixem de fazer a trilha São José, é bem diferente.
– A internet da tim funciona perfeita. 3G na maior parte do tempo.
– Para quem gosta de comprar imã, os mais bonitos encontrei na lojinha do restaurante O Pico (R$18,00) e na loja da Atlantis (R$15,00)
– Não precisei usar repelente nenhum dia… talvez no dia que fui no Muzenza seria bom ter passado, mas como não fiquei muito tempo, não fez muito estrago rs
– Usei a camisa de proteção apenas no dia da Atalaia longa, pois temos que sair de casa sem protetor. Para os outros dias não achei necessário.
– Além de sandália de borracha, só utilizei o tênis no dia do Atalaia longa. Não achei necessário outro tipo de calçado para o dia.
– Aproveitem bastante, porque é um paraíso. Algumas sensações só serão sentidas quando você estiver lá. Por mais bonita que a foto seja, não retrata a paz e a beleza do lugar.

Assistam os vídeos que fiz em Noronha

São 6 vídeos na Playlista abaixo. Basta clicar nas barrinhas do canto superior esquerdo para os outros vídeos aparecerem. Ou dar play no primeiro e ir assistindo todos na ordem. 😉

Texto, vídeos e fotos por Nicole Nunes

Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este site é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.
  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.
  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.
  • GANHE 179 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$179 de desconto na sua primeira reserva acima de R$250. Aproveite!
  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.
  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM



Denunciar

Curtiu essa matéria?

Escrito por Mauricio Oliveira

Maurício Oliveira é social media expert, fotógrafo, videomaker, consultor de turismo, blogueiro, influenciador e empreendedor. CEO do Trilhas e Aventuras, conta suas experiências de viagens no blog Viagens Possíveis e criador de inovadoras ações de marketing de turismo, o BlogTur e o VIPBloggers. Ama o que faz no seu trabalho e nas horas vagas também gosta de viajar. Siga no Instagram e no Twitter, curta no Facebook, assista no Youtube e circule Mauricio Oliveira e Trilhas e Aventuras no Google Plus.

Comentários

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0
Simbologias Hindu em Kuala Lumpur

Descobrindo Kuala Lumpur em 2 dias, na Malásia

Trilha da Pedra do Macaco, em Maricá - RJ

Trilha da Pedra do Macaco em Maricá – RJ