in , , , ,

O que fazer na Chapada Diamantina em um dia

Vista panorâmica do Morro do Pai Inácio

Olá pessoal, sou o mais novo colunista de Trilhas e Aventuras e esse é meu primeiro post, espero que gostem. Vamos nessa? Apertem o cinto e boa viagem. Venha comigo saber o que fazer na Chapada Diamantina.

Quer conhecer um lugar incrível onde as atrações e paisagens naturais são tantas que você se perde na hora de escolher os passeios? Na boa, então vá pra Chapada Diamantina!

Fincada no coração da Bahia, é de lá que nascem quase todos os rios da bacia do Paraguaçu, do Jacuípe e do Rio de Contas. Estou falando de um lugar no nordeste cercado pela Caatinga, um lugar de onde fluem correntes de águas que brotam nos cumes e deslizam despencando em cachoeiras, formando inúmeras piscinas naturais. A região é formada por serras, protegida pelo Parque Nacional da Chapada Diamantina e administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Sempre quis conhecer a Chapada Diamantina e depois de muito pesquisar comprei as passagens e pus o pé na estrada. A data escolhida foi a do feriadão da Semana Santa, em Abril desse ano. O melhor ponto de partida para quem vem de outros estados é Salvador, de lá se pode chegar até Lençóis, cidade que é uma das principais portas de entrada para o parque nacional, onde há uma melhor estrutura, com muitos hotéis para todos os bolsos.

De Salvador até Lençóis são cerca de 420 km que são percorridos de 5 a 10 horas dependendo do transito que em feriadões costuma ser muito intenso.

Rio Mucugezinho
Rio Mucugezinho

Existem duas formas de chegar, usando o modal aéreo e o rodoviário. Pela Azul existem dois voos semanais que partem da capital baiana até Lençóis e também existe uma empresa de ônibus que faz o trajeto partindo da rodoviária de Salvador, a Real Expresso.

Passagens? Ok. Reservas? Ok. Mas quando se viaja sozinho sempre surge uma dúvida. Vou para o fim do mundo, será que terei companhia para os passeios? A resposta é: Nos períodos de férias e feriadões é certo que estará “acompanhado”, o destino é um dos mais procurados e você encontrará por lá turistas e mochileiros do mundo todo! Apesar da grande distância da capital Salvador o parque fica lotado e não estou exagerando.

Eu fiquei na cidade de Lençóis pelos motivos já descritos acima, e como eu só tinha um dia útil (cinco dias é no mínimo suficiente para aproveitar o parque) escolhi o passeio de 1 dia mais “completo” disponível para o período: Rio Mucugezinho e Cachoeira do Diabo, Morro do Pai Inácio, Pratinha, Gruta Azul e Gruta da Lapa Doce. Mas como eu disse no início deste post o parque tem tantos passeios que se você ficar por lá 30 dias não consegue ver tudo, garantem os guias turísticos.

Cachoeira Garganta do Diabo
Cachoeira Garganta do Diabo

Região de Mucugê

Depois de quase 3 horas de voo saindo do Rio de Janeiro até Salvador com conexão em Guarulhos e de enfrentar 10 horas de ônibus com direito a engarrafamento de 2 horas em Feira de Santana, ufa, cheguei à simpática e bem estruturada cidade de Lençóis. Fiquei em um Hostel e tive uma noite bem tranquila, dormi como pedra, rs.

Acordei bem cedo e fui para a agência de turismo de onde sairia o meu grupo. Uma dica: Pesquise com antecedência sobre os passeios na Chapada Diamantina antes mesmo de viajar, porque será difícil escolher o melhor, principalmente em cima da hora. Na cidade existem muitas agências e os preços são praticamente os mesmos.

Minha primeira parada foi em Mucugê, local onde nasce o rio Mucugezinho. O lugar é incrível o rio desliza vários quilômetros sobe uma região rochosa, você vai se surpreender por lá. O Mucugezinho possui diversas cachoeiras, a mais conhecida é a Garganta do Diabo, e para quem gosta de esportes radicais dá para fazer um rapel nas encostas com direito à tirolesa para os mais “animados”.

Poço do Diabo
Poço do Diabo

Próxima parada, Morro do Pai Inácio

Sabe aquele sentimento bom que se tem quando você chega a um lugar que sempre quis e tem a certeza de que acertou na escolha? A Chapada Diamantina é assim, para qualquer direção que se olha essa é a sensação.

Depois de Mucugê, partimos para o Morro do Pai Inácio, um dos locais mais lindos que já vi na vida, imponente com seus 1.120 metros de altitude, o morro descortina a mais bela vista panorâmica da Chapada. São 360º graus de paisagens de tirar o fôlego, ainda mais ao pôr do sol. Após uma subida íngreme de 300 metros em quinze minutos você chega ao topo do cartão-postal, o Pai Inácio fica na cidade de Palmeiras, a 22 quilômetros do centro de Lençóis.

De todos os lugares que conheci na Chapada Diamantina o Morro do Pai Inácio foi o que mais me impressionou, ficaria por lá por horas e horas. Impossível não sentir paz em meio ao silêncio, ao vento e ao visual. O lugar é cercado por uma lenda antiga que o torna ainda mais especial. Mas eu não vou contar aqui, você terá que ir lá para conferir.

Morro do Pai Inácio
Morro do Pai Inácio
Vista panorâmica do Morro do Pai Inácio
Vista panorâmica do Morro do Pai Inácio
Vista panorâmica do Morro do Pai Inácio
Vista panorâmica do Morro do Pai Inácio

Pratinha e Gruta Azul

Quando você chega ao Morro do Pai Inácio a impressão é de que você já viu tudo o que tinha para ser visto, mas tem mais, muito mais. De lá fomos para Pratinha e Gruta Azul, locações diferentes mas dentro da mesma propriedade. O lugar é lindo e já foi cena de várias novelas brasileiras, a mais recente foi Além do Horizonte.

Com beleza ímpar a lagoa da Pratinha possui águas mornas e transparentes com um lindo tom azulado. Por lá existem opções de mergulhos mas infelizmente estava muito cheio e vai ficar para uma próxima vez.

Na fazenda também existe um restaurante de comidas típicas com tudo que a Bahia tem de melhor, é bem barato e self-service. Experimentei palmas e achei de um sabor único, muito gostoso. Se for no período de feriadão se prepare para as filas, na verdade existem filas pra tudo!

Pratinha
Pratinha

Barriga cheia, ânimos redobrados e vambora pra Gruta Azul…

Um detalhe sobre a Gruta Azul é que o melhor período para se visitar é entre às 14 e 15 horas, horário em que a luz do sol toca as águas dando o tom azulado e produzindo um brilho bem intenso até para as câmeras. Esse fenômeno ocorre durante os meses de Abril a Setembro, como era feriadão enfrentei fila, fiquei aproximadamente uma hora esperando a vez para descer até a gruta que fica encravada sobre uma rocha, mas valeu muito a pena.

Gruta Azul
Gruta Azul

Gruta da Lapa Doce

Última parada e a mais aguardada por mim.

Definição: Gruta ou caverna por ter mais de 20 metros de altura e entrada e saída distinta, lapa igual à pedra e doce de potável.

Ao chegar à entrada da caverna à sensação que tive foi a de ter voltado para a pré-história. “Será que passou algum dinossauro por ali?”. Foi constatado que esse mesmo lugar já foi fundo do oceano segundo estudos arqueológicos. A alguns metros de profundidade é possível observar inúmeras estalactites que estão em formação há milhares de anos.

Entrada da Gruta da Lapa Doce
Entrada da Gruta da Lapa Doce
Estalactites da Gruta
Estalactites da Gruta
Gruta da Lapa Doce
Gruta da Lapa Doce

Na Gruta da Lapa Doce pude viver um dos episódios mais surpreendentes de toda a Chapada Diamantina. Em um determinado momento no interior da caverna o grupo parou e as luzes dos lampiões foram apagadas, mergulhamos 1 minuto em um mundo de silêncio e completa escuridão, retornamos a milhares de anos no tempo, experimentamos sensações vividas pelos mais primitivos humanos, foi sensacional!

Possuindo quase 1 km de extensão catalogados a Gruta da Lapa Doce é até hoje alvo de pesquisas arqueológicas. Segundo os guias locais outras entradas estão sendo exploradas por universidades de arqueologia e paleontologia.

“O que será que eles já encontraram?”, perguntei ao guia, que com um sorriso no rosto tratou de mudar de assunto.

Assistam também os vídeos que fiz sobre a Chapada Diamantina

Vídeo Chapada Diamantina Parte 1

https://www.youtube.com/watch?v=LpHXD-2UKsU

Vídeo Chapada Diamantina Parte 2

https://www.youtube.com/watch?v=xHXzOwKyqOI

Se você não tiver muito tempo pra conhecer o destino, essa sugestão de roteiro do que fazer na Chapada Diamantina em um dia é o ideal. Várias agências vendem esse pacote. É só procurar.

Então é isso, espero que tenham gostado.  Até a próxima.

Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este site é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.
  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.
  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.
  • GANHE 130 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$130 de desconto na sua primeira reserva acima de R$250. Aproveite!
  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.
  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM



Denunciar

Curtiu essa matéria?

Escrito por Thiago Queiroz

Thiago Queiroz é capixaba do interior do Espírito Santo, natural de Cachoeiro de Itapemirim e atualmente mora no Rio de Janeiro. Estudante de administração, assistente financeiro e um apaixonado por viagens. Seu maior sonho é viajar e conhecer os lugares mais fantásticos do planeta.

Comentários

Deixe um comentário
  1. Parabens Thiago Queiroz por sua coluna, pelo espirito aventureiro e alegria de viver! Chapada Diamantina realmente eh linda! Aguardo novas colunas com suas aventuras para viajarmos um pouco contigo kkk um abraço!

  2. Olá Thiago !!!

    Parabens pela coluna, muito boa matéria, as fotos estão demais cara, o vídeo também !!!

    Através das fotos e do video posso ver os atributos invisiveis de Deus pelas coisas que foram criadas !!!

    Abraço

    Márcio Torres
    Jesus Cristo é o Senhor

  3. Perfeito esse lugar!
    Creio eu que a sensação de estar em um lugar assim e de estar no paraiso…
    Parabéns o post esta maravilhoso assim como o lugar…
    Queremos mais! E ai qual será o proximo destino deste aventureiro?

  4. Alguns atrativos naturais causam espanto e êxtase, deslumbrantes paisagens. Mas são tantas as atrações que se pode optar entre visitar grutas, tomar banho de cachoeira, fazer trekking em antigas trilhas de garimpeiros, montar a cavalo ou praticar esportes e aventuras. A Chapada abriga, em seus vales e cumes e comunidades esotéricas.
    Caminhar, respirando o ar puro e admirando a paisagem é a principal opção dos turistas de todas as partes que visitam a Chapada. Os lugares verdejantes guardam sempre uma surpresa com águas cristalinas ou areias coloridas, belos morros, flores e hortaliças que encantam pela beleza e viço. Curiosidade:existem ruínas da cidade fantasma, construída com pedras que formam as paredes de pequenas grutas. O “morro da igrejinha” é um dos lugares mais visitados, por católicos e todos que apreciam a beleza da Chapada.
    Visitada pelo meu amigo Thiago Queirosz de Oliveira, deixo um aviso à todos que desejam buscar uma Paz espiritual, pois o lugar é perfeito…
    Não há no mundo lugar melhor com tanta energia positiva….

  5. Ótimo post Thiago!

    Sempre existe novidades no Parque Nacional da Chapada Diamantina, roteiro de base comunitária, é muito procurado por estrangeiros.

    abraços!

    Qualquer info, só falar!

    abraços!

  6. Muito lindo, nossa viajei agr, mais espero poder ir um dia mesmo. Você mostrou cada detalhe,que se eu pudesse iria nesse momento… amei!!!

  7. Parabéns thiago queiroz, muito maneiro o seu trabalho deu pra ver que vc mostrou todos os detalhes dessa maravilha brasileiro e faz com que a gente veja que o nosso paíse muito lindo e cheio de lugares e culturas diferentes, por isso acho que devemos conhecer melhor nosso país antes de conhecer o exterior pois nosso país é imenso e nele existe lugares lindos pra todos os gostos, devíamos prestigiar mais nosso Brasil e suas belezas naturais, vlw Thiago Queiroz Abraço e parabéns pelo trabalho

  8. lugar lindo….uma bela aventura,parece mágico o lugar,viajamos so de olhar,as paisagens lindas,parabens pelo belo trabalho..vc e nota 1000

  9. Uma região maravilhosa.
    Vivendo em Salvador, acho a chapada diamantina o melhor lugar para respirar e deixar a cidade para uma fim de semana. Trilhas e Descanso num lugar paradisíaco fazem da Chapada um dos meus lugares favoritos do pais.
    Concordo com tudo do artigo!
    Abraço!

  10. legal muito lindo bla bla bla kkkkk eu nao so muito bom em comentarios kkkkk mais verdade queria morar ae e levar a claudia e sabrina comigo viver num lugar no meio do mato onde os vizinhos senjam morcegos bla bla bla kkkkk valeu

  11. Gostaria de parabenizar a Trilhas e Aventuras e em especial ao Thiago pela matéria maravilhosa. Ficou incrível! Sempre ouvi falar da Chapada Diamantina mas nunca imaginei que fosse tão espetacular e fascinante.
    Mais uma vez parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

Cachoeira do Acaba Vida, em Barreiras - Foto: Joel Ramos

10 Cachoeiras na Bahia que valem tomar um banho

Expedição ao Kilimanjaro mescla escalada a habilidades empresariais