in ,

Torres del Paine, aventura em paisagens deslumbrantes

Vermelhos de manhã, azuis de dia. Um leque de cores é o que refletem os magníficos gelos que conformam o Parque Nacional Torres del Paine, de 242.242 hectares de extensão, declarado Reserva Mundial da Biosfera pela UNESCO em 1976. Um dos lugares mais bonitos do Chile. Um maciço que nasce depois do esfriamento da terra e dos longos períodos dos glaciares na Terra fazem 12 milhões de anos. Assim, a água é a protagonista em todas suas formas.

Já seja através dos canais patagônicos como nos enormes blocos de gelo que dão vida a branca paisagem habitada por pumas, zorros cinzentos, raposas coloridas ou guanacos, além de flamingos, cisnes de pescoço negro e grande variedade de patos. Em todo este entorno, o clima é de pouco sol e, ao contrário do que se poderia acreditar, muita pouca neve, um entorno mais bem inestável caracterizado por constantes e incessantes chuvas.

O parque, administrado pela Corporação Nacional Florestal do Chile, CONAF, tem 3 acessos: as portarias Sarmiento, lagoa Amarga e lagoa Azul. Além disso, a agência de viagem Comapa lhe oferece uma interessante alternativa de acesso em sua excursão Paine Fluvial. Ali você poderá desfrutar da magnífica experiência de navegar os canais patagônicos e aceder ao parque através do rio Serrano numa magnífica travessia.

O parque está cheio de atrativos. Se impõem, claro está, as Torres e os Cuernos del Paine, um conjunto de formações rochosas que se elevam verticalmente dando vida ao parque e por onde se traçam os principais sendeiros de trekking. Alguns dos impressionantes cumes do Parque são o monte Paine Grande, os mesmos Cuernos del Paine, as Torres del Paine, Fortaleza e Escudo. Os lagos também protagonizam a cena. Entre eles se conta o lago Sarmiento, o Nordenskjold, o Pehoé, o Toro e o belo lago Grey, além dos Saltos Grande e Chico. No rio Serrano se pode encontrar boa pesca e no glaciar Grey se pode admirar uma das mais belas paisagens da zona.

Torres-del-Paine-1

Atividades no Parque Nacional Torres del Paine

Há 2 maneiras de visitar o Parque Nacional Torres del Paine: em automóvel ou realizando lindas caminhadas.

  • Para aqueles que vão de carro, há uma rota principal desde onde saem diversos desvios para as atrações do parque, tais como, o desvio a Lagoa Azul até a Hostería Las Torres, ao Refugio Pudeto e ao Rio Serrano. Saindo por estes desvios se pode ir visitando o parque.
  • Caminhando é sem dúvida a melhor maneira de conhecer o parque. Todos os sendeiros estão bem sinalizados e em muitos há estâncias e refúgios de descanso no meio. É importante levar roupa e equipamento adequado. As excursões a pé se classificam de acordo com sua duração e tramos.
  • Por um ou dois dias, se pode recorrer o sendero a Torres del Paine que começa na guarderia Lagoa Amarga e recorre por uma das lagoas do lugar.
  • Para dois ou 3 dias, há que explorar do sendeiro ao glaciar e o Vale do Francês, que percorre um rio e um imponente glaciar.

Torres-del-Paine-mapa-w

Se tem um bom estado físico, pode aventurar-se no sendeiro de 6 dias que rodeia o maciço do Paine e que começa na Lagoa Amarga, passa pelo glaciar Grey e finaliza no refúgio rústico Pudeto.

Um último recorrido é o da Circuito W, que rodei o parque por completo: bordeia o lago Nordensjkold, chega até as Torres del Paine, segue pelos Cuernos, passa pelo vale do Francês e o glaciar Grey e termina no refúgio Pehoé. Para fazer este percorrido se deve ir con guia especializado.

Ao longo dos sendeiros da excursão, existem refúgios e acampamentos que permitem aos visitantes descansar e pernoitar. São três as áreas para fazer camping dentro do Parque:

Camping do lago Pehoé: Perto do lago do mesmo nome.
Camping Rio Serrano: Localizado no setor lago Toro.
Camping Lagoa Azul: Localizado no setor do mesmo nome.

Para maior informação, consultar na administração do Parque ou a um guarda-parques.

Fonte: Navimag

Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este site é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.
  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.
  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.
  • GANHE 130 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$130 de desconto na sua primeira reserva acima de R$250. Aproveite!
  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.
  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM



Denunciar

Curtiu essa matéria?

Escrito por Mauricio Oliveira

Maurício Oliveira é social media expert, fotógrafo, videomaker, consultor de turismo, blogueiro, influenciador e empreendedor. CEO do Trilhas e Aventuras, conta suas experiências de viagens no blog Viagens Possíveis e criador de inovadoras ações de marketing de turismo, o BlogTur e o VIPBloggers. Ama o que faz no seu trabalho e nas horas vagas também gosta de viajar. Siga no Instagram e no Twitter, curta no Facebook, assista no Youtube e circule Mauricio Oliveira e Trilhas e Aventuras no Google Plus.

Comentários

Deixe um comentário
  1. Olá amigo, estamos planejando ir em Março para a patagônia e torres está em nosso roteiro.

    Colocamos 3 pontos para visitar, a base das torres o vale francês e o glacial.

    Estaremos de carro, considerando isso quanto tempo você acha que devemos contar para visitar os 3 pontos????

    Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

Saiba como evitar o temido Mal das Montanhas

O Ceará também tem esportes radicais nas serras