in ,

Aventuras na Noruega – 3 trilhas incríveis em 3 dias

A famosa trilha da Trolltunga na Noruega

Não lembro exatamente como e quando foi a primeira fez que vi uma foto de Trolltunga, na Noruega. Mas lembro que quando vi, disse que queria conhecer esse lugar. Quando soube que a trilha era de 8-10h, já não estava tão certo assim que queria ir.

Depois de um tempo vi as fotos de Kjerag (o K é mudo) e Preikstolen (Pulpit Rock), e Noruega saltou do nada pra segunda posição na minha lista, perdendo apenas pra Indonésia.

Viagem programada pra Europa, claro que Noruega tinha que está inclusa. Deu trabalho pra juntar a informação necessária de como fazer as três trilhas em três dias. Já estava ficando maluco quando o pessoal do VisitNorway e da empresa de ônibus Tide me socorreram.

Reservas feitas e passagens compradas. A ansiedade era grande para ver esses tão famosos fiordes e fazer essas trilhas tão conhecidas no mundo inteiro.

Trilha de Trolltunga - Noruega
Trilha de Trolltunga – Noruega

Eu não tinha nem ideia de como eram as trilhas. Só sabia a duração de cada uma, e que tinha que levar bastante água, comida e agasalhos. Stavanger foi o ponto de partida para as minhas aventuras. Cheguei lá fim de tarde, deixei a mala no hotel e fui explorar um pouco da cidade histórica. De lá fui ao mercado comprar comida para levar na mochila (sanduíche, suco, barra de cereal, um mix de castanhas e duas garrafas de água – detalhe que cada garrafa de água me custou quase US$4,00). Os preços na Noruega são bem salgados; aliás, soube que a Noruega é o país mais caro da Europa.

Trilha de Kjerag

O ônibus pra Kjerag saiu do terminal de Stavanger as 7h30min. A paisagem super bonita, o tempo um pouco nublado, e o motorista contando um pouco do cotidiano da vida local, deram o tom da viagem. Ele falou que esse ano eles tiverem muita neve, em alguns lugares cerca de 2 a 3 metros de neve, e nas montanhas até 10m. Então era de se esperar que os fiordes ainda estivessem com neve, o que pra mim foi um charme a parte. A duração da viagem foi de 3h15min, e as 10h45min chegamos no ponto de partida pra começar a trilha pra Kjerag.

Trilha de Kjerag - Noruega
Trilha de Kjerag – Noruega

A trilha não é fácil. Cheia de subidas e descidas, algumas vezes andando em degraus, outras cruzando lençóis de água provenientes das cachoeiras. Tanto nas subidas quando nas descidas, as correntes presas ao solo ajudavam bastante. A trilha é marcada com um T vermelho em várias rochas. Aliás, rochas é o que mais se vê nesse trilha. As vezes tinha a impressão de que estava andando na superfície lunar. A recompensa vinha quando se aproximava da beirada das montanhas e via o fiorde. A vista é de tirar o fôlego!!! Nunca esquecerei quando cheguei na ponta de um fiorde pela primeira vez, tão alto tão alto, que o medo de cair, a adrenalina, e a vista te dão uma sensação que é difícil de explicar…. eu soltei um “uau” e abrir um sorriso de criança. Não podia deixar de registrar esse momento.

Depois de 1h50min, cheguei na tão famosa Pedra Suspensa. Os 10m finais estava coberto de neve, e brinquei com as pessoas que estavam tirando foto pra ter cuidado, pois aquela parte estava mais perigosa do que em cima da pedra em si. Assim que cheguei na fila, escutei de uma italiana que ela ficou com medo quando estava em cima da pedra, e o namorado dela me aconselhou a não olhar pra baixo. Confesso que antes de subir na pedra, olhando para baixo dá muito medo pois é muito alto (cerca de 1000m), porém quando estava na pedra não tive medo algum.

Pedra Suspensa no fim da Trilha de Kjerag - Noruega
Pedra Suspensa no fim da Trilha de Kjerag – Noruega

O tempo variou bastante nesse dia, sol entre nuvens, completamente nublado, e neblina. A vista do fiorde era incrível!! Três cachoeiras, neve e o lago do fiorde formavam um cenário inacreditável!! Fiquei surpreso com esse cenário, pois só tinha visto fotos das pessoas em cima da pedra, mas nem imaginava que tinha essas quedas d’Água. Não resisti e sentei na beira do fiorde outra vez, para contemplar a paisagem e tirar fotos. O engraçado foi que a adolescente que pedi pra tirar minha foto estava morrendo de medo, enquanto eu sentado na beira do fiorde não tinha medo algum. Depois do break pro lanche e pra descansar um pouco, fiz o caminho de volta com o casal de italianos. Contemplando a paisagem, tirando fotos, bebendo água potável diretamente da fonte, e conversando sobre viagens e lugares que já visitamos, foi o tom da volta.

As 16h45min o ônibus partiu de volta pra Stavanger.

De volta à cidade, foi hora de tomar banho, jantar e voltar ao supermercado pra comprar mais comidas pro próximo dia. Stavanger é uma cidade bem pequena, com um centro super charmoso. Algo me lembrava um pouco a Suíça, e com certeza não eram só os preços…

Trilha de Preikstolen

No próximo dia peguei um ferry de cerca de 40min, e depois um ônibus de 20min pra Preikstolen.  O dia estava ensolarado, super agradável, perfeito pra fazer essa trilha, e aproveitar a vista da tão famosa Pulpit Rock.

Trilha de Preikstolen - Noruega 01

Trilha de Preikstolen - Noruega 03

Logo do começo percebi que a trilha seria super diferente, várias árvores no caminho, um grande lago era visível quando olhava para trás, e até a trilha em si era mais fácil. O único detalhe é que eu não fui o único que decidi aproveitar esse dia lindo pra conhecer um dos pontos turísticos mais famosos da Noruega. Muita gente, gente de todas as idades, de crianças de colo a idosos, e até mesmo cachorros (que por sinal vi em todas as trilhas) estavam lá.

Diferente de Kjerag, a trilha era estreita, com caminho definido, e vc tinha que seguir a trilha, ou seja, esperar e respeitar cada pessoa e seu ritmo, o que me incomodou um pouco. Muita pedra também, mas dessa vez só para compor os degraus, lama, e as árvores formavam uma sombra boa, o verde deixava tudo bem mais bonito. Só se ver o fiorde a partir do quilômetro final, onde a trilha em si desaparece e você pode caminhar no platô onde quiser, até os metrôs finais, onde já se vê o Pulpit Rock.

Trilha de Preikstolen - Noruega
Trilha de Preikstolen – Noruega

A imensidão do fiorde, é algo que te deixa boquiaberto. De cima do Pulpit Rock, você tem uma vista de 180 graus, de pura obra divina. Você não consegue nem imaginar onde o fiorde começa, e onde termina. O sol deixava o lago esverdeado, e tudo muito mais bonito. O legal do Pulpit Rock é que tem uma área bem grande pra você ficar e apreciar a vista.

Você ainda pode subir um pouco mais as montanhas e ficar num lugar mais reservado e ter uma vista ainda mais bonita. Estava super feliz lá, e a vontade de ficar mais era grande. Mas tinha que fazer o caminho de volta e pegar o ônibus as 14h45min, detalhe, o único, para Odda, onde finalmente faria o meu maior desafio físico, a tão sonhada e esperada trilha para Trolltunga.

Trilha de Preikstolen - Noruega 06

Trilha de Preikstolen - Noruega 07

A viagem de ônibus foi algo simplesmente inesquecível. Acredito que a mais bonita que já fiz na minha vida (o páreo é duro entre essa viagem é cruzar a Cordilheira do Andes). A estrada é rodeada por montanhas cheias de árvores, cobertas de neve no topo, com dezenas ou até mesmo centenas de cachoeiras, rios, e lagos.

Fiquei boquiaberto a viagem inteira, me recusava a dormir para não perder um só segundo, e corria de um lado pro outro tirando fotos. Desejava estar de carro e parar a cada 100m para tirar foto.

Vista do Ônibus na Noruega
Vista do Ônibus na Noruega
Estrada cênica na Noruega
Estrada cênica na Noruega

Sabia de uma cachoeira na beira da estrada bem perto do local que ficaria; quando o ônibus passou por ela nem vi nada pois as janelas ficaram completamente molhadas. Fiz o check-in, deixei a mala e queria ir a qualquer custo conferir essa cachoeira. O detalhe que ficava a cerca de 10km do camping que fiquei, e pra completar tinha um túnel, o que faria a corrida na estrada ainda mais perigosa. O jeito foi pedir uma carona básica, o que consegui com um casal de espanhóis que não conseguiram alojamento no camping.

Conversamos tanto, que nem vimos o túnel. Paramos pra tirar umas fotos, mas na minha cabeça a foto perfeita era correndo na estrada. O que fiz, e me senti completamente como uma criança. Extravasava alegria!!! Devo ter passado correndo na estrada umas três vezes… fiquei completamente encharcado. Esse talvez tenho sido um dos momentos mais felizes da minha viagem. Não sei se pelo fato de ter conseguido ver a cachoeira e quão bonita ela era, pela ansiedade dos momentos antecedentes a Trolltunga, ou por tudo. Na volta consegui consegui carona com duas australianas (mãe e filha). Desci no centro de Odda para jantar, e comprar comida para para o dia seguinte. Parecia um pouco louco, e depois do vinho e finalmente um salmão norueguês, estava mais feliz ainda.

Cachoeira na beira da estrada na Noruega
Cachoeira na beira da estrada na Noruega

A previsão do tempo era de chuva para o domingo, 09 de agosto. Daria muita sorte de fosse de sol, pois nessa região eles têm muito pouco dias de sol. Dormi bem, sozinho, num quarto para três pessoas. Confesso que acordei um pouco apreensivo, com uma preguiça e até um frio na barriga, diante de um dia cinzento de domingo. Esperava que varias pessoas estivessem indo fazer a trilha, mas não via movimento algum no camping. A esperança era encontrar uma carona até o ponto inicial da trilha, em vez de ter que andar os 2Km pro centro e pegar um ônibus. Nada. O bom foi que esse dois quilômetros, beirando uma cachoeira e com vista para um lago, montanhas e as casas da pacata cidade, serviram de aquecimento físico e mental.

Trilha de Trolltunga

O estacionamento da trilha, fica de frente para uma cachoeira e no fundo tem um lago grande cercado por montanhas. Imaginei que teria muito gente fazendo a trilha, mas pra minha surpresa não. Dois casais de asiáticos que estavam no mesmo ônibus que eu, e um outro casal da Ásia com uma filha de aproximadamente 9 anos também estavam começando a trilha.

Início da Trilha de Trolltunga na Noruega
Início da Trilha de Trolltunga na Noruega

Comecei o primeiro quilômetro da Trilha de Trolltunga perdendo todos eles de vista, a euforia era grande. Mas o lamaçal e um subida super inclinada, me deram um banho de água fria. Não sabia onde por o pé, tudo era lama. Até corda que servia para nos apoiar e marcar a trilha estava toda suja de lama. Em vários pontos os degraus ainda eram visíveis, outros só as pegadas das pessoas. Respirava ofegante e pensava, se o primeiro quilômetro era daquele jeito nem queria imaginar o resto. Em segundos vi o pai da menina rodar em plena minha frente e cair de bunda na lama, em meio a gargalhada dela, noutro segundo atolei meus pés na lama, um de cada vez. Conheci um casal da Alemanha e o rapaz de aproximadamente 24 anos me disse que o primeiro quilômetro era o pior. E de fato foi.

40min só para um quilômetro, pensei que desse jeito faria a trilha de 11Km por volta de 400min (6h), enquanto minha intenção era fazê-la em 4h. A partir do segundo quilômetro tudo melhora: a lama diminui bastante, a subida não é tão íngrime, e a vista, faz você querer andar de costas o tempo inteiro. A maior parte da trilha fiz com o casal alemã (Lawrence e Anna). As vezes o Lawrence e eu tínhamos que esperar pela Anna. Numa dessas vezes, ela estava conversando com uma asiática que estava sozinha e quando voltou nos contou que a mulher tinha contrato um guia e começou a trilha em grupo, mas como ela estava muito devagar foi deixada para trás. Acredito que ela não terminou a trilha pois não a vimos na volta…

Trilha de Trolltunga - Noruega 03

A altura da trilha é de 1250m. Quanto mais a gente sobe, mas encontra gelo. Aliás, várias partes da trilha passamos pelo gelo. As vezes me sentia que estava andando num glaciar. Dois fatos me chamaram atenção nessa quantidade de gelo: uma pequena lagoa azulada (típica de glaciares), e umas manchas rosas na neve (que o Lawrence me explicou que é areia do deserto do Saara, uma cena comum nos Alpes europeus).

Além do gelo e da lama, você passa por várias cachoeiras provenientes da neve derretendo. Em algumas a cena é interessante pois você caminha em cima duma camada espessa de gelo, enquanto a água flui por baixo dessa camada.

Trilha de Trolltunga - Noruega 04

Trilha de Trolltunga - Noruega 05

À medida que vc se aproxima do topo, é possível avistar o fiorde. Em algumas partes é impossível não parar pra apreciar a vista. A paisagem é sensacional!!!

O passo e o papo fluíam fácil, e cada vez que passava pelas placas que marcavam a quilometragem ficávamos  felizes e falávamos: agora só faltam 7Km, só faltam 6Km… Conversamos tanto que nem vimos a placa dos 9Km, quando vimos já estávamos no décimo, ou seja, apenas um quilômetro para completar a trilha. Tinha brincando com o Lawrence e a Anna que faria o último quilômetro correndo. E não é que o Lawrence topou. Saímos correndo feito loucos, deixando a pobre da Anna para traz.

A euforia era grande!! Sentia minha perna como não tinha sentido nos 10Km anteriores, tivemos algumas subidas e até corremos no gelo, mas estávamos tão alucinados que perdemos a trilha e quando vimos já estávamos de cara com o ponto culminante da trilha: Trolltunga. A sensação de estar naquele lugar é algo difícil de por no papel. Todo o esforço, 11Km em 4h20min com certeza valeram a pena. Trolltunga realmente não leva a fama à toa.

Os incríveis fiordes de Trolltunga - Noruega
Os incríveis fiordes de Trolltunga – Noruega

Hora de esperar na fila pra tirar a tão sonhada foto. Os 30min que esperei na fila pareciam eternos… além do mais tremia de frio… Mas a visão que tinha compensava tudo. Aquelas montanhas cobertas de neve, aquele lago azulado e infinito, não parecia ser coisa desse mundo. Quando as pessoas se aproximavam da ponta pra tirar foto dava mais medo do que quando sentei para tirar a minha foto…. Fotos tiradas, era a vez de esperar o Lawrence e a Anna chegarem na ponta enquanto eu comia algo. Ainda tremia de frio.

Andei um pouco mais pra ver o fiorde de outros ângulos e então fizemos o caminho de volta. Apesar de sentir um pouco o trapézio e os ombros, não me importei nem um pouco de andar os 11Km de volta. Era a oportunidade que tinha de apreciar tudo aquilo outra vez. Se tem algo nessa trilha de especial, eu diria que não é só o fato de estar na tão famosa Trolltunga, a trilha inteira é de tirar o fôlego. Que natureza exuberante essa da Noruega!!!

A tão sonhada foto em Trolltunga - Noruega
A tão sonhada foto em Trolltunga – Noruega

Gastamos 3h10min pra voltar, algo super impressionante para mim. O primeiro quilômetro agora era o último, e continuou sendo o pior.

No começo da trilha, tinha tirado uma foto de uma bota, que fizeram um jarro de flores. Achei tão bonito e tão simbólico aquilo que resolvi fazer de troféu por alguns instantes. Pedi a Anna que segurasse o troféu para uma foto deles, e depois fiz o mesmo.

Nosso "troféu" por concluir a Trilha de Trolltunga - Noruega
Nosso “troféu” por concluir a Trilha de Trolltunga – Noruega

Eles estavam de carro, acampando quase 5 semanas na Noruega, e me deram uma carona até o centro de Odda. Terminamos jantando juntos, e Anna estava super feliz que não teria que cozinhar naquela noite. Eu brincava dizendo que ainda iria conhecer o glaciar que ficava a 5Km de distância do camping que estava. Mas depois da janta e do sorvete, o que queria mesmo era um banho e cama.

O glaciar ficou pra uma próxima vez. Acordei cedo no outro dia pra continuar minha viagem. A vontade que tinha era de ficar mais, mas tinha que seguir. Se Deus é brasileiro, com certeza ele deve ter algum parente Norueguês…

Melhor época para fazer as trilhas da Noruega

Kjerag

  • A trilha está aberta de maio a outubro / novembro e é recomendada fazê-la durante o verão (de junho a setembro).
  • O ônibus circula diariamente de junho até o início de setembro (em 2018, de 9 de junho a 2 de setembro).

Preikestolen

  • A trilha pode ser feita durante todo o ano, mas é aconselhável de abril a outubro. A melhor época é durante o verão.
  • O ônibus circula de final de março a novembro (em 2018 de 24 de março a 30 de novembro). E o ferry está incluído no bilhete também.
  • Você pode comprar o bilhete do ferry no píer e do ônibus depois de atravessar o lago, mas recomendo reservar tudo com antecedência.

Trolltunga

  • A temporada recomendada para Trolltunga é de 15 de junho a 15 de setembro. Se você não for durante o verão, preste atenção a estas datas: 16 setembro – 28 outubro recomendado com guia. 29 de outubro – 16 de fevereiro NÃO recomendado, altamente perigoso. 17 de fevereiro – 14 de junho recomendado com guia (calçados especiais para neve).

Por Pericles Rosa (Instagram: @periclesrosa) do blog 7 Continents, 1 Passport.

Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este site é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.
  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.
  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.
  • GANHE 130 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$130 de desconto na sua primeira reserva acima de R$250. Aproveite!
  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.
  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM



Denunciar

Curtiu essa matéria?

Escrito por Mauricio Oliveira

Maurício Oliveira é social media expert, fotógrafo, videomaker, consultor de turismo, blogueiro, influenciador e empreendedor. CEO do Trilhas e Aventuras, conta suas experiências de viagens no blog Viagens Possíveis e criador de inovadoras ações de marketing de turismo, o BlogTur e o VIPBloggers. Ama o que faz no seu trabalho e nas horas vagas também gosta de viajar. Siga no Instagram e no Twitter, curta no Facebook, assista no Youtube e circule Mauricio Oliveira e Trilhas e Aventuras no Google Plus.

Comentários

Deixe um comentário
  1. Amei o seu roteiro!!! Serio…. estou pensando seriamente em fazer exatamente o que fez esse ano em agosto. Estava completamente perdida de onde ir e o que fazer! claro que terei que programar outra ida para Noruega para ir ao norte ver o sol da meia noite e a aurora boreal! meu sonho!
    Valeu pelo post.

    • Que Roteiro maravilhoso Mauricio! muito Obrigada pelo post
      Kathia Almeida quando em agosto voce esta pensando em ir? to querendo ir no comeco de setembro e estou indo sozinha, qualquer coisa podemos fazer algumas trilhas juntas pois nao estava querendo fechar pacotes por ser muito caro!

  2. Oi, Mauricio. Tudo bem?

    Cara, seu post realmente me motivou a ir para a Noruega e fazer duas (Trolltunga e Kjerag) das 3 trilhas que vc fez. As passagens aéreas já estao compradas para agosto!

    O problema mesmo é a logística de uma cidade para a outra. Estou pesquisando onibus expressos saindo de Oslo > Odda > Stavanger > Oslo, mas queria saber se vc fechou um pacote para cuidar desse percurso. Será que pode me dizer a empresa, por favor?

    Muito obrigado e continue postando!

    • Oi Tiago. Tudo bem?
      Que legal que você está indo pra Noruega. Essa trilhas são o máximo !!!
      Eu fiz tudo sozinho e tive essa mesma dificuldade que você teve. Por isso resolvi escrever esse Post.
      A empresa de ônibus que faz a linha Odda para Stavanger é a Tide Reiser.
      Eu acredito que forma mais fácil e barata saindo de Oslo seria pegar um avião pra Bergen e de lá pegar o ônibus pra Odda. Tem coisas legais pra fazer em Bergen tb e os voos da Norwegiaj Airlimew não são caros.
      Já o trem…
      Se você precisar de ajuda passa uma mensagem que posso ver outras informações pra vc.
      Abs e aproveite a Noruega por mim 🙂

  3. Olá, boa tarde!!

    Estava procurando algo sobre a Noruega quando encontrei o roteiro que foi escrito sobre as três trilhas feitas por lá em 2015 e gostei muito. Já percorri alguns países fazendo trilhas e gostaria de saber se você possui um roteiro mais completo sobre os melhores lugares para conhecer por lá. Não precisa ser nada muito elaborado. Apenas uma referência dos lugares que seria mais legal conhecer. Tenho férias de 30 dias e estou planejando ir pra Noruega em Agosto ou Setembro de 2017. Ainda estou na dúvida se vale a pena só ficar na Noruega ou emendar com a Islândia também. Vai depender de quantos lugares eu tenho para visitar na Noruega e quantos dias isso vai levar. Agradeceria muito se você pudesse indicar os lugares ou soubesse onde eu posso encontrar esta informação.

    Obrigado, Airton Cassol

  4. Olá, vocês sabem se algumas dessas trilhas ficam fechadas no mês de abril?
    Não consigo localizar passagens para fazer os translados nesse período.

    Abraços

  5. Olá! Estou planejando fazer as trilhas no final de julho e gostaria de saber com qual antecedência você reservou/comprou as passagens de ônibus para as trilhas e tal.

    Obrigada.

  6. Boa tarde

    Gostaria de saber exatamente o grau de dificuldade das 3 trilhas com mais detalhes. Estou com 54 anos e sinto um pouco o joelho principalmente nas descidas. Será que com uma joelheira e cajado dá pra encarar? Tem pessoas de mais idade fazendo essas trilhas?

  7. Nossa amei o seu relato .. eu quero muito fazer essas trilhas mas confesso que estou meio perdida com relação a conduções … como fazer pra chegar nas trilhas… É de boa ônibus? Foi por empresa? Como vc fez? Aguardo ajuda… obrigada e parabéns pelo relato

  8. Oi Pericles e Mauricio!
    Voces sabem se existe grupos que se reunem para fazer as trilhas? Meu sonho é fazer essas 3 trilhas mas tenho receio de ir sozinha! O que voces me aconselham? Obrigada!

  9. Cara tava pensando em fazer essas trilhas em junho e pensei em alugar 1 carro e como a hospedagem é cara na Noruega dormir alguns dias no carro,as três trilhas tem acesso de carro?
    No local de início delas será que pode parar o carro e dormir pra fazer a trilha no outro dia?

  10. Valeu cara! Tava pesquisando tb no trip advisor. Seu roteiro foi ótimo. Comprei as passagem pra ir em julho/2019 mas estava um pouco perdido. So tinha visto algumas fotos no Instagram e resolvi comprar a passagem. Vai ser uma aventura encarar isso sozinho e fazendo camping

  11. Parabéns pelo relato!
    Estarei na Noruega de 5 a 12 de novembro, gostaria muito de fazer estas trilhas, mas pelo que venho encontrando nas pesquisas, dizem que não é permitido nesta época, devido às condições climáticas, sabe me informar se é possível realizar estas trilhas com guia mesmo sendo nesta época?

    Desde já obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

Roteiro de 3 dias em Aruba para casais

Roteiro de 3 dias em Aruba para casais

Praias e shoppings em Miami que vão te fazer feliz!