in , , ,

Roteiro completo de 3 dias pelos encantos de Foz do Iguaçu

Foz do Iguaçu fica no estado do Paraná e faz divisa com Ciudad Del Este (Paraguai) e Porto Iguazú (Argentina), nossa mais famosa Tríplice Fronteira. A cidade é conhecida principalmente por causa das Cataratas do Iguaçu, eleita uma das Sete Maravilhas da Natureza, que correspondem a um conjunto de mais de 275 cascatas que são rodeadas pelos parques nacionais do Brasil e da Argentina. Além disso, em Foz do Iguaçu é possível visitar a Hidrelétrica Itaipu Binacional (Brasil e Paraguai), a maior geradora de energia renovável do mundo.

Tenho um espírito bem dinâmico, por mim 7 dias seriam ideais para conhecer a região, porém com esse roteiro de 3 dias em Foz do Iguaçu, é possível conhecer o principal e já vai valer muito a viagem. Junto com outras atividades que são apresentadas no final do roteiro poderiam representar um ótimo roteiro de 2 semanas pela cidade e arredores. Desta vez, fomos em 2 pessoas, chegamos em Foz na madrugada de sexta e saímos na madrugada de segunda. Ou seja, tivemos apenas 3 dias úteis para aproveitar o melhor em Foz.

Ficamos no Hotel Bogari que possui uma excelente localização, qualidade e atendimento. Quanto à locomoção, apesar de muitos roteiros indicarem alugar carro, optamos por experimentar o Transflix, da Loumar Turismo, que representou menos da metade do que iríamos gastar com aluguel de carro popular. Além disso, conseguimos fazer tudo com tranquilidade, segurança e mais informação, visto que em alguns passeios ainda fomos acompanhados por guias. Mais informações sobre ambos no final do roteiro.

Roteiro de 3 dias em Foz do Iguaçu

1º dia – Sábado (Parque das Aves + Foz do Iguaçu, lado Brasileiro + Macuco Safari + Noite Italiana)

Como a previsão do tempo era melhorar a partir de 12h, optamos por ir ao Parque das Aves primeiro, para deixar o melhor tempo para conhecer as Cataratas Brasileiras.

O Parque das Aves é um centro de conservação da natureza e recuperação da vida silvestre. Nele é possível observar mais de 140 espécies, dentre araras, guarás, flamingos, harpias, corujas, tucanos e até casuares, conhecida como “a ave mais perigosa do mundo”. O parque é ao ar livre, o passeio é mais interativo e belo quando não chove. Porém já valeu a visita. Atualmente, a tarifa normal de entrada é de R$45,00 para brasileiros e estrangeiros, mas você sempre pode conferir no site na aba de tarifas: https://www.parquedasaves.com.br/visite/tarifas/

Depois fomos visitar o incrível Parque Nacional do Iguaçu (BRA). Com seus 185.262,5 hectares, o parque protege uma riquíssima biodiversidade que somada a beleza singular das Cataratas, fizeram o Parque a primeira Unidade de Conservação do Brasil e a ser instituída como Sítio do Patrimônio Mundial Natural pela UNESCO. Unido pelo rio Iguaçu ao Parque Nacional do Iguazú (Argentina), o Parque integra um importante contínuo biológico da América do Sul com mais de 600 mil hectares de áreas protegidas e mais 400 mil em florestas ainda naturais.

O ingresso para Brasileiros custa 37,30 por pessoa. E a entrada no parque é permitida a partir de 9h, quando sai o primeiro ônibus interno do parque. Fizemos primeiro o Passeio de Barco Macuco Safari que começa com um passeio de jipe e em seguida um passeio de barco pelo Rio Iguaçu até as Cataratas. Achei um passeio bem legal e seguro, apenas prepare-se para se molhar, pois o barco passa embaixo da cachoeira. O custo do passeio é 198 reais por pessoa. Posteriormente fomos à Trilha das Cataratas, no percurso de 1200 metros, existem mirantes de contemplação que permitem uma visão panorâmica do conjunto de quedas d’água que formam as Cataratas do Iguaçu. No parque há outras atrações que já renderiam uma matéria exclusiva. Para observar o mapa do parque basta clicar aqui. Mais informações: http://www.cataratasdoiguacu.com.br/

Por último, fomos ao tradicional Jantar Noite Italiana. Um restaurante com música ao vivo e um delicioso rodízio de massas artesanais típicas italianas que fica no Hotel Bella Italia. Além do rodízio há buffet de frios, mesa de queijos com mais de 30 variedades, mesa de azeites internacionais e mesa de sobremesa. Pagamos 69 reais por pessoa (sem incluir a bebida). Para acompanhar, pedimos uma garrafa de vinho por cerca de 70 reais. O Jantar é servido de Quarta a Sábado das 19h às 23h. Mais informações: Noiteitalianaemfoz.com.br

2º dia – Sábado (City Tour + Itaipu Binacional + Icebar + Freeshop)

Acordamos, tomamos o excelente café da manhã no Hotel e iniciamos o City Tour pela cidade de Foz do Iguaçu. Sempre que posso, procuro fazer estes passeios para conhecer um pouco mais da história do lugar e alguns pontos turísticos. O passeio iniciou as 9h e tem duração aproximada de 3 horas. Há também a opção de iniciar o passeio às 14h. O ingresso custo 60 reais por pessoa e faz três paradas: Marco das Três Fronteiras (ingresso não incluso), Mesquita Islâmica e Templo Budista.

City Tour em Foz do Iguaçu
City Tour em Foz do Iguaçu

No Marco das Três Fronteiras há lojinhas, lanchonete e um espaço maior com o mirante, seu ingresso custa R$ 14 reais (ou R$ 7 meia entrada) por pessoa. Uma das curiosidades é o formato do obelisco Paraguaio (Paralelepípedo retangular) diferentes dos demais (Base retangular e pirâmide na camada superior). Há suspeitas que o motivo da forma é que o Paraguai não viu respeito, um dos símbolos do obelisco, dos demais países (ARG e BRA) na Guerra do Paraguai (1864-1870), que acabou com a derrota do país para com os vizinhos da tríplice fronteira.

Não pudemos conhecer a Mesquita Muçulmana por dentro, pois estava fechada para reforma, mas além da beleza por fora, pudemos provar alguns doces árabes na “Albayan Doceria Árabe”, que por si só já valeria o passeio. Por último no city tour, conhecemos o Templo Budista, de origem Chinesa, que independente de religião, foi possível apreciar mais de 120 estátuas, belos jardins, bela a arquitetura e uma bela vista. Mais informações: http://www.loumarturismo.com.br/passeios-em-foz-do-iguacu/7/city-tour-foz-do-iguacu

Mesquita Foz do Iguaçu

Na volta do passeio, almoçamos no Cataratas JL Shopping (1,3 km do Hotel) e fomos para o Passeio até a Usina Binacional de Itaipu. Existem 8 atrações diferentes em Itaipu, são elas: Teste Drive em Veículo Elétrico; Polo Astronômico (descrição no final do roteiro); Passeio Porto Kattamaram; Ecomuseu; Refúgio Biológico; Iluminação da Barragem; Circuito Especial (Visita às áreas externas e internas da usina); e a Visita Panorâmica. Para conhecer mais sobre cada atração e preços clique aqui.

Fizemos a Visita Panorâmica, nela você contempla a visão externa da grandiosidade da usina: do vertedouro ao topo da barragem de concreto onde estão instaladas as 20 unidades geradoras. Neste passeio, além de percorrer a usina com explicação de guia, fazemos com 3 paradas: Mirante do Vertedouro; Porto Kattamaram; e Mirante Central.

A noite fomos para o Icebar Iguazú em Puerto Iguazú (ARG), um bar com temperatura de menos 10 graus, onde as paredes, os móveis e até o copo são feitos de gelo. As entradas são realizadas em grupos e tem 30min de duração dentro do bar, com direito a bebidas liberadas. Casacos e luvas são disponibilizados no local. Custo do ingresso é cerca de 55 reais por pessoa. Mais informações: http://www.loumarturismo.com.br/passeios-em-foz-do-iguacu/41/icebar-iguazu / www.icebariguazu.com / [email protected]

Na volta do Icebar, paramos no Duty Free Shop Puerto Iguazu, porém para quem quer ir as compras, acredito que o melhor lugar seja o Paraguai (mais informações no final do roteiro).

Obs.: No caminho de volta, na estrada, é necessário pagar uma taxa de eco turismo no valor de 20 pesos (5 ou 4 reais, dependendo da cotação) por pessoa para a guarda municipal de Puerto Iguazú.

Icebar Iguazú em Puerto Iguazú (ARG)
Icebar Iguazú em Puerto Iguazú (ARG)

3º dia – Domingo (Cataratas Argentinas + Happy Hour no Restaurante Madero)

No terceiro e último dia, saímos do hotel às 7h50 rumo às Cataratas Argentinas.

Apenas para o ingresso de entrada no parque é necessário pagar em Pesos Argentinos, no caminho. Assim, no caminho paramos no Três Fronteiras (casa de câmbio, artesanato e lanchonete) e seguimos para à imigração. O custo do parque (não possui desconto para estudante) é de 330 pesos, porém com desconto para países do Mercosul, como o Brasil, o valor fica em 250 pesos, cerca de 60 reais por pessoa. Dentro do parque é possível pagar nas lanchonetes e lojas de souvenir em reais.

Primeiro passamos pela imigração brasileira, onde apenas os estrangeiros devem sair dos veículos. Seguimos pela ponte Tancredo Neves (também conhecida como ponte da fraternidade), onde é feita a fronteira territorial entre os dois países.  Posteriormente, paramos na imigração argentina por volta de 9h30 e chegamos no Parque por volta de 10h. O horário de visitação do parque é de 8h as 18h. Atentar-se às diferenças de fuso horário.

Visitar o Parque Nacional do Iguazú, localizado na província de Missiones – ARG, não é só complementar à visitação ao Parque brasileiro, é uma experiência única e, principalmente para os amantes de trilhas e natureza, uma visita ainda mais profunda nas Cataratas. Com só um dia no parque fizemos 3 trilhas em ordem:

Circuito Superior: Passeio de 1,8km que pode ser percorrido com tranquilidade e parando para fotos em 2 horas. O caminho possui alta acessibilidade, pois não possui escadas.

Passeio à Garganta del Diablo: Uma das vistas mais lindas do parque. Possui alta acessibilidade, pois o caminho é percorrido em 2,2 km (ida e volta) por uma passarela sem escadas. Para chegar ao início da trilha é necessário pegar o trem do parque (já incluso no preço) e recomendo deixar para ir à tarde, pois a maioria dos visitantes fazem este percurso pela manhã, onde as filas podem ser maiores. O tempo estimado é de 2h30, considerando o tempo no trem.

Circuito Inferior: O circuito inferior é também incrível e extremamente lindo, porém a acessibilidade é média, pois há escada no meio do circuito de 1,7km (ida e volta). O tempo estimado é de 1h45 e o acesso ao circuito é permitido apenas até as 17h.

Há outras opções de passeios e trilhas no parque como: Visitação em noite de Lua Cheia;  passeios náuticos com a empresa Iguazu Jungle; Trilha do Caminho Verde; Trilha do Sendero Macuco; e a visita à Ilha de San Martín. Para observar o mapa do parque basta clicar aqui. Mais informações: http://www.iguazuargentina.com/pt/

Cataratas no lado argentino

Por fim, fomos ao Restaurante Madero no Cataratas JL Shopping. Eles se auto intitulam de melhor hambúrguer do mundo e tive que concordar, é realmente muito bom. Mais informações: www.restaurantemadero.com.br

Hospedagem: Ficamos no Hotel Bogari com 4 diárias com café da manhã no valor de cerca de 175 reais a diária para 2 pessoas. O hotel é incrível: excelente localização; ótima estrutura; tudo moderno e limpo; atendimento cortês; café da manhã com muitas opções e sabor; wi-fi de qualidade; lojas de souvenir e restaurantes no mesmo quarteirão; balcão de turismo no hall do hotel; quartos com frigobar, ar condicionado, cofre e TV à cabo; estacionamento gratuito; espaço de lazer com três jacuzzis (sem custo adicional); e surpreendentemente, um preço bem acessível.

Localizado no centro da cidade, o Hotel fica do lado de farmácias, restaurantes, fica a 12 km de Aeroporto Internacional das Cataratas e a 14 km do Parque das Aves e da Entrada do Parque Nacional do Iguaçu (BRA). Há excelentes avaliações no site Booking e no site Tripadvisor. Por tudo isso que eu super recomendo a hospedagem. Mais informações: www.bogarihotel.com.br // Tel.: (45) 3545-7000 // WhatsApp: (45) 9817-4734.

Mais dicas sobre Foz do Iguaçu

Previsão do tempo: Se der para escolher, procure ir com o tempo ensolarado. Entretanto, a previsão do tempo para o final de semana que fomos era de chuva com tempestade e pegamos apenas chuvas no primeiro dia pela manhã. Apesar da água das cachoeiras ficarem mais barrentas quando chove, nós fomos surpreendidos por dois Arco-íris, um no lado Brasileiro e outro no lado Argentino das Cataratas. O que muitos não sabem é que o Arco-íris é um fenômeno natural que aparece devido à dispersão da luz solar quando é refratada nas gotículas de água presentes na atmosfera. Ou seja, a chuva pode ter contribuído para que tivéssemos este privilégio.

Documentos Necessários: Para conhecer os países da fronteira, o Paraguai e Argentina, deverás estar de posse de seus documentos de identidade com foto (países da Mercosul) ou Passaporte, dentro da validade e em bom estado. Caso você esqueça, ainda assim é possível visitar Puerto Iguazú (ARG) e Cataratas Argentinas com apenas a CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Porém, recomendo levar o Passaporte e garantir mais carimbos no passaporte.

Câmbio: Só precisei trocar dinheiro para comprar a entrada do Parque Nacional do Iguazu na Argentina. Há várias casas de câmbio na cidade de Foz ou no caminho da fronteira com a Argentina. Troquei na casa de câmbio dentro da Loja Artesanato Três Fronteiras e Chocolate Caseiro com o 1 real valendo 4,30 pesos argentinos. Vale bem mais a pena comprar lá que em outras cidades do Brasil. Fiz uma cotação no centro do Rio de Janeiro por 1 real valendo 2,70 pesos.

O que levar para os parques: Levando de casa ou comprando nos parques, recomendo levar: Repelente; Capa de chuva (inevitavelmente você irá se molhar se quiser chegar perto das quedas d’águas); Capa para proteger o celular de água (caso queira tirar fotos com seu celular); Água e Lanche. Há lanchonetes e restaurantes dentro dos dois parques nacionais.

Locomoção:

  1. Carro: O que me falaram é que dirigir em Foz do Iguaçu é simples. As ruas de acesso aos principais pontos turísticos estão conservadas. Para alugar carro, recomendo fazer uma cotação no próprio aeroporto ou nos sites RentCars ou CarroAluguel. Para ir à Argentina ou ao Paraguai de carro poderá ser solicitado o “Seguro Carta Verde”, um documento veicular com objetivo de proteger terceiros afetados por acidentes de transito no período da viagem. Caso não possua a Carta e for solicitado, poderá ser obrigado a pagar uma multa. Há algumas seguradoras que já oferecem esta Carta como opcional, porém fui recomendo a, caso alugasse carro, ir no escritório na Avenida Mercosul, 101 a caminho para a Argentina, um pouco antes da aduana no Brasil. Este escritório funciona diariamente das 7h30 às 18h.
  2. Ônibus: Não ouvi falar muito bem do sistema de transporte público da cidade, porém, caso seja de seu interesse, no site da prefeitura da cidade tem mapa dos itinerários e é possível consultar os preços. Mais informações: http://www.pmfi.pr.gov.br/conteudo/?idMenu=570
  3. Taxi: Usei uma vez taxi em Foz e achei muito caro o serviço. Bem mais que na cidade do Rio de Janeiro, por exemplo. Caso precisem, peguei o contato do Dionisio um taxista muito atencioso [(45) 3526-3753]. Uma estimativa de tarifa pode ser feita através do site “Tarifa de Táxi” (http://www.tarifadetaxi.com/foz-do-iguacu). Obs.: Uber ainda não opera em Foz.
  4. Tranflix: É o transporte turístico da Loumar Turismo. O transporte inclui vários passeios e você pode usar quantas vezes quiser durante 7 dias pagando apenas uma vez. Custa cerca de 180 reais por pessoa. A seguir alguns dos transportes que estão inclusos no pacote: Transfer de ida e de volta ao Aeroporto; Cataratas Brasileiras; Cataratas Argentinas; Comércio no Paraguai; Hidrelétrica de Itaipu; Duty Free Shop; Complexo Dreamland (as 3 atrações); Parque das Aves. Mais informações: http://www.loumarturismo.com.br/pacote-transflix.php

Ticket Loko: É um ponto de vendas de ingressos com descontos. Nele é possível comprar passeios para fazer no mesmo dia ou no dia seguinte com até metade do preço original das atrações. Além disso, é possível adquirir um cupom de descontos por R$ 4,99 que é válido no cardápio de muitos restaurantes na região que vai até 50% de desconto. Para adquirir basta ir em uma das suas duas unidades em Foz ou pedir para entregarem até você (sem custo). Mais informações: http://www.ticketloko.com/ – (45) 9106-3112 – [email protected]

Loumar Turismo: Empresa de Turismo que atende fisicamente em vários lugares em Foz e também online, pelo facebook, pelo whatsapp. Atendimento das 7h às 00h. Além de me ajudar a montar o melhor roteiro, me ajudaram a tirar dúvidas e a economizar. Mais informações: http://www.loumarturismo.com.br

Outras atrações em Foz do Iguaçu

Não fomos, desta vez, mas ouvi falar bem de outras atrações que podem ser incluídas no meu próximo roteiro em Foz. São elas:

  1. Museu de Cera (Complexo Dreamland): Um museu com celebridades do Mundo e do Brasil feitos de Cera. Fui em Gramado-PR e não vi necessidade de ir novamente, mas para quem ainda não foi, vale a pena. Aberto diariamente das 8h às 18h. Ingresso a 50 reais por pessoa. Mais informações: www.dreamland.com.br
  2. Maravilhas do Mundo (Complexo Dreamland): Um museu com miniaturas de monumentos mundiais criados pelo homem, entre elas as estátuas do Cristo Redentor e da Liberdade, o palácio do Taj Mahal, os guerreiros de Xian, a Esfinge de Gizé e a Torre Eiffel. Aberto diariamente das 8h às 18h. Ingresso a 50 reais por pessoa. Mais informações: (45) 3527-8100
  3. Vale dos Dinossauros (Complexo Dreamland): Aventure-se em um universo de milhões de ano atrás com dinossauros animatrônicos que se movimentam e fazem sons. Aberto diariamente das 8h às 18h. Ingresso a 50 reais por pessoa. Mais informações: www.valedinossauros.com.br
  4. City Tour Puerto Iguazú – Argentina: Passeio que te leva através das histórias e curiosidades que formaram Puerto Iguazú, na Argentina. A primeira parada é na La Aripuca, um complexo onde é possível conhecer um pouco mais da cultura indígena local. Vi as fotos e achei muito incrível. Depois, é feita a parada no Marco das Três Fronteiras do lado Argentino, com vista para os rios Iguaçu e Paraná, além de ver Brasil e Paraguai. Em seguida, você vai conhecer o centro comercial de Puerto, onde pode comprar artesanatos, roupas, vinhos e comer uma empanada típica argentina. Passeios de segunda a sábado com saída às 16h e retorno ás 20h30. Custo de R$ 70 por pessoa. Mais informações: http://www.loumarturismo.com.br/passeios-em-foz-do-iguacu/40/city-tour-puerto-iguazu
  5. City Tour Ciudad del Este – Paraguai: Neste Tour, você irá conhecer a cidade além do destino de compras, irá ver igrejas, estádio, a maior mesquita da América do Sul e se encantar com as surpresas que estão do outro lado da fronteira, como o Salto Monday, as “cataratas do Paraguai”. Passeios de segunda a sábado com saída às 8h e retorno ás 14h30 ou 16h. Custo de R$ 110 por pessoa. Mais informações: http://www.loumarturismo.com.br/passeios-em-foz-do-iguacu/1/city-tour-ciudad-del-este
  6. Compras no Paraguai: Fui em 2010 e foi uma experiência única. Mas recomendo ir apenas se há a vontade de comprar alguma coisa ou se ainda não tenha ido. Comparo com a Uruguaiana, no Rio de Janeiro, ou a 25 de março em São Paulo. Os preços são ótimos para eletrônicos, bebidas, roupas, perfumes e você pode ir garimpando entre as ruas e vielas. O lugar que todos me indicaram para comprar com segurança é o shopping Monalisa. Mais informações: https://www.monalisa.com.py/
  7. Voo de helicóptero sobre as Cataratas: Queríamos muito ir, mas como choveu no dia das cataratas brasileiras, não tinha voo disponível. O voo depende das condições climáticas e quantidade mínima de 3 pessoas. Opções de passeio diariamente das 9h às 17h com duração de passeio de 10 minutos. Os preços variam muito com o período. No período que fui, a cotação era cerca de 400 reais por pessoa. Há também a opção de fazer o passeio de 30 a 35 min que sobrevoa além das cataratas Brasileiras e Argentinas, o Marco das três fronteiras e a Usina de Itaipu. Para amantes de fotografia como eu, deve ser incrível. Mais informações: http://helisulfoz.com.br/
  8. Snow Park Ciudad del Este: Um dos maiores parques de gelo do mundo. São 4 mil metros quadrados de gelo, com espaços para: aulas de patinação e tobogãs; admirar os bonecos de neve e trenós; e comer na praça de alimentação, cafeteria ou restaurante. Mais informações: http://www.loumarturismo.com.br/passeios-em-foz-do-iguacu/52/snow-park-ciudad-del-este
  9. Polo Astronômico: Instalado em Foz do Iguaçu, mais precisamente no Parque Tecnológico Itaipu (PTI), no Pólo Astronômico, os visitantes observam planetas, estrelas, algumas galáxias e visitam também o Planetário e o museu Espaço Universo, com fragmentos de meteoritos. O ingresso custa 22 reais por pessoa. O passeio no Polo Astronômico dura cerca de 2h30 de duração. Funciona de Terça a Domingo com inícios as 10h e 16h. Sexta e Sábados possuem mais um turno de visitação às 18h30. Mais informações: http://www.loumarturismo.com.br/passeios-em-foz-do-iguacu/37/polo-astronomico
  10. Ruinas de San Ignácio Mini: Em um dia completo percorre-se o nordeste argentino para conhecer suas paisagens e a história da colonização europeia no território. As Ruínas de San Ignácio Mini na Argentina, por sua história, foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO e se encontra em bom estado de conservação. Nesta excursão também é feita uma parada para visitar, em aproximadamente 1h, às Minas de Wanda. Passeio com custo de 200 reais por pessoa com saídas regulares: Segundas, Quartas e Sábados. Não está incluso neste valor o ingresso para as Ruínas que custa 150 pesos argentinos (cerca de 38 reais) por pessoa. Mais informações: http://www.loumarturismo.com.br/passeios-em-foz-do-iguacu/51/ruinas-de-san-ignacio-mini

Este roteiro é apenas uma das muitas opções que se pode fazer em 3 dias em Foz do Iguaçu e arredores. Achei a viagem tão incríveis que quero voltar em breve nem que seja para fazer tudo de novo. O importante é aproveitar o que há de melhor para cada um. Excelente viagem!

Dúvidas ou outras sugestões e dicas, deixe aqui nos comentários.

Mais fotos da nossa viagem de 3 dias em Foz do Iguaçu

Essa dica foi útil para você? Por favor, então deixe um comentário e compartilhe também nas suas redes sociais. Este site é feito com muita dedicação e seu apoio/participação realmente nos ajudará a mantê-lo no ar.



TOP 6 DICAS PARA ECONOMIZAR NAS VIAGENS

  • SEGURO VIAGEM - Não faça a besteira de viajar sem um Seguro de Viagem. Na Europa é obrigatório! Faça uma cotação online para ver o quanto é barato viajar tranquilo. Pague no cartão de crédito em até 12x ou com desconto no boleto bancário. Use nosso cupom: VIAGENS5 para um desconto extra de 5%.
  • HOSPEDAGEM - Somos parceiros do Booking.com que garante os melhores preços de hospedagem em qualquer lugar no mundo! Você reserva antecipado, pode cancelar e alterar quando quiser. Faça a sua reserva através do nosso link.
  • CHIP DE CELULAR - Já saia do Brasil com seu Chip Internacional 4G funcionando. Tenha conexão em mais de 140 países para usar o Whatsapp, redes sociais e GPS. Já usamos o chip da EasySIM4u em diversos países e aprovamos.
  • GANHE 130 REAIS! - O Airbnb é a melhor maneira de alugar casas e apartamentos em locais únicos, com preços para todos os bolsos. Ganhe R$130 de desconto na sua primeira reserva acima de R$250. Aproveite!
  • ALUGUEL DE CARRO - Faça aqui sua cotação online entre as melhores locadoras no Brasil e no mundo. A RentCars é nossa parceira e oferece os melhores preços, em reais e sem IOF, com total segurança.
  • NOSSAS EXPEDIÇÕES - Participe das viagens que estamos organizando com nossos leitores! São roteiros exclusivos com o melhor dos destinos e hospedagens selecionadas. Junte-se aos nossos grupos VIPs e vamos viajar juntos.

LEIA TAMBÉM



Denunciar

Curtiu essa matéria?

Escrito por Carlos Innecco

Carlos Innecco é engenheiro por formação e nas horas vagas fotógrafo de paisagens, trilheiro e viajante. Atualmente morador de Niterói - RJ. Para mais fotos/vídeos de trilhas, paisagens e viagens, siga meu perfil no IG @inneccophotos

Comentários

Deixe um comentário
  1. Roteiro muito interessante Carlos! Vejo que aproveitou bastante sua passagem por Foz do Iguaçu, que é uma cidade incrível! As atrações turísticas são tantas que com certeza você teve que fazer algumas escolhas para decidir o que conhecer heheh. Além dos ótimos hotéis, Foz tem incríveis opções de hospedagem para turistas que querem aproveitar e conhecer outras pessoas ou ficar em contato com a natureza. O Hostel Natura, por exemplo, conta com um amplo espaço livre muito verde, lago, piscina e bar, outra opção é o Tetris Container Hostel que foi considerado o melhor do Brasil em 2015!

    • Oi Mônica, a mobilidade com um carro alugado é bem melhor. Mas tem que colocar na balança os custos com estacionamento/gasolina. Dependendo do número de pessoas pra dividir os gastos pode ser que seja melhor alugar um carro sim. Caso contrário, em Foz tem um serviço de ônibus que leva pros principais pontos turísticos. Não sei o custo agora, mas é bem em conta. 😉

  2. Olá, já estive em Foz e amei, mas dessa vez pretendo ficar exatamente três dias. Então adorei as dicas. Vi que a postagem foi feita em 06/12/2016. Mas gostaria de saber em qual período do ano que fizeram a visita?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários

0 comentários

Isla Holbox - México

5 novos destinos no México que você ainda vai ouvir muito por aí

Vinícola Santa Cruz - Valle de Colchagua no Chile

Guia prático para conhecer o Valle de Colchagua no Chile