in

Montanhismo de Mínimo Impacto

Os Esportes de Aventura são hoje um dos segmentos do turismo que mais cresce no Brasil e no mundo. A busca por lugares exóticos, paisagens belas, ou simplesmente descanso faz com que as pessoas deixem a segurança de suas casas para se arriscarem em lugares inóspitos a procura de adrenalina e emoção, atitude essa sempre recompensada pelo contato direto com a natureza.

O montanhismo, modalidade dos esportes de aventura que engloba o trekking, camping, mountain bike, rafting e os esportes verticais: rapel – escalada e ainda o alpinismo e andinismo, é um dos mais praticados no Brasil. Porém, junto ao desenvolvimento dessas atividades vemos crescer também os impactos ambientais causados pelas mesmas. O abandono de lixo nas trilhas, o desmatamento das florestas para abertura de vias de escaladas ou pontos de rapel e a poluição dos rios, são os principais danos causados pelos montanhistas.

Podemos entender como impacto ambiental qualquer alteração no meio ambiente ou em alguns de seus componentes por determinada ação ou atividade.

É necessário que os adeptos do montanhismo tenham consciência de que um rio ou uma floresta é o ambiente peculiar a outros seres vivos, e que nós somos seres estranhos a esse ambiente, ou seja, é importante entender que só o fato de estarmos em uma floresta já é um impacto, por isso devemos nos preocupar em minimizar ao máximo essas ações.

Ao fazermos uma trilha, seja o moutain bike ou o trekking, sabemos que há dois tipos de impactos que são inevitáveis: o pisoteamento do solo e a poluição sonora.

O percurso da trilha que estamos pisando vai se tornando impróprio para o desenvolvimento da vegetação, para que aquele pequeno espaço seja reflorestado seriam necessários alguns anos sem a presença humana, o que é inevitável em uma região voltada para o eco-turismo. Durante a prática dessas atividades também é impossível não fazer barulho, mesmo se tentarmos ficar em silêncio por todo o percurso, o que já é muito difícil quando se está em grupo, estamos fazendo barulho ao pisar, ao se movimentar, e esse barulho estressa a fauna, impedindo muitas vezes que possamos apreciar ou fotografar os animais.

Podemos entender que o pisoteamento do solo e o barulho que fazemos durante a prática dos esportes de aventura são danos inevitáveis, entretanto podem e devem ser amenizados. Todos os outros tipos de impactos como o abandono de lixo nas trilhas, o desmatamento e a poluição dos rios devem ser erradicados, pois são verdadeiros atos de desrespeito e irresponsabilidade dos praticantes para com a natureza. É com base nessa visão que defendemos o montanhismo de mínimo impacto: amenizar os danos inevitáveis e erradicar todas as outras formas de agressão a natureza.

Sugerimos aos montanhistas que ao organizarem suas expedições ou mesmo pequenas visitas aos espaços naturais, pensem principalmente, na produção do lixo durante a atividade. É importante levar sempre uma sacola extra para guardar o lixo fora da mochila, evitando sujar sua roupa ou outros alimentos. Lembre-se que nem sempre é recomendável deixar lixo orgânico nas florestas, informe-se antes se a fauna daquela região consome aquele tipo de alimento, e se a quantidade não é exacerbada fazendo com que fique o mau cheiro e juntem-se mosquitos ou moscas próximo das trilhas ou rios.

Outro grave problema são as fogueiras feitas nos acampamentos. É importante ressaltar aos praticantes que mesmo as árvores que estão caídas servem de alimento para a manutenção do ciclo biológico de diversas espécies, como os fungos, formigas, cupins entre outros, e esses animais fazem parte de uma cadeia alimentar. Desta forma é importante coletar para a fogueira a madeira de árvores que já estejam mortas. Desmatar, ou cortar galhos de árvores para fazer fogueira é uma agressão a natureza e não deve ser praticada.

O uso adequado do meio ambiente é de fundamental importância para a manutenção das espécies e para o futuro de todos os seres vivos. E esse é um dever de todos, e principalmente dos que fazem da natureza o seu estilo de vida. Lembrar antes de qualquer atividade em montanhas: amenizar os impactos inevitáveis e erradicar todos os tipos de agressão a natureza.

Às Montanhas!!!!

Autor: Erick Agapto
E-mail: [email protected]

Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este site é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.
  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.
  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.
  • GANHE 179 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$179 de desconto na sua primeira reserva acima de R$250. Aproveite!
  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.
  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM



Denunciar

Booking.com

Curtiu essa matéria?

Escrito por Mauricio Oliveira

Maurício Oliveira é social media expert, fotógrafo, videomaker, consultor de turismo, blogueiro, influenciador e empreendedor. CEO do Trilhas e Aventuras, conta suas experiências de viagens no blog Viagens Possíveis e criador de inovadoras ações de marketing de turismo, o BlogTur e o VIPBloggers. Ama o que faz no seu trabalho e nas horas vagas também gosta de viajar. Siga no Instagram e no Twitter, curta no Facebook, assista no Youtube e circule Mauricio Oliveira e Trilhas e Aventuras no Google Plus.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Montanhismo em Ilhabela: Trilha ao Pico do Baepi – SP

Consciência Ambiental em tempos de aquecimento global