in

Porto de Galinhas – vá mas não faça titica

Muito se fala deste local. É um dos pacotes mais vendidos nas operadoras, ganha destaque mês sim mês também nas revistas especializadas, e foi eleito diversas vezes o melhor destino do Brasil. Estando lá, não é difícil perceber o porquê de tanta popularidade – o acesso é fácil: há ônibus de linha e de turismo saindo direto do aeroporto de Recife, a viagem de carro não dura nem uma hora, e a estrada é boa. A estrutura é completa: pousadas e hotéis para todos os gostos e bolsos, bares e restaurantes os mais variados, infinitas lojas de lembrançinhas e artesanato, e até grifes como Richard’s e O Boticário. E a prefeitura local faz questão de ressaltar tudo isso: há cartazes, outdoors e anúncios sempre convidando mais gente.

Realmente este é o tipo de destino que agrada a 99% da massa de turistas. Eu estou no 1% que busca tranqüilidade, distância da vida urbana e interação com a natureza. E esta, aqui, acaba muitas vezes em segundo plano na preocupação dos visitantes. Isto posto, o lugar é realmente lindo e vale mesmo a visita, com ressalvas que colocarei aqui.

A cidade de Porto de Galinhas fica na parte “central”, entre Muro Alto e Maracaípe. Este último é o destino de surfistas e de estrutura mais simples, mas ainda assim agitado. Já o primeiro abriga os resorts luxuosos de quem quer se isolar do tumulto na região central de Porto.

rafael_porto-de-galinhas01

A grande atração do local só é aproveitada algumas horas por dia: as lindas piscinas naturais se formam na maré baixa, e fora deste horário a faixa de areia some e as ondas tomam conta, impossibilitando o banho. A rotina diurna gira em cima da tábua de marés: em qualquer ponto da cidade você encontra informação sobre o horário em que as piscinas vão surgir. E a partir desde momento, a praia se transforma em um centro de comércio: jangadeiros com velas contendo anúncio das mais diversas marcas oferecem passeios a R$8.

Acho que não chega a 5 minutos o tempo para ir até a beira das piscinas, trajeto esse que pode ser feito tranquilamente (com câmera na mão e tudo) pela água, mal molhando o torso, por uma faixa de areia mais à direita na praia. Ainda assim, as dezenas de jangadas estão sempre em movimento, levando e trazendo turistas. E mais – recomendam que vão de chinelo, para poupar seus delicados pés e esmagar todo e qualquer resto de vida que esteja cobrindo os recifes. Mas o ápice do comércio é a venda de ração especial para os peixes, por jangadeiros cadastrados pela prefeitura! Será que tudo que eu aprendi sobre não interferir na natureza está errado?

rafael_porto-de-galinhas02 rafael_porto-de-galinhas03

Optei por uma atividade menos prejudicial e mais proveitosa: diversas operadoras de mergulho ficam ali mesmo, na areia, e a saída é feita também em jangadas, cheias de cilindros de oxigênio, reguladores, coletes e afins. Cheguei cedo, o que me permitiu aproveitar um momento de relativa paz: ainda não haviam dezenas de “batismos” (mergulhos com quem nunca fez a atividade antes – você é literalmente rebocado pelo instrutor) e nem jangadas passando sobre a cabeça. A fauna local é muito variada e o mergulho, de 45 minutos, foi uma experiência incrível, tendo sendo recebido por um imenso cardume de peixe-galo, logo na descida, e com seu ponto alto na descoberta do peixe-pedra, camuflado em uma toca.

Para sair da agitação de Porto, o melhor destino é Muro Alto. Os passeios até lá, em bugre, chegam a R$50 por pessoa. Por R$3 você pega um moto táxi que te deixa na areia. O clima é totalmente diferente: a praia é bem extensa e, para o lado esquerdo, deserta. No lado direito, é tomada pelos resorts, com aluguel de jet ski, banana boat, windsurf, etc. Por toda a extensão, um imenso recife (o “muro”) separa a praia da força do mar, formando uma piscina gigante onde pode-se ficar por horas, aproveitando os peixes e crustáceos oferecidos pelo único quiosque no local, ou sendo servido por garçons na frente dos hotéis requintados.

rafael_porto-de-galinhas04 rafael_porto-de-galinhas05

No outro extremo, chega-se a Maracaípe, praia de ondas fortes e destino dos surfistas. Ali, um dos principais passeios é o do cavalo-marinho. Guias-mirins conduzem pelo mangue até a beira do rio, onde embarca-se novamente em uma jangada, ao preço de R$8. Entrando no mangue, o primeiro ponto de interesse é um bar flutuante em uma jangada! Não era um passeio pela natureza? E então vem a segunda parada, segundo o jangadeiro é onde os cavalos-marinhos ficam em maior quantidade, reproduzindo-se entre os galhos das árvores do manguezal. A pesca de peixes e caça de animais é proibida na época de reprodução, os locais de desova de tartaruga ficam fechados para visita…será que o cavalo marinho gosta é de público? Ah sim, e tem outro bar, este estabelecido na margem.

rafael_porto-de-galinhas06

Para ver os cavalos-marinhos, é preciso fôlego: mergulhar bem próximo ao fundo de lodo, e procurar próximo às raízes. Mas para os que não quiserem o esforço não tem problema – o jangadeiro pega um cavalo-marinho na mão e coloca dentro de um ponte de vidro para que todos o vejam! Uma turista ainda pergunta se aquilo não prejudica o bicho, e ele responde que não, não tem problema nenhum!!! Dá vontade de colocar o jangadeiro dentro do pote.

Saí de Porto com um grande peso na consciência por ter participado de tal degradação, e uma contradição: acho que contribuí para fazer dali um lugar cada vez mais longe do que me desperta interesse.

Autor: Rafael Serpa
E-mail: [email protected]

Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este site é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.
  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.
  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.
  • GANHE 179 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$179 de desconto na sua primeira reserva acima de R$250. Aproveite!
  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.
  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM



Denunciar

Curtiu essa matéria?

Escrito por Mauricio Oliveira

Maurício Oliveira é social media expert, fotógrafo, videomaker, consultor de turismo, blogueiro, influenciador e empreendedor. CEO do Trilhas e Aventuras, conta suas experiências de viagens no blog Viagens Possíveis e criador de inovadoras ações de marketing de turismo, o BlogTur e o VIPBloggers. Ama o que faz no seu trabalho e nas horas vagas também gosta de viajar. Siga no Instagram e no Twitter, curta no Facebook, assista no Youtube e circule Mauricio Oliveira e Trilhas e Aventuras no Google Plus.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

Torres del Paine – o W da questão

Pantanal Express – Um rápido passeio pela Transpantaneira