in , ,

Trilhas e dicas do Parque Estadual do Ibitipoca – MG

Saímos do Rio no dia 14/nov as 18:30 chegamos em Ibitipoca eram cerca de 23:30, devido as condições da estrada e da chuva que eram péssimas.

Como Chegar

Para chegar no Parque Estadual do Ibitipoca, a distância do Rio para lá é de cerca de 260 Km. Ao sair do Rio pelo Rodovia Washington Luiz (Rio-Juiz de Fora) existem 3 pedágios antes de chegar a estrada que dá acesso a cidade de Ibitipoca do Município de Lima Duarte. A estrada Rio Juiz de fora estava excelente, exceto pelo preço de R$ 4,70 por pedágio.

Após passar o terceiro pedágio são mais ou menos uns 40 km para se chegar a uma placa que indica a estrada para ir para cidade de Lima Duarte. Deve-se entrar nessa estrada. Eu fui com um Peugeot 206 – 1.0 para vocês terem parâmetros de comparação e lá tem muitos carros do tipo Corsa e Uno, mas acredito que eles tenham ido bastante leve como eu fui. A estrada que leva da Rodovia Washington Luis até a cidade de Lima Duarte (MG) está muito RUIM, porém se consegue trafegar nela sem grandes problemas.

Se fizer o percurso à noite CUIDADO com os buracos GIGANTES que aparecem do nada obrigando o motorista a pegar até a contramão para desviar deles. Recomenda-se não ir a mais de 60 km/h, demora um pouco mais mas é mais seguro. A estrada de Lima Duarte até Ibitipoca é de terra e é bastante escorregadia em caso de chuva.

Se seu carro for 1.0 ou não tiver tração nas quatro rodas tente fazer o percurso de dia e com o carro bastante leve. Tente não parar nas subidas senão verá muita dificuldade para fazer com que o carro continue a subir. Nos 3 Km finais, antes de chegar em Ibitipoca, a estrada é de pedregulhos batidos no barro(não são paralelepípedos não) e tem vários pedregulhos soltos em ladeiras que servem de obstáculos(cuidado para não atropelar um deles) nas subidas de aproximadamente 30 graus ou mais de inclinação.

É necessário um pouquinho de sentimento “dane-se o carro” para seguir adiante. Se você é daqueles que dorme com o carro na cama e manda sua esposa dormir na garagem não vá mas se você não for um desses maníacos por carros conseguirá sem problema algum. Não ocorrerá nada que depois da viagem água, sabão e um esfregão bem forte na lama, que gruda, não limpem.

Recomendações e dicas

Por incrível que pareça não tem mosquitos então não é necessário repelente. Levar protetor solar porque o sol por lá não parece mas deixa insolações de ficar todo queimado.

Existe um comércio de conveniência que em alta temporada fecha lá pela madrugada. Você não vai conseguir achar nada sofisticado e exótico como queijo de búfala ou vinho Romane Conti mas vai conseguir comprar pasta de dentes, creme de leite, pão e coisas do gênero.

Não é permitido fogueira no parque nem nada que faça fogo como fogareiro (acredito que essa regra seja aplicada apenas para os visitantes e não para o campistas que estão dentro do parque).

Os guardas florestais podem revistar a bagagem de qualquer um portanto CUIDADO se quiserem levar algo não permitido para o parque (por exemplo: drogas).

Camping no parque só com reserva pelo telefone (32) 3281-1101.

A vida noturna na cidade se resume a beber uma cervejinha jogar um papo fora com as meninas que aparecem por lá e ouvir alguns shows de violão que existem por lá por ocasião dos feriados mas é legal para quem não gosta de muita agitação. Muita gente descontraída que adora beber, fumar e bater um papo.

O pessoal que aparece por lá varia muito na idade mas a grande maioria tem entre 17 e 23 anos.

De preferência tente conseguir um local onde você somente tenha que tirar o carro para ir embora para casa pois em alta temporada a tendência que ocorre é se retirar o carro em menos de 5 minutos vem alguém e estaciona na sua antiga vaga.

Se for daqueles que não tá muito ai para levar peso então não leve comida não. Lá a comida é barata e boa então não é necessário o trabalho de fazer comida no camping e depois ter que lavar as panelas.

Leve dinheiro, não tem banco em Ibitipoca só na cidade de Lima Duarte (segundo reza a lenda).

Booking.com

Levar agasalho, não esquecer que lá é serra e faz um certo frio à noite.

Levar capa de chuva pois sempre pode chover.

Levar cadeado com chaves extras para quantas pessoas forem ficar na barraca e trancar a barraca ao sair. Não há casos de furto conhecidos por mim no período que estive por lá mas não se pode facilitar. A ocasião faz o ladrão ou seja nem todos só se divertem por lá. Existem aqueles que se você der mole eles abrem sua barraca para pegar algo útil a eles.

Levar para o parque água (2 litros) e sanduíches

Levar roupa de banho por baixo da bermuda para quem quiser tomar um banho gelado.

Levar câmera.

Alguns preços de Ibitipoca

Creme de leite R$ 2,35
Água mineral de 1,5 litro – R$ 1,50
Lata cerveja R$ 1,60
Garrafa de Cerveja R$ 2,00
Prato feito R$ 3,00 Existem outros restaurantes mais sofisticados por lá que também são mais caros.
Caldo de feijão R$ 3,00 (vale por um almoço)
Entrada do parque R$ 5,00

Mais dicas importantes

Caso resolver arriscar a tentar invadir o parque por trilhas não permitidas se os guardas florestais conseguirem te pegar você vai ter pagar de multa de R$ 250,00 mais pena de serviço comunitário e mais ter que prestar depoimento na delegacia no dia útil seguinte ao ocorrido. Isso não é raro pois os guardas florestais são habitantes locais e todos eles sabem onde são as trilhas não permitidas. Sempre tem gente que é pega tentando fazer isso. Acho que vale a pena pagar os R$ 5,00.

Chegue cedo pois eles permitem até 800 pessoas por dia no parque nos finais de semana. O expediente da venda de ingressos começa as 07:00 horas. O pouco tempo que fiquei lá me mostrou que se chegar entre 07:30 e 08:00 se consegue ingressos sem problemas mas depois das 08:00 começa a escassear e pode-se correr o perigo de não se conseguir mais.

ibitipoca-16

Onde ficar em Ibitipoca

Existem campings, pousadas, pousadas e chalés para todos os gostos e bolsos.

O camping Ibitilua onde fiquei é um camping bem rústico mas para quem está a fim de aventura e preço baixo é muito bom e eu o recomendo porque é perto do local de venda de ingressos (casa de pedra – 100 metros) e porque os donos são hiper simpáticos.

O estacionamento do camping é na rua então se for de carro estacione seu carro e só o retire para ir embora. Não se preocupe com o carro porque sempre tem alguém da pousada tomando conta dos carros estacionados em frente e nunca se soube de qualquer carro furtado na região (disse-me a dona e eu também não tive nenhum problema). A estadia de uma barraca por 3 dias do feriado prolongado de 15, 16 e 17/nov é R$ 25,00 por pessoa s/ café da manha, com direito a banho quente de 08:00 as 23:00 horas (3 chuveiros), banheiro masculino – 1 latrina sem assento (faça o que tiver que fazer mas recomendo não sentar na louça e leve seu papel higiênico), cozinha com churrasqueira e pia, tanque para lavar roupas.

Para períodos de alta temporada é necessário confirmar a reserva por telefone (perdi o papel com o telefone e a conta corrente da dona mas pode-se reservar pelo tel (32) 3213-9445 – Leonardo) e é necessário o depósito em conta corrente de 100% da estadia. Cuidado que a dona dá preferência de dinheiro vivo para o depósito visto que leva muito tempo para se compensar cheques e leva muito tempo para ela ver o saldo. Leve o comprovante de depósito para mostrar a dona do camping. Não tem furada não, é assim mesmo que funciona esse camping.

Para mais informações e fotos tentem o site que tem muitas dicas desse e de outros campings por lá: http://www.ibitipoca.tur.br/

O que fazer em Ibitipoca

Ficamos por lá por pouco tempo, apenas duas noites e um dia, porque gostamos de percorrer trilhas de mais de um dia e por onde se leva tudo do que se precisa. Mas mesmo assim valeu a pena. O parque em si é muito bonito e tem vários passeios interessantes. Ele tem a infraestrutura muito parecida com o Parque Estadual da Floresta da Tijuca no Rio com trajetos para você conhecer o parque saindo de manhã do camping e voltando a tarde para dormir e curtir a noite na cidade de Ibitipoca.

O segundo percurso mais logo é de cerca de 3 horas de caminhada de subidas e descidas de ida e mais 2 horas de volta que leva até cachoeira cujo nome é Janela do Céu, cuja água é muito gelada mas que é um espetáculo muito bonito de se ver. O primeiro percurso mais longo (cachoeirinha) está interditado a visitação pública e segundo me disseram é porque tem várias fendas com abismos que se tem que cruzar.

Saímos de lá eram cerca de 14:00 e chegamos de volta no RJ eram cerca de 18:30 do dia 16/nov (sábado).

Autor: Nilson Marcelo de Paula.
E-mail: [email protected]
Cidade/UF: Ibitipoca – MG

Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este site é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.
  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.
  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.
  • GANHE 179 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$179 de desconto na sua primeira reserva acima de R$250. Aproveite!
  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.
  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM



Denunciar

Curtiu essa matéria?

Escrito por Mauricio Oliveira

Maurício Oliveira é social media expert, fotógrafo, videomaker, consultor de turismo, blogueiro, influenciador e empreendedor. CEO do Trilhas e Aventuras, conta suas experiências de viagens no blog Viagens Possíveis e criador de inovadoras ações de marketing de turismo, o BlogTur e o VIPBloggers. Ama o que faz no seu trabalho e nas horas vagas também gosta de viajar. Siga no Instagram e no Twitter, curta no Facebook, assista no Youtube e circule Mauricio Oliveira e Trilhas e Aventuras no Google Plus.

Comentários

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Taxista doidão em Bariloche

Travessia Petrópolis x Teresópolis no Rio de Janeiro

Visita ao PNSO e Travessia Petrópolis-Teresópolis