in

Saiba mais sobre Itatiaia – RJ

Parque Nacional do Itatiaia (RJ)

O parque mais antigo do Brasil fica na Serra da Mantiqueira, no Rio de Janeiro . Itatiaia tem a paisagem marcada por muitas cachoeiras. As grandes atrações são o Pico das Agulhas Negras, com 2.787 metros e as Prateleiras, com 2,540 metros. É interessante observar que a vegetação do parque muda conforme a altitude: quanto mais alto, menor é a vegetação.

Centro de Visitantes do Parque

Você está a 830 metros de altitude. Aqui se encontra o Centro de Visitantes que abriga o Museu, com exemplares da fauna & flora da região, cujo acervo possui grande valor científico. Plantas, mamíferos, répteis, aves e insetos estão expostos e dão uma mostra da riqueza natural do Parque. O museu também abriga uma biblioteca técnico-científica para apoio a pesquisas. Vale a pena entrar, enquanto isso você aproveita para descansar um pouco.

O Centro de Visitantes é ainda responsável pelo Núcleo de Educação Ambiental e pelo Núcleo de Pesquisas.

Daqui você pode pegar uma trilha até o Lago Azul, o lugar mais apropriado do Parque para um bom banho de cachoeira ou, se preferir, siga pela estrada asfaltada: andando mais 4.000 metros, você vai poder arriscar um banho nas águas geladas da Piscina Natural do Maromba

Sede Administrativa

Do Último Adeus até a Sede já foram percorridos mais 1000 metros. Da entrada do Parque até aqui são, portanto, 4.500 metros. Você está a 810 metros de altitude. Aproveite para obter mais informações sobre o PNI com o pessoal técnico, administrativo ou da fiscalização. Você receberá certamente uma série de sugestões úteis para aproveitar o que o Parque lhe oferece de melhor.

Museu do PNI

O Museu do PNI foi criado em dezembro de 1949 pelo então diretor, Dr. Wanderbild Duarte de Barros, após um convênio firmado entre o Parque e o Departamento de Zoologia de São Paulo, hoje ligado à Universidade de São Paulo (USP). O Museu da Fauna foi oriundo de um projeto de Oliveira Pinto e dispõe de uma biblioteca anexa.

Tem o objetivo de oferecer ao público uma imagem global da fauna, da flora e da geologia, através de amostras representativas, consideradas, em sua grande maioria, típicas da região, constituindo ainda preciosa fonte de informações aos estudiosos com interesses científicos. O Museu dispõe de um acervo em exposição permanente e uma significativa coleção científica.

Está situado a quatro km acima da guarita da entrada, ocupa boa parte do andar térreo do prédio do Centro de Visitação do PNI, antiga sede do Parque. Nele há uma maquete do PNI, painéis, posters, fotos diversas, remanescentes de antigas exposições.

A edificação é constituída de quatro andares, janelas envidradaçadas, telhas francesas, colunas, escadarias externas em pedra. É cercada por gramados e jardins extensos, bem cuidados e simples. No prédio funciona ainda um refeitório para funcionários do PNI. Pode-se estacionar em frente ao prédio.

O terceiro andar é ocupado por uma biblioteca, que ocupa uma sala grande e bem iluminada. Apesar de oferecer um modesto acervo, há obras técnicas de grande valor nas áreas de engenharia florestal, agronomia, solos, botânica, zoologia, conservação, preservação, ecologia, história natural, entre outras. Há obras em diversas línguas (português, inglês, alemão ou francês) e a biblioteca conta com livros raros da história natural brasileira.

A exposição permanente, cujo material sofre frequentemente reposição dos espécimes exibidos, possibilita dar continuidade a pesquisas e registros das espécies regionais da fauna e da flora. Esse acervo conta com 400 peças de vertebrados (répteis, mamíferos, aves); 2 259 artrópodes (insetos e aracnídeos); 1 328 espécies de plantas herborizadas e 34 amostras petrológicas em exposição permanente. Na coleção científica, há 10 200 artrópodes, 2 328 espécies de plantas herborizadas, 1 108 vertebrados preparados e identificados.

A seção de insetos é uma rica e instrutiva amostra da fauna do PNI. Há seis conjuntos, cada um exposto em painéis com fundo branco e cobertura de vidro, exibindo centenas de espécimes espetados em agulhas. O conjunto conta com letreiros elucidativos e foi resultado de um intenso trabalho de campo e de pesquisa de especialistas. Existem outros painéis temáticos, mostrando tipos de coloração fitomimetismo (imitação de plantas), danos causados por insetos, formas de asas, formas de patas, formas de antenas, casas de vespas, entre várias amostras.

O Museu ocupa outras cinco salas vizinhas, ligadas entre si, guarnecidas de vitrines com aves empalhadas (nem todas nativas no PNI), num ambiente silvestre simulado, com anu, jandaia, pica-pau, martim-pescador, grou, tiê-fogo, marreco, gavião, mergulhão, tesourinha, nhambu, macuco, jacu-guaçu, urutau, entre outras; com répteis conservados em recipientes de vidro, sobretudo cobras. Há ainda animais terrestres diversos como preguiça, irara, furão, coelho, jaguatirica, teiú, bugio, tatu, tamanduá, quati, cachorro do mato, porco-do-mato macaco-prego, gambá etc. Os exemplares vêm geralmente acompanhados de letreiros com o nome científico e outros contam com pequenos textos descritivos de hábitos.

itatiaia-rj-11

Desde a sua criação, o Museu sempre foi um local de intensa visitação e uma das principais atrações do Parque. O visitante tem nele a possibilidade não só de observar como também de adquirir conhecimentos sobre o ecossistema.

Booking.com

O Museu necessita de manutenção técnica e conservação adequada. Atualmente encontra-se fechado. Há necessidade de uma série de medidas para que as peças e amostras não sejam danificadas. Para isto, já há um projeto de remodelação do Museu do PNI, elaborado pela APROPANI, visando a atingir os seguintes objetivos:

  • colocar o Museu em condições de visitação pública;
  • recuperar o acervo de exposição e a coleção científica;
  • reconstituir peças do acervo faunístico;
  • modernizar o atendimento ao público através do guia do Museu e do sistema de circulação de salas; e
  • remodelar, modernizar e atualizar o acervo e as instalações para que o Museu volte a cumprir os objetivos para os quais foi criado.
Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este site é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.
  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.
  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.
  • GANHE 179 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$179 de desconto na sua primeira reserva acima de R$250. Aproveite!
  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.
  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM



Denunciar

Curtiu essa matéria?

Escrito por Mauricio Oliveira

Maurício Oliveira é social media expert, fotógrafo, videomaker, consultor de turismo, blogueiro, influenciador e empreendedor. CEO do Trilhas e Aventuras, conta suas experiências de viagens no blog Viagens Possíveis e criador de inovadoras ações de marketing de turismo, o BlogTur e o VIPBloggers. Ama o que faz no seu trabalho e nas horas vagas também gosta de viajar. Siga no Instagram e no Twitter, curta no Facebook, assista no Youtube e circule Mauricio Oliveira e Trilhas e Aventuras no Google Plus.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

O que fazer em Cabo Frio – RJ

Mapas de Itatiaia – RJ