in , ,

38 Superdicas de Fernando de Noronha, por Mayck Fagundes

Igrejinha de Noronha - Foto Mayck Wilhan Fagundes

Seguem minhas dicas pessoais sobre o que aprendi viajando para Fernando de Noronha:

1 – Enquanto estiver planejando a viagem, estude o mapa da ilha pelo Google Maps e, se souber como fazer, marque seus pontos de interesse, baixando o mapa para seu celular (versão off-line). Apesar da ilha ser pequena, isso facilitará muito a sua localização e compreensão de Fernando de Noronha;

2 – O melhor período para ir até à ilha é de julho a novembro (é baixa temporada e as condições climáticas são mais favoráveis);

3 – A única forma de chegar à ilha é de avião. GOL e AZUL tem voos regulares. Mas percebi que os horários da AZUL são melhores, pois chegam mais cedo e saem mais tarde. Por consequência, mais tempo para usufruir;

4 – Quase todas as pousadas possuem o mesmo padrão (é minha percepção). A menos que você queira pagar diárias de mais de R$ 2.000,00, você poderá se hospedar praticamente com o mesmo conforto (não luxo) em qualquer pousada;

5 – Entretanto, observei que pousadas próximas da Vila dos Remédios ou da Vila do Trinta vão facilitar sua vida para fins de alimentação. De qualquer forma, independentemente da pousada escolhida, você vai precisar se deslocar pela ilha, é inevitável;

6 – Para deslocamentos os ônibus funcionam muito bem. Apesar de eu achar que vale a pena locar um bugue para um dia, os ônibus transitam das 7h às 23h, de meia em meia hora (com atrasos às vezes);

7 – Como se sabe, há taxa ambiental DIÁRIA a ser paga, no valor de R$ 56,80 (para turismo). Meu conselho é que este custo seja pago antes mesmo de viajar, pelo site http://www.noronha.pe.gov.br/. Isto vai facilitar a sua entrada (há uma fila exclusiva para quem já quitou);

8 – NÃO PERCA, DE FORMA ALGUMA, O TICKET PARA A SAÍDA (CHEK-OUT). Ele lhe será entregue no momento de verificação do recolhimento das taxas ambientais, ainda no aeroporto;

9 – Desde 2012 (salvo engano), 70% da ilha está sob concessão. Assim, para ir a determinados lugares, você TAMBÉM precisará comprar o Ingresso do Parque Nacional Marinho (R$ 89,00 por pessoa). Até há como comprar pela internet. Mas considerando que você precisará ir até um dos pontos do para “validar” o voucher, é mais fácil comprar lá mesmo. FAÇA ISSO LOGO QUE CHEGAR!!!

10 – Também no ICMBio (o mesmo lugar que compra os ingressos do parque), informe-se como agendar as trilhas (Atalaia, Abreus, etc). É importante agendar logo no primeiro dia, isto porque o acesso a estes lugares é limitado;

11 – Ainda no ICMBio, peça para que lhe expliquem sobre a “tábua de marés”. Isso será absolutamente importante para você decidir qual o melhor dia para realizar as trilhas;

12 – Outra coisa determinante para quem vai à Fernando de Noronha, é saber sobre o “Swell”. O Swell nada mais é do que uma tempestade que se forma no mar e influencia em como as ondas chegam ao arquipélago. As agências e os surfistas consultam se haverá swell isso pelo site www.surfguru.com.br. É imprescindível dar uma olhada!

13 – Sim, a ilha é bastante cara! É que o paraíso tem seus custos! Mas calma, há formas de economizar. Também no dia da chegada, vá até o mercado. Compre pequenos lanches, bolachas, sucos, refrigerante (NÃO COMPRE ÁGUA)… esses itens você poderá utilizar na pousada e também durante as caminhadas e passeios que fizer durante o dia. Deixe para aproveitar os restaurantes com mais tempo à noite;

14 – Quanto à água, deixe para comprar no TAMAR, no Sancho ou no Sueste. A estratégia é a seguinte: compre o squeeze (garrafinha) que custa a partir de R$ 10,00. Você ganhará duas “recargas” de água (750ml cada). No meu caso, comprei várias garrafas. Trouxe bonitas lembranças a preço barato utilizando, porém, a água enquanto estava na ilha (as recargas podem ser feitas nos mesmos lugares);

15 – Ainda sobre esse esquema da água, eles divulgam muito pouco o sistema, mas ainda assim a ideia é genial: o intuito é que você não compre garrafas pet (que podem virar lixo nas praias). Assim, você até compra efetivamente a água, mas acaba ganhando o brinde (garrafinha). Muito bacana!

16 – Também quanto às despesas, é útil encontrar um amigo (ou um casal) — na sua pousada, de preferência — para dividir aluguel do bugue, comida, etc, além, é claro, de ter companhia para os dias que estiver na ilha…

17 – A ATALAIA é a empresa com maior estrutura para a realização de passeios (não estou dizendo que é a melhor, até porque não contratei serviços das demais). Site: www.ilhadenoronha.com.br. Contrate os passeios antes de ir para a ilha para evitar sustos nos valores;

18 – Não acho que o transfer do aeroporto até à pousada seja necessário. As empresas que prestam esse serviço (inclusive a ATALAIA) cobram um valor bem considerável e te levam para uma espécie de “palestra de apresentação”. Lá, lhe oferecem outros passeios. Perda de tempo e dinheiro na minha opinião. Mais fácil pegar um táxi no próprio aeroporto e pagar um custo aproximado de R$ 25,00 até à pousada;

19 – Quanto aos passeios, faça nos primeiros dias. O ILHATOUR deve ser o primeiro. Com isso, você vai ter transporte para visitar praticamente toda a ilha e, depois, pode voltar aos locais que mais gostou;

20 – Peça para fazer o ILHATOUR em jipe fechado (eu recomendo o Libório, do “Carro das Celebridades”). É que percebi que a maioria das empresas que fazem esse passeio levam os turistas nuns bancos montados na caçamba da caminhonete (parece o papa móvel). Aquilo me pareceu desconfortável, além do que, impede que você vá questionando o guia dos locais pelos quais está passando;

21 – Depois que tiver feito todos os passeios, aí sim alugue o bugue para voltar aos melhores locais. A reserva do bugue também é um providência para o primeiro dia (você corre o risco de não conseguir se deixar para alugar no dia que vai usar). Se não der certo o bugue, os ônibus vão funcionar, não se preocupe!

22 – Chinelos CROCS são ótima pedida para a ilha. Você pode usar em todos os passeios que fizer (inclusive trilhas). Se você reparar, os guias utilizam, em sua maioria, este calçado;

23 – FAÇA UM MERGULHO! É o passeio mais espetacular (nem que seja batismo). Pelo que parece, observando a estrutura, a maior agência é a ATLANTIS (ao lado da igreja, na Vila dos Remédios). De fato os caras são sensacionais. Fale com a ISABELA;

24 – Se fizer o mergulho com a ATLANTIS, lembre-se de pegar o certificado. A arte é bem bacana!

25 – Para flutuação no Sueste ou na praia da Caieira, contrate o guia DAVI OLIVEIRA (normalmente você o encontrará na Baía do Sueste). O cara é fera e vai te mostrar muitas tartarugas, lagostas, cardumes de sardinha e, se você der sorte, até tubarões!

26 – Não perca as palestras do TAMAR. Toda as noites às 20h (deixe para jantar depois). Consulte os temas em: www.tamar.org.br

27 – Compre produtos na Lojinha do TAMAR. Você descobrirá que o trabalho dos caras é quase uma vocação e, portanto, vale a pena comprar souvenirs e ajudar o projeto (além do que os itens são muito bonitos e tem preço justo);

28 – Também do TAMAR, não perca as capturas intencionais de tartarugas que acontecem nas segundas e quintas, às 10h no Sueste. É sensacional!

29 – Nos dias em que estive na ilha, a internet (e o telefone) funcionaram relativamente bem (meu telefone é da Claro). Mas pude perceber que há instabilidades. Portanto não dependa de telefone (deixe o telefone da pousada com seus familiares para eventuais emergências);

30 – Quanto à internet (se ela funcionar), tem um ponto de wi-fi gratuito e bem forte ao lado do Centro Administrativo;

31 – No que diz respeito a bancos e cartões, enquanto estive lá, não tive problemas no crédito ou no débito. Mas não dependa exclusivamente deste recurso, já que podem haver instabilidades.

32 – Apenas Santander e Bradesco são bancos disponíveis da ilha. Salvo engano, no Correio (Vila dos Remédios) é possível saques do BB. Parece que o Itaú também está negociando a abertura de uma agência/posto em breve…

33 – Se numa das noites estiver cansado para sair, peça pizza do “Noronha Delivery”, por aproximadamente R$ 50,00. É bem servido. Telefone: 81.3619.0436;

34 – Além do disputadíssimo pôr do sol de Noronha (normalmente visto por uma multidão de pessoas no Mirante do Boldró), vale a pena acordar cedo e ver o nascer do sol, igualmente esplêndido. Os melhores lugares são o “Buraco da Raquel”, a “Capela de São Pedro” e o “Pontal da Air France” (todas perto do porto). Um outro local magnífico também é o Forte Nossa Senhora dos Remédios (acesso pela Vila dos Remédios), tanto para o nascer do sol quanto para o pôr do sol;

35 – Enquanto estiver na ilha, economize água e energia elétrica. É que os custos são altos para a obtenção destes recursos (a água, por exemplo, é dessalinizada). Faça sua parte e colabore!

36 – Leve repelente e inseticida. À noite os “bichos” são cruéis;

37 – São telefones úteis:
a) Bombeiro: 193
b) Delegacia: 81.3619.0842
c) Farmácia: 81.3619.1104
d) Hospital: 81.3619.0923
e) SAMU: 81.3619.0923
f) Aeroporto: 81.3619.0950
g) Atalaia: 81.3619.1328
h) Atlantis: 81.3619.1371
i) Azul Linhas Aéreas: 81.3619.1487
j) Gol Linhas Aéreas: 81.3619.0454
k) Informações Turísticas: 81.3619.0993
l) Meteorologia: 81.3619.1127
m) Administração da Ilha: 81.3619.0800
n) Projeto TAMAR: 81.3619.1174
o) PROCON: 81.3619.0986
p) Tábua de Marés: 81.3619.1488
q) Central de Táxi: 81.3619.1314

38 – Você sentirá um aperto no peito quando estiver embarcado para voltar. Fernando de Noronha sempre valeria uns dias a mais!

Leia mais sobre Noronha

Guia de viagem completo de Fernando de Noronha

Melhores pousadas em Fernando de Noronha

Dicas de restaurantes para todos os bolsos em Noronha

10 dicas práticas para quem pretende viajar para Noronha

Faça parte do grupo Dicas de Noronha no Facebook

Essas são minhas dicas práticas. Eu até poderia contar dos meus dias em Noronha, mas penso que todos já sabem que a estadia lá é sempre fenomenal. Além disso, a finalidade do grupo, como o próprio nome diz, são Dicas de Noronha e não o relato pessoal de cada um que lá esteve.

Espero ter ajudado. Estou à disposição. Espero logo voltar.

Por Mayck Fagundes

Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este site é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.
  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.
  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.
  • GANHE 179 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$179 de desconto na sua primeira reserva acima de R$250. Aproveite!
  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.
  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM



Denunciar

Curtiu essa matéria?

Escrito por Mauricio Oliveira

Maurício Oliveira é social media expert, fotógrafo, videomaker, consultor de turismo, blogueiro, influenciador e empreendedor. CEO do Trilhas e Aventuras, conta suas experiências de viagens no blog Viagens Possíveis e criador de inovadoras ações de marketing de turismo, o BlogTur e o VIPBloggers. Ama o que faz no seu trabalho e nas horas vagas também gosta de viajar. Siga no Instagram e no Twitter, curta no Facebook, assista no Youtube e circule Mauricio Oliveira e Trilhas e Aventuras no Google Plus.

Comentários

Deixe um comentário
  1. Oi Mayck. Suas dicas são demais ! Postei num grupo de zap e surgiu uma dúvida. Como é feito o controle da recarga d’água comprada no Tamar ? Eu posso pagar por duas recargas, e pegar apenas uma garrafinha?

  2. Amei!!! Estou indo em março/19, adorei a dica da água. A do pôr e nascer do sol também. Outra dica muito valiosa foi a do mapa da ilha para saber a localização exata. Valeu demais!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

Dicas para escolher o Camping ideal para a sua viagem

Primeiro Acampamento: Escolhendo o Camping e Planejando a Viagem

Cachoeira da Amorosa em Conceição de Macabu - RJ

Cachoeira da Amorosa em Conceição de Macabu – RJ